Páginas

domingo, 31 de julho de 2011

Sugestão de leitura: Trate Você Mesmo Sua Coluna e Trate Você Mesmo Seu Pescoço – de Robin McKenzie.

Está comprovado que entender o problema é peça determinante no sucesso terapêutico. Não seja somente paciente, seja agente, cuide de você!


Livro "Trate você mesmo seu pescoço"
Neste livro Robin Mckenzie ensina você os principais exercícios necessários para cuidar do seu pescoço e prevenir futuras crises de dor na região cervical. O livro é de fácil entendimento e possui fotos que auxiliam na compreensão das técnicas já comprovadas cientificamente. 67 páginas.

Livro "Trate Você Mesmo Sua Coluna"




Com mais de dois milhões e meio de cópias vendidas em todo o mundo e agora também em português, esse livro de Robin McKenzie ensina como tratar e prevenir a dor da coluna lombar. Escrito especialmente para o paciente, Trate Você Mesmo a sua Coluna é de fácil compreensão e apresenta um programa de educação e técnicas clinicamente comprovadas. 105 páginas, ilustrado.

Dores no Pescoço ou Coluna Cervical

Na região do pescoço, a coluna é formada por sete ossos, as vértebras, que repousam uma sobre a outra, como se formassem uma pilha de carretéis de linha de costura.

As principais funções da coluna cervical são suportar a cabeça, permitir que ela se mova, oferecer uma passagem protegida para o feixe de nervos. Sua flexibilidade, tão conveniente e necessária em nossa vida cotidiana, é também a causa e muitos dos nossos problemas.

Há uma pequena curvatura para dentro no pescoço, logo acima da cintura escapular. Essa curvatura é chamada lordose cervical. A negligência para com a postura pode ser observada quando a pessoa parece estar carregando a cabeça à frente do corpo, com o queixo projetado para frente. Nessa condição a lordose cervical fica deformada e sua forma alterada. Se essa postura se tornar freqüente, problemas no pescoço podem se manifestar.

Dor mecânica

Dores de origem mecânica ocorrem quando a articulação entre dois ossos é trazida a uma posição que sobrecarrega os ligamentos e outros tecidos moles circundantes.

Dor mecânica no pescoço:

A dor mecânica no pescoço é causada pelo estiramento excessivo dos tecidos que circundam as articulações entre as vértebras, que formam um mecanismo de absorção de choques.

Estiramento excessivo:

O excesso de estiramento pode ser causado por uma força externa que exerça uma carga intensa e súbita sobre o pescoço, por exemplo, durante um acidente ou na prática de esportes de contato. Não há como evitar, com facilidade, esse tipo de esforço, já que ocorre inesperadamente.

O estiramento excessivo decorre de tensões posturais que infligem ao pescoço tensões menos intensas, porém ao longo de períodos mais longos.

Esse é um tipo de tensão que nós mesmos exercemos sobre nosso pescoço e que pode ser alterado com facilidade.

Dano a tecidos:

Em geral, acredita-se que a dor no pescoço é causada por distensão muscular. Não é verdade, os músculos, que são fonte de energia e a causa dos movimentos, quando estirados em excesso, em geral, curam-se com rapidez e raramente produzem dor.

Por outro lado, os tecidos moles, lesionam-se muito antes dos músculos. O problema real está na articulação afetada em torno dela. Ao cicatrizar, esses tecidos moles podem formar cicatrizes, encurtando e tornando-se menos elásticos. Nesse estágio mesmo os movimentos mais normais podem estirar as cicatrizes nessas estruturas encurtadas e provocar a dor. A menos que os exercícios apropriados sejam feitos para esticar e alongar essas estruturas, restaurando sua flexibilidade normal, elas podem se transformar em fontes constantes de dores de cabeça ou pescoço.

Protuberância no disco:

Complicações de outra natureza surgem se os ligamentos que circundam os discos forem lesionados de tal forma que os discos percam sua capacidade para absorver choques e sua parede externa se enfraqueça. Isso faz com que a parte macia do interior do disco se projete para fora, e nos casos externos, rompa e passe através do ligamento externo, o que pode causar sérios problemas. Quando a protuberância do disco se torna saliente para trás, pode causar dor, e às vezes é sentida como se estivesse bem longe da origem do problema, por exemplo, no braço ou na mão.

Em decorrência dessa protuberância, o disco pode deformar a ponto de impedir que as vértebras se alinhem adequadamente durante o movimento, causando muita dor e bloqueando os movimentos.

A maioria das dores no pescoço ocorre em conseqüência de sobrecarga mecânica, nesse caso a Terapia Mecânica pode ser terapia que melhor resultado trará para diagnosticar o estado real do tecido e oferecer a melhor estratégia de tratamento.


Adaptado do livro Trate Você Mesmo seu Pescoço

De Robin Mckenzie

sábado, 30 de julho de 2011

Camihada Medida Certa em Brasília e SP


31/07
Renata Ceribelli e André Trombini
Cidade: Brasília
Local: Parque da Cidade
Horário: 8h às 12h


31/07
Zeca Camargo e Márcio Atalla
Cidade: São Paulo (SP)
Local: Parque Ecológico do Tietê
Horário: 9h às 13h


Em três meses Zeca Camargo e Renata Ceribelli pela Medida Certa buscaram reprogramar o corpo, eles tiveram 90 dias para o desafio, praticar atividades físicas e experimentar hábitos mais saudáveis de alimentação.

O Resultado foi apresentado no programa fantástico e foi satisfatório, com essa atitude Zeca e Renata incentivaram muitas pessoas pelo Brasil que também estão buscando e querem começar a praticar exercícios e mudar os hábitos em busca da sua medida certa.

Os apresentadores comandam caminhadas em 11 capitais junto com uma parceria com o Sesi, junto com os prepardores físicos Marcio Atalla e André Trombini, os moradores das capitais irão percorrer um percurso de quatro quilômetros, além disso , postos de atendimento estarão disponíveis para poder verificar pressão, IMC, risco cardiovascular e outros dados importantes para quem quer começar a reprogramar o corpo.

Fibromialgia e massagem

A fibromialgia é uma síndrome dolorosa não-inflamatória, caracterizada por dores musculares, fadiga, disturbios de sono, parestesias, e dor em pontos dolorosos específicos sob pressão. Nem sempre quando o paciente sente dor nos pontos comuns da fibromioalgia podemos dizer que se trata desta patologia. Pessoas sedentárias, com stress e com problemas posturais, normalmente possuem dores musculares crônicas que podem ser tratadas através de atividades que melhorem o sistema músculo-esquelético.

Exercícios suaves, meditação e massagem são práticas que, associadas ao tratamento médico, podem auxiliar a aliviar os sintomas de quem é afetado.

Estudos constataram que pessoas que têm fibromialgia possuem mais sensibilidade dos que não têm . Por quê? Um problema com o sistema nervoso central pode causar sinais de dor normal para ser mais forte.

Em minha experiência como massoterapeuta, é muito comum receber pacientes com dor em muitas partes e pensarem que estão com fibromioalgia. Realizando algumas sessões posso comprovar que não se tratava desta síndrome pois os sintomas desapareciam com a massoterapia adequada.

Faça massagem regularmente e descubra o quanto seu corpo pode ser livre de muitas dores e ao mesmo tempo ter uma sensação de bem-estar.






eduardo marino

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Após perder bronze, Thiago Pereira passa mal e recebe massagem na China


Sexto colocado nos 200 m medley, o brasileiro Thiago Pereira passou mal após disputar a final do Mundial em Xangai. Ele primeiro sentiu fortes dores nas pernas, depois reclamou de dores de cabeça e nas costas e vomitou.

Com massagem e compressas de gelo, ficou melhor e pôde ir para a piscina auxiliar do complexo aquático para dar algumas braçadas para soltar os músculos.

O nadador havia ficado em quarto lugar nos últimos dois Campeonatos Mundiais. Agora, piorou seu tempo da semifinal de 1min58s27 para 1min59s00. Estava em terceiro até os últimos 50 metros.

Na mesma prova, o norte-americano Ryan Lochte quebrou o recorde mundial, com 1min54s00. É a primeira marca em piscina de 50 m após o fim dos supermaiôs.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Bola suiça como instrumento terapêutico



A bola Suíça é um instrumento muito utilizado e aceito não só nos departamentos de fisioterapia , mas entre os profissionais da educação física e aqueles que buscam promover um estilo de vida mais saudável.
No chão ou em tatames coloridos, as Bolas de diferentes cores completam o visual alegre. Mas na realidade ela é grande instrumento terapêutico, utilizado no tratamento de patologias, combate as dores e ao estresse. Estimular a participação do corpo inteiro de maneira a manter seu equilíbrio, facilitar a orientação da linha mediana e forçar o corpo a trabalhar ao nível de constantes desafios tanto de força quanto de flexibilidade, são alguns dos benefícios dos exercícios com a bola suíça.

Não há contra indicações, mas devemos ter cautela se o paciente apresentar deficit de equilíbrio e coordenação, mas isso não quer dizer que ele não possa fazer o exercício.

Para os iniciantes os exercícios com a bola podem ser considerados difícil, mas, com o aprendizado e a prática, o exercício torna-se fácil e prazeroso. Fazendo que ao longo do tratamento o paciente vai evoluindo dos exercícios mais fáceis até chegar aos mais desafiadores.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Cãibras - Receita para prevenir o mal



Massagem desportiva aliada a alimentação adequada ajudam a diminuir os riscos.

Falta de sódio no organismo desequilibra o funcionamento químico muscular causando dores terríveis e incontroláveis.

Massagens, banana e abacate. A receita é indicada para prevenir as tão temidas cãibras. O mal, bem conhecido entre atletas, atinge principalmente os sedentários, pois não exercitam os músculos com freqüência.

A falta de sódio e potássio é responsável pelas famosas cãibras.Os minerais são essenciais para o bom funcionamento dos nervos e ações que levam ao movimento nos músculos. Por isso, o déficit desses elementos torna os músculos mais sensíveis e, uma leve tensão, além de movimentos bruscos, pode fazer com que se contraiam e se contorçam incontrolavelmente, causando dores terríveis.

A banana é sim uma grande aliada. Rica em potássio é sempre recomendada por especialistas. Para se ter uma idéia, a ingestão de uma banana média fornece um terço das necessidades diárias recomendadas de potássio, além disso, ela é considerada um anabolizante natural, pois a frutose e o amido são facilmente transformados em energia. Porém, o abacate ganha a corrida da absorção no organismo. A fruta, com alta concentração de sódio - responsável pelo desequilíbrio químico no músculo gerando as cãibras, chega mais rapidamente ao sistema nervoso e muscular, favorecendo mais rapidamente a prevenção das dores.

“Além de uma alimentação balanceada e a prática de exercícios fiscos, o ideal é fazer massagens regularmente, principalmente para aquelas pessoas que não passam uma semana sem ter uma câimbra”, indica Dra. Vera Fernandes, fisioterapeuta. A especialista explica que as técnicas ajudam a aliviar a dor, auxiliam no estímulo à corrente sangüínea e ao movimento de líquidos na área mais afetada. A massagem desportiva, muito utilizada por atletas, é também indicada para os sedentários, pois através das manobras vigorosas realizadas na musculatura local promove um aumento da oxigenação ocorrendo consequentemente a descompressão muscular, reduzindo o risco de lesões.

A especialista explica que o tratamento de alongamento e fortalecimento é eficaz não só no combate a cãibra, como atua também na prevenção de tendinite, distensões, espasmos e dores musculares crônicas. “Quando a cãibra aparecer, você deve se alongar, manipular a área afetada, descansar e reidratar o corpo com bebidas que tenham sódio”, conclui.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Massagem para corredoras



Revista W Run traz matéria sobre massagem para corredoras

Na edição de julho/2011 a Revista W Run, que é especializada em corrida para mulheres, traz matéria sobre alguns tipos de massagem e o quanto um corredor pode se beneficiar desta maravilhosa terapia.

É importante que o esportista saiba de que forma ele deve fazer o uso da massagem para que ele tenha eficiência em seus treinos.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Curso de MASSAGEM DESPORTIVA - PORTO ALEGRE



Neste curso de massagem desportiva o aluno(a) irá conhecer técnicas específicas orientadas para a atividade física em geral, que servem como fator de auxílio no desenvolvimento das capacidades músculoesqueléticas dos atletas e praticantes das mais diversas modalidades, que diariamente buscam melhorias em suas performances, dentro de seus respectivos domínios esportivos.

Carga Horária: 50 horas/aula
Data: 03, 04, 10, 11, 17, 18, 24 e 25 setembro/2011)
Horário: sábados e domingos (9h30 às 12h e das 13h às 17h)

Programa do curso:
• O corpo humano a as adaptações fisiológicas ao exercício;
• Aplicação da massagem na melhoria do rendimento esportivo;
• Técnicas da massagem desportiva;
•Tratamentos de diversas lesões esportivas:

Distensões,Cãimbras,Dores musculares/contraturas, Espasmos, Tendinites, Entorses;
• Quando utilizar calor ou frio;
• Mobilizações e estabilizações;
• Alongamentos;
• Materias: Óleos, Gelol, Esparadrapo, Burrifador de água, Aromas, Bolsa em gel, Bolsa térmica, Rolo pac, Ataduras.

Requisitos para inscrição: Ser estudante ou profissional de educação física, fisioterapia, massoterapia, shiatsuterapia e áreas afins.


Observações: Ao iniciar o curso o aluno(a) receberá apostila e materiais necessários para ser utilizados em sala de aula. No final do curso o aluno(a) passará por avaliação realizada em forma de estágio supervisionado. O aluno(a) aprovado receberá certificado de conclusão do curso, ficando habilitado a exercer as técnicas da massagem desportiva.

Local: Transpirar Saúde
Endereço: Rua Dr. Flores 383, 303 Centro/Porto Alegre
Entre em contato para maiores informações!
Fones: 3061.9817 - 9817.8022 - 9624.2633
email: transpirarsaude@gmail.com

domingo, 24 de julho de 2011

Joelhos e exercícios físicos: aprenda a evitar problemas



Embora sejam muito positivos ao organismo de maneira geral, alguns exercícios, quando praticados de maneira incorreta, podem gerar efeitos reversos. E as lesões nos joelhos são um caso comum entre os principais problemas que podem ocorrer nesse sentido.

Em grande parte dos esportes, o joelho é uma das articulações mais solicitadas durante a prática esportiva e, como tem limitações de movimento, fica mais suscetível a lesões. E atletas de todos os níveis estão sujeitos a viver o problema

Por isso é crucial para a saúde dos joelhos realizar sempre um bom alongamento antes de qualquer atividade física e, durante os treinos de musculação, e é bom exercitar a musculatura posterior e inferior das coxas de maneira equivalente. A falta de compensação entre as duas regiões aumenta o risco de lesões.

Qualquer pessoa que pratique exercícios com paradas bruscas, saltos, mudança de direção repentina, flexão e rotação pode lesionar a região. Confira abaixo 4 práticas que exigem cuidados:

Futebol: a cada seis segundos um jogador faz um movimento inesperado, em geral de rotação, que pode gerar lesões graves, com risco de ser necessária uma cirurgia. Esta prática pede um bom aquecimento muscular para proteger os joelhos.

Corrida: falta de alongamento muscular, calçado inadequado e correr de forma errada são as principais causas de lesões por sobrecarga, geradas por este esporte. É recomendado que o iniciante comece a treinar pela caminhada e vá aumentando o ritmo gradualmente. E lembre-se de fazer uma avaliação com um profissional periodicamente.

Ciclismo: como exige movimento de rotação rápido, que pode sobrecarregar os joelhos. Em geral, as lesões não são sentidas na hora, porque o corpo está aquecido. As aulas de spinning, que viraram atração nas academias, pedem cuidado redobrado, pois a cada vez que o aluno aumenta a carga da bicicleta para forçar o ritmo, aumenta a sobrecarga sobre as articulações.

Tênis: exige muitas paradas bruscas e movimentos repentinos, que podem sobrecarregar e desgastar os joelhos, principalmente em quadras duras. Bom preparo muscular é essencial para protegê-los.

Vale lembrar que, mesmo tomando o máximo de cuidados com aquecimento antes da atividade física, o sobrepeso é outro fator que contribui para as dores nos joelhos. Por isso, manter o corpo em forma e fazer exercícios de fortalecimento colaboram para que esse tipo de problema não ocorra. O calçado também exerce influência importante na saúde dos joelhos de qualquer atleta, especialmente os que praticam atividades de grande carga de força ou alto impacto. Portanto, lembre-se de usar tênis com sistema de amortecimento.

A pessoa que sente dores por mais de três dias, deve consultar um especialista. Assim, evitará que o problema se agrave e que providências mais drásticas, como a cirurgia, se tornem a única alternativa para resolver o caso.

sábado, 23 de julho de 2011

Movimento energético

Qualquer exercício físico aumenta o ânimo, uma vez que libera endorfina, o hormônio do bem-estar. E o tai chi chuan, uma prática de alongamento dos tendões, é uma das mais eficientes no quesito energia: "Quando o caminho dos tendões é liberado, o sangue flui melhor, elevando a sensação de vigor", afirma Velzi Moreschi, diretora presidente do Tin Long Instituto de Nei Jia Brasil-China: Arte Marcial Chinesa Taoísta Tradicional de Wu Dang (SP). Os movimentos a seguir (para fazer sentado) desbloqueiam os pontos de energia:

- Estenda as pernas e estique os pés, sentindo o alongamento dos músculos.

- Leve a cabeça para trás, flexibilizando o pescoço.

- Eleve os braços com as palmas das mãos para dentro.

- Contraia o baixo ventre suspendendo os genitais.

- Empurre os calcanhares para frente.

- Encoste o queixo no peito e a testa nos joelhos ou o máximo possível. Retorne desenrolando a coluna.

Vigor no ar

"Os exercícios respiratórios auxiliam na conexão com você mesmo e favorecem a recarga de energia", diz Ma Deva Suvalia, gerente de terapias do Hotel Ponto de Luz, em Joanópolis (SP). Sentado, coluna reta, respire da seguinte forma:

- Expire todo o ar pelas narinas suavemente. Imagine o seu pulmão esvaziando completamente, enquanto contrai o abdome. Relaxe e inspire, sem fazer esforço.

- Agora inspire normalmente e expire pelas narinas com vigor. Repita 10 vezes aumentando a velocidade da respiração.

- Faça uma pausa, respirando devagar e observando o ar que entra e sai. Repita todo o exercício mais duas vezes.

Corpo ativo

Uma automassagem com o método do-in faz milagres na restauração da energia. "Ela alivia o cansaço e ameniza dores que diminuem a concentração e a disposição", explica a terapeuta Cristina Andrade (SP). Aperte estes pontos:

1. Pressione o polegar esquerdo sobre a mão direita na região entre o dedo indicador e o polegar. Friccione o ponto fazendo pressão. Repita a massagem com a outra mão.

2. Coloque a mão esquerda sobre a região peitoral, pressione-a e pare por 10 vezes. Façamesmo com a outra mão.

3. Com as palmas das mãos voltadas para trás, apóie os polegares sobre os ombros e os outros dedos nas costas. Pince toda a região do ombro repetidas vezes.

4. Apoie os dedos indicador, médio e anelar, de ambas as mãos, na lateral da cabeça. Pressione e faça movimentos circulares no sentido horário, por várias vezes

sexta-feira, 22 de julho de 2011

O Preparador físico Antônio Mello responde pergunta dos torcedores



O Flamengo terá uma grande maratona de jogos a partir desta quarta-feira (20) contra o Palmeiras. Por isso, os torcedores rubro-negros tiveram a chance de tirar as suas dúvidas sobre a preparação física da equipe com o preparador Antônio Mello. Foram feitas mais de 150 perguntas ao preparador físico rubro-negro na Fan Page Oficial do clube, no Facebook, e a equipe do site oficial escolheu as melhores para serem respondidas.

Ao chegar em São Paulo, animado ao saber da quantidade de perguntas e do carinho dos torcedores, Antônio Mello fez questão de agradecer e ver todas as perguntas enviadas e pediu desculpa por não responder a todas.

Confira as perguntas selecionadas e as repostas do preparador físico Antônio Mello:

Carloto Júnior - Professor Mello, jogadores como Angelim, Renato, Ronaldinho, Júnior César e Léo Moura, que são os mais veteranos do grupo, terão condições de suportar essa maratona de jogos? Esses jogadores terão um treinamento específico?

Antônio Mello: Estamos trabalhando para isso. A princípio não faremos treinamentos específicos. Quero dizer, na fase de preparação existem treinamentos mais pontuais. Na competitiva, a carga de treinamentos é reduzida.

Renan Passos - Qual é o tempo necessário de recuperação muscular após uma partida? Já que jogaremos com um intervalo de apenas três dias (quinta, sexta e sábado), o senhor acha que é suficiente para voltar ao 100% da explosão e resistência (para não haver lesões que prejudicariam o time nesse momento tão bom)?

Antônio Mello: É difícil precisar exatamente o tempo de recuperação total entre os jogos de um atleta de futebol. Porém, calculamos, pela nossa experiência, que de três a quatro dias seja o ideal. Importante é que se faça uma recuperação baseada no trinômio: Repouso, alimentação e controle da atividade.

Richard Alvarenga - Grande Mello, qual o segredo para que um bom preparador físico garanta o seu espaço em um time como o do Flamengo?

Antônio Mello: Acho que além da formação acadêmica, a experiência é um aliado fundamental desta profissão. Um grande abraço e continue acompanhando o nosso trabalho e torcendo pelo Flamengo.

Leandro Azeredo - Profº Mello, com essa maratona o que é mais importante: Intensificar os treinos físicos nos intervalos dos jogos para não haver queda de rendimento ou dar descanso aos jogadores com apenas alguns treinos regenerativos?

Antônio Mello: Baseado no trinômio citado na resposta que dei para o Renan, você consegue um rendimento de alto nível de cada atleta. No meu processo de treinamento regenerativo, utilizo a recuperação através de calor. Isto é, sauna, massagem e hidromassagem.


Jornal do Brasil

quinta-feira, 21 de julho de 2011

O que fazer depois de correr uma prova longa?



A massagem pós prova pode nem sempre ser praserosa

Corridas longas são o componente central de um programa de treinamentos. Mas a questão não se resume somente em como você as corre - mas também a maneira como você se recupera delas. Os músculos se regeneram e tornam-se mais fortes durante os períodos de descanso que sucedem um período de intenso exercício. Então, para correr bem e manter-se livre de lesões, você deve seguir esta rotina de recuperação.

•Hidrate-se:Beba de 240 a 480 ml de bebidas isotônicas, que repõem os eletrólitos e minerais perdidos durante a transpiração.

•Mude de roupa: seu corpo precisa resfriar-se; coloque roupas secas (até mesmo um top limpo no caso das mulheres) imediatamente para ajudar seu corpo a regular a temperatura.

•Tome uma ducha: água morna relaxa o sistema nervoso e ajuda seu corpo a reajustar a sua temperatura.

•Faça Alongamentos: fazer alongamentos até uma hora após o termino de sua corrida eleva a sua circulação sanguínea, o que ajuda na recuperação.


•Alimente-se Novamente: uma vez que o seu estomago se assente, coma uma refeição que equilibre carboidratos e proteínas para repor suas reservas de glicogênio (energia) e regenerar músculos lesionados.

•Fique na horizontal: sonecas são ideais, mas você irá se beneficiar até mesmo deitando entre 15 a 30 minutos com seus pés para cima (isso promove circulação e diminui os batimentos cardíacos).

•Refresque-se: à noite, se molhe em um banho fresco ou frio por dez minutos para ajudar a recuperação muscular e evitar dores no dia seguinte.

•Massageie-se: uma massagem esportiva pode ser muito intensa após uma longa corrida; massageando seus próprios músculos ajuda você a regular o seu nível de conforto. Mas é uma ótima opção para complementar sua preparação pré prova. O ideal é fazer massagem até 48 antes de sua corrida, focando os principais músculos utilizados.

A massagem não substitui o desaquecimento e muito menos o alongamento, que tem a função de restaurar o comprimento original do músculo. Dependendo do tipo de massagem, não espere que ela seja 100% prazerosa. Se os músculos estiverem muito doloridos, os movimentos da massagem podem ser um pouco desconfortáveis, mas nem por isso menos benéficos.

Por Aulus Sellmer

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Massagem desportiva pré competição



Destina-se ùnica e exclusivamente a preparar o atleta para a competição.

Deve-se prestar especial atenção aos músculos que vão suportar maior trabalho, dependendo de cada modalidade, capacidades físicas do atleta, morfologia, clima, etc.

Este tipo de massagem, aplica-se um a dois dias antes da competição, devendo ser precedido de um banho quente, tal como na pós-competição. A sua duração oscila entre 20 a 30min, para a massagem com óleos e 5 a 10min com sabão de glicerina.

A massagem pré-competitiva serve para estimular e tonificar principalmente as grandes massas musculares, baseando-se para isso em três técnicas de massagem: deslizamento, (“ esfregar “) fricções e percursões.

Inicia-se com o corpo em decúbito dorsal e conclui-se em decúbito ventral.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Principais queixas pós maratona, o que fazer?




Saiba as principais dúvidas sobre sobre algumas dores e lesões que podem ocorrer após sua primeira maratona.

Segue abaixo as principais dúvidas relacionadas à primeira maratona:

•Se o atleta está com muitas dores musculares ou articulares, o que deve ser feito logo após a prova e nos dias seguintes?

R: Muito comum em provas longas o atleta ter a chamada DMT - Dor Muscular Tardia. Recomenda-se alongamento leve, não precisa alongar além da amplitude normal de cada articulação, exercícios na água (deeprunning), gelo (20 minutos) em média três a quatro vezes ao dia, meias e/ou legging de compressão, massagem ajudará muito na recuperação muscular e articular.

•Em quanto tempo o atleta está pronto para voltar ao treino?

R: De 24 a 48 horas o atleta poderá retornar aos treinos, evitando um estresse muscular muito grande na primeira semana pós maratona.

•Quais as atividades que podem ser feitas nesse período de recuperação?

R: Deeprunning, bike ergométrica (sem carga), caminhadas em terreno confortável (grama, por exemplo) e hidroginástica.

•Se houve alguma lesão por causa do esforço da prova, quais os procedimentos?

R: Primeiramente NUNCA se automedicar. Caso o incômodo persista procure um profissional especializado (médico), massagem e fisioterapia são sempre bem vindas.

•Quais os problemas mais comuns pós maratona?

R: Desidratação, dores musculares generalizadas, alguns casos dor na região anterior do joelho (na região do tendão patelar), dores na panturrilha, são as causas mais comuns de dores pós maratona.

A prevenção sempre é o melhor remédio, se durante a prova você sentir se demasiado cansado, diminua a velocidade, tente realizar caminhadas e se mesmo assim o cansaço persistir, as pernas pesadas, dificuldade em respirar, procure pelas ambulâncias espalhadas ao longo da maratona.

Veja o que deu de errado em sua prova, converse com seu treinador, com certeza em outra maratona, nada disso irá acontecer.


David Homsi

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Osteopatia atua na reeducação corporal, segundo especialista


A técnica é considerada principal tratamento fisioterapêutico em países como Espanha, França e Portugal

Dores agudas e crônicas em qualquer local do corpo, hérnias de disco, crises de labirintite, artrites, tendinites, bursites e dores causadas pelo estresse são alguns dos problemas que estão ganhando novas soluções com recente método fisioterapêutico conhecido como osteopatia. A prevenção ainda é a melhor saída para manter a saúde perfeita, porém, nunca é tarde para procurar um especialista que o ajude a reequilibrar as funções do corpo como forma de obter qualidade de vida.
Segundo o fisioterapeuta Juliano Veloso, a osteopatia é um método de tratamento elaborado por médico americano que reconheceu a necessidade de melhorar o tratamento médico existente. “Hoje, a osteopatia é utilizada como principal tratamento fisioterapêutico em vários países da Europa, como Espanha, França e Portugal, altamente indicada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) devido aos resultados obtidos. No Brasil, a técnica já é utilizada até por grandes times de futebol”, esclarece.

O especialista ressalta que todas as pessoas, independente da idade, podem realizar o tratamento. “Do recém-nascido aos idosos. Embora não seja um tipo de massagem e nem se assemelhe a uma, trata-se de tratamento que utiliza somente as mãos do terapeuta para reeducar alterações corporais, a fim de restabelecer a funcionalidade correta e reequilíbrio do organismo”, explica Juliano Veloso. De acordo com o fisioterapeuta, a pessoa que recebe a aplicação da osteopatia não sente dor ou desconforto. “Logo na primeira sessão é possível perceber resultados claros de melhora, o que se segue em todas as sessões seguintes”, completa.
Além dos problemas já citados, a terapia trabalha o organismo de pessoas que sofrem de fibromialgia, doenças relacionadas ao trabalho (LER-DORT) alterações posturais, disfunções da articulação temporomandibular, desordens gástricas e intestinais, cólicas menstruais, prostatites, cistites, lesões desportivas, além de ser utilizada para melhorar o desempenho de atletas. “Só é contra indicado em locais de fraturas recentes, a pacientes que possuem o diagnóstico de câncer e nos primeiros meses de gravidez”, ressalta Veloso.

domingo, 17 de julho de 2011

sábado, 16 de julho de 2011

Massagem Pós-competição



Como o próprio nome indica, esta massagem está dirigida exclusivamente à ajuda que pode prestar à recuperação das energias gastas durante a competição.

Antes de se proceder à massagem, devemos ter o cuidado de fazer um exame minucioso do estado do atleta.

Desde um interrogatório, a um exame visual, palpação, a mobilizações musculares e articulares, podem indicar-nos o grau de fadiga do desportista e a possivel presença de alguma lesão. Devemos observar: a temperatura do corpo, os movimentos respiratórios, frequência do pulso, a excitação nervosa, etc...

E com estas considerações, ficamos sabendo qual o estado geral do atleta e as anomalias ou alterações que eventualmente possa apresentar a sua morfologia. São sinais que podem auxiliar bastante o massagista desportivo.

Para esta massagem utilizam-se técnicas de deslizamento, amassamento, pressão e vibração.

Deve-se realizar 2 a 3 horas a seguir à competição, ou passadas 24 horas, com um tempo de manipulação que pode oscilar entre 35 a 45 minutos. Se possivel deve realizar-se depois de um banho bem quente em Tina ou banheira com agua a uma temperatura a rondar os 40ºc, num tempo de 10 a 15 minutos para provocar-mos, além da vasodilatação também um relaxamento muscular.

Neste caso pode-se começar a massagem tanto em decúbito ventral como em decúbito dorsal.

Exceção, (começa em decúbito dorsal) nos dias de chuva e frio, em que a tensão muscular é maior, comecamos a massagem pelos músculos de maior dimensão, e por isso também os mais potentes (quadricipetes, adutores) que por sua vez são irrigados por artérias de grosso calibre.
(artéria femural)

A aplicação desta massagem segue um principio geral do treino denominado “ principio da variedade “ onde o nosso organismo não progride quando está submetido sempre a estímulos iguais. Por esta razão, deve-se alternar ou introduzir outras técnicas ou métodos que mantenham ativas as capacidades de recuperação, tais como a vibromassagem, eletroestimulação, massagem de gelo, etc...

Existem tantas variantes de rotinas de massagem desportiva, como massagistas existem. Cada um tem o seu próprio estilo e não existem dois estilos iguais, pode haver parecidos que se adquirem através da sua experiência pessoal e da sua própria intuição.

Alguns massagistas usam procedimentos diferentes, mas que podem alcançar os mesmos resultados.

Para obter esses resultados é necessário uma rotina básica mas também saber trocar essa rotina com as necessidades do atleta.

Não devemos trabalhar de maneira muito continuada sob o umbral da dor, isto porque podemo-nos deparar com o efeito “ boomerang “ ou contratura de defesa.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Frio piora sintomas de LER e DORT




Com baixas temperaturas, dores musculares costumam ser mais frequentes no ambiente de trabalho

Com as temperaturas mais baixas, além de contrairmos mais facilmente doenças típicas de inverno - como gripes e problemas de garganta, as dores musculares também costumam ser comuns, causando desconforto principalmente em pessoas que têm de trabalhar sentadas por muitas horas. “Nossos músculos são a grande fonte geradora de calor do nosso corpo, e nos dias frios são mais exigidos. Ou seja, se contraem mais para gerar calor, o que os torna mais tensos e, por vezes, rígidos. Esta exigência leva a uma situação de maior cansaço”, explica Dr. Alison Klein, fisioterapeuta do trabalho do SEFIT Prevenção Laboral.

Além das dores, a tensão muscular no frio costuma piorar certas doenças como lesões por esforços repetitivos (LER) e distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT). “Nesta época os sintomas são acentuados pela tensão maior do músculo. As regiões afetadas tendem a ficar mais sensíveis, e as dores se tornam mais intensas. Esta piora tende a se complicar em casos sem tratamento direcionado”, alerta o fisioterapeuta.

As dores musculares por conta do frio podem interferir também na produtividade dos funcionários. “Ela diminui sensivelmente quando estão com queixas e principalmente quando o ambiente não é climatizado”, diz Dr. Alisson. Para melhorar essa queixa, as empresas, segundo o fisioterapeuta, devem manter ambiente climatizado e proporcionar situações para que o trabalhador se sinta cômodo, como manter programas de ginástica laboral. “Essas ações favorecem a produção de calor pelos músculos de maneira mais adequada, possibilitando ao músculo sua manutenção. Quando o fisioterapeuta observa que os trabalhadores estão encolhidos, ele deve direcionar as atividades para prevenir as dores”, esclarece Dr. Alisson.

Prevenção

Para evitar dores musculares e prevenir-se de doenças ocupacionais, o fisioterapeuta orienta:
■Procure ficar bem agasalhado
■Pratique exercícios físicos ou caminhadas regulares
■No local de trabalho, pratique ginástica laboral
■Prefira ambientes climatizados
■Sempre que possível, aqueça-se com bebidas quentes

Fonte: Expressa Comunicação

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Atleta do ES é convocada para os Jogos Panamericanos



A triatleta capixaba Pâmella Oliveira, patrocinada pelo Sicoob, acaba de ser convocada para os Jogos Panamericanos em Puerto Vallarta, no México. A atleta reassumiu a posição de líder no Ranking Brasileiro Feminino de Triatlo após ter conquistado a medalha de bronze na Pan American Cup de Guatape, na Colômbia.

Pâmella também participou de diversas competições internacionais, entre elas a 7ª Edição da Corrida das Pontes, na qual conquistou o primeiro lugar. Esta é a primeira participação da triatleta nos Jogos Panamericanos e ela está otimista. “Acredito que vou chegar em ótimas condições para competir e conquistar a medalha.”

Treinamento

A atleta viajará para San Luis Potosi, no México, para um treinamento especializado em altitude, entre os dias 10 a 21 de outubro. A primeira competição nos jogos será no dia 23 do mesmo mês.

Hoje, Pâmella está em Portugal treinando no Centro de Formação Desportiva de Rio Maior, um dos melhores do mundo. “O local é bem estruturado e oferece ótimas condições para o meu desenvolvimento no esporte. Na natação, por exemplo, eu voltei a ter mais sucesso. Além disso, ganhei mais confiança na bicicleta e nos treinos de corrida”.

A triatleta treina cerca de 3h30 por dia. Os treinos incluem musculação, trabalho com elástico simulando movimentos da natação, alongamentos, crioterapia (recuperação em piscina de gelo), sauna e massagem.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sicoob ES em 11/07/2011

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Terapia de Equilíbrio Neuro Muscular (ENM)




Geralmente, a aparência do depressivo ou de quem passou por um processo depressivo é caracterizado por uma imagem cansada e preocupada, a pele perde o tônus e brilho e além do olhar fixo, triste e melancólico a testa tende a ficar contraída.

A pessoa pode também apresentar modificações na mandíbula, projetando o queixo para frente.

O corpo tende a manter-se curvado, ficando fora de seu eixo o que também reflete no andar do deprimido.

A recomendação é:
Terapia de Equilíbrio Neuro Muscular (ENM)
Esse é um procedimento em fisioterapia criado para reequilibrar o organismo com rapidez e eficácia.
O tônus da musculatura é liberado pelo sistema nervoso e a aparência volta a seu estado normal.

Em casos de:
Disfunções articulares (dores nas articulações);
Tendinites/bursites;
Cefaléia;
Dores musculares;
Dores nos pés e;
Incômodos devido à má postura

terça-feira, 12 de julho de 2011

Massagem de aquecimento



Muitos autores não a consideram como uma massagem, visto que porque apenas se trata de culminar a massagem pré-competitiva por meio de uma ação básica de “ esfregar “ com alguma intensidade, para elevar a temperatura dos músculos, antes da competição.

Evidentemente que este aumento de temperatura muscular, se completa com exercicios de alongamentos e aquecimento ativo. Os atletas jovens bem treinados podem competir sem a necessidade desta “ massagem “ prévia à competição.

Uma ajuda preciosa para aquecer os musculos...
Com este tempo frio é essencial estarmos bem preparados para a prática desportiva.

O Vestuário adequado é a mais importante arma no combate às temperaturas baixas, mas um excelente complemento é sem dúvida o gel de massagem para aquecimento.

Gel de aquecimento e um outro de relaxamento.

"O gel de aquecimento permite um aquecimento mais intenso e rápido, devido a uma dosagem mais elevada em capsaicina. Este gel proporciona uma sensação de calor local aos músculos, estando por isso recomendada a sua utilização no tempo frio ou em caso de rigidez muscular."

"O gel relaxante alonga os músculos e diminui a sensação de fadiga muscular. Facilita a recuperação e repõe rapidamente o músculo em condições normais."
Na minha opinião pessoal o gel de aquecimento resulta muito bem, especialmente para os joelhos que são zonas sempre muito afetadas pelo frio. Por sua vez o gel de relaxamento dá uma sensação fresca e revitalizante ajudando na recuperação dos músculos.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

A malhação que fez Kelly Key enxugar 6 quilos em 2 meses




Personal da cantora revela o segredo: o “treino playground”

Kelly Key fez as pazes com o espelho. Primeiro, ela mudou o visual radicalmente. Depois, perdeu seis quilos em dois meses. O personal trainer da musa, Léo Russo, e apresenta a malhação que mudou as formas físicas da cantora.

É um treinamento funcional, inspirado no pilates, que trabalha fortalecimento, queima de calorias e equilíbrio”, explica Léo. “Não usamos nenhuma máquina e, por poder ser feito em qualquer lugar, chamamos de treino playground (parquinho, em inglês).”

Segundo o personal, diferentemente da musculação tradicional, o treino playground trabalha todas as partes do corpo simultaneamente. Os exercícios são feitos em circuito, em cima de uma lona (o que exige equilíbrio e concentração) três vezes por semana. “A duração é de uma hora, mas como o organismo fica exausto de tanto malhar, é preciso ter intervalo mínimo de um dia entre uma ginástica e outra.”

Apesar de não usar a aparelhagem típica das academias (como esteira, cadeira adutora e supinos), a malhação de Kelly Key recorre a outros objetos. Bambolês, elásticos (daqueles que as meninas, em tempo de escola, costumam pular), cordas, bolas usadas em pilates – chamada gyn Ball – e a Kettlebell. Kettlebell é uma bola de ferro com alça e pesadíssima (chega a 30 quilos), usada desde o século 18.

Atualmente, o objeto é muito popular entre os adeptos de luta livre e vale-tudo para reforçar a força dos braços. Mas no treino de Kelly, a Kettlebell é usada como apoio para fazer flexões, agachamentos e, claro, levantamento de peso. “Além disso, com o elástico enroscado nos pés e nas mãos, simulamos o movimento feito em escadas, para queimar calorias e tornear o bumbum. Com o diferencial de que a postura fica perfeita e o abdome todo contraído, o que já vale como abdominais e pilates”, explica Russo.

Com o bambolê, além da cintura, são feitos exercícios de coordenação motora e também aqueles que passam por dentro do aro. Coreografias dançantes e simulação de corrida complementam o circuito que pode ser feito em aulas individuais ou em grupo. “Para estimular e ritmar toda essa maratona, utilizo músicas bem dançantes. Mas no final das aulas, faço uma massagem relaxante nos alunos, o Shiatsu, que também melhora a circulação e ajuda na mudança das formas físicas.”

Kelly Key complementa que, além da rotina de exercícios, ela também investiu em uma alimentação mais regrada, para acelerar os resultados. “Quando saio da dieta, troco qualquer alimento por fruta a partir das 18h”, ensina a musa que ainda não está totalmente satisfeita. “Ainda preciso perder uns 5kg. Estou 'correndo' atrás disso”, brinca.

A cantora afirma que nunca vai perder totalmente o medo da balança. Mas que gosta muito do que enxerga no espelho agora. "Tenho dois filhos e sei que estou muito bem! Mas também sei que poderia estar melhor se me dedicasse mais ao meu corpo. Com o tempo penso em aumentar minha rotina de treinamento e ser mais fiel à boa alimentação.”

domingo, 10 de julho de 2011

Técnica trata a causa de dores crônicas



Enxaquecas e dores nas costas controlam as estatísticas quando o assunto são dores crônicas. A dor cervical na coluna afeta cerca de 50% dos brasileiros, especialmente mulheres, enquanto as dores lombares atingem um número ainda maior. Chegam a provocar incômodos em até 85% da população em qualquer fase da vida.

Por conta disso, são a terceira causa de afastamento do trabalho e, embora, a maioria das pessoas encha o organismo de remédios é difícil obter uma solução definitiva, já que a maioria dos tratamentos trata a dor e não a causa.


De acordo com o fisioterapeuta Juliano Veloso, a maioria dos relatos de dores na coluna revela um incômodo presente há anos. “São pessoas que, já tendo passado por vários médicos e várias sessões de fisioterapia convencional, relatam importante melhora na primeira sessão de osteopatia, podendo em poucas sessões informarem o desaparecimento total da dor”, destaca.


Para o especialista, a osteopatia gera resultados por se basear na avaliação global de cada caso, observando a pessoa em detalhes, e não buscando tratar somente a dor. “O objetivo é buscar a principal disfunção que leva à dor e ao desconforto, devolvendo ao paciente a capacidade de realizar suas atividades diárias sem dificuldade ou dor”, frisa Veloso.

As sessões duram em média 50 minutos. “Como cada indivíduo tem sua particularidade que o diferencia dos outros, a quantidade de sessões varia caso a caso, mas a escolha de um bom profissional contribui muito para que o resultado esperado seja alcançado”, completa Juliano Veloso.

sábado, 9 de julho de 2011

Envelhecimento é causa de lesões nos joelhos




Especialista alerta para cuidados simples, mas que podem fazer toda a diferença para a melhora da qualidade de vida

O joelho é articulação importante na independência e na dinâmica da vida das pessoas. Por consequência, a maioria das dores crônicas no joelho impede a atividade diária ou a realização de exercícios físicos, trazendo problemas à qualidade de vida ou o agravamento de doenças já instaladas. Indiretamente, a dor no joelho aumenta o acúmulo de gordura abdominal, facilitando o aparecimento da obesidade e seus efeitos, como aumento da pressão arterial e excesso de açúcar no sangue.

Segundo o ortopedista, especialista em Medicina Esportiva e Regeneração Tecidual, José Fábio Lana, a Síndrome Metabólica é um problema gerado por três alterações do organismo: aumento de pressão arterial (hipertensão arterial), desequilíbrio de gordura no sangue (dislipidemia) e excesso de glicose (hiperglicemia). “Distúrbios que atingem cada vez mais pessoas depois dos 40 anos e que são responsáveis pelo desenvolvimento de doenças graves, como o diabetes, o infarto e o AVC (acidente vascular cerebral)”, destaca o especialista.

Lana afirma que é justamente nesta fase da vida que mais necessitamos do uso ideal dos joelhos para controlar futuros desequilíbrios do organismo. “A principal arma para combater a Síndrome Metabólica é a atividade física regular, que melhora todas as funções do corpo, inclusive os hormônios e o fluxo sanguíneo para os órgãos e sistemas. O envelhecimento do joelho pode começar com uma lesão nos meniscos, estruturas fundamentais ao equilíbrio de músculos e do esqueleto. A lesão pode desencadear o início de um problema comum e incapacitante à terceira idade, a osteoartrose”, alerta o ortopedista.

O especialista explica que os meniscos funcionam como verdadeiros amortecedores e estruturas de encaixe dos ossos dos membros inferiores, como acontece na conexão da coxa (fêmur) com o osso da perna (tíbia). “Constituídos por uma trama de fibras, os meniscos são como molas para a distribuição adequada da carga sobre a articulação, o que promove o encaixe correto dos ossos e o equilíbrio necessário durante uma caminhada, uma corrida ou a subida ou descida de uma escada, por exemplo. Neste sentido, são estruturas altamente solicitadas quando vamos fazer qualquer atividade física ou diária”, esclarece José Fábio Lana.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Massagem com gelo (crioterapia)




É feita com dois cubos de gelo, no sentido circular e longitudinal, tendo a duração de 20 a 30 minutos como máximo em periodos de 8 minutos com intervalos de 2 minutos, oferece ótimos resultados. Uma aplicação repetida é sempre mais eficaz que uma prolongada.

Deve-se humidificar um pouco a pele para se obter uma boa condução do frio.

Tem uma ação relaxante, anti-inflamatória e analgésica.

A aplicação imediata em pequenas lesões, tais como entorses, distensões ou traumatismos proporciona excelentes resultados.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Dor é sinal da existência de lesões



Atividades físicas intensas e sem pausa para descanso, mas também o descuido na hora de carregar objetos pesados são algumas das causas de deslocamentos laterais e giratórios que podem provocar a compressão inadequada e perigosa dessas estruturas, que acabam sofrendo um desgaste mais rápido com o passar do tempo.

Especialista em Medicina Esportiva e Regeneração Tecidual, José Fábio Lana explica que esse desgaste é natural e faz parte das mudanças causadas pelo envelhecimento. No entanto, maus hábitos podem acelerar esse processo de ressecamento e desgaste, o que compromete a elasticidade dos movimentos e a capacidade de adaptação aos esforços simples e complexos do dia-a-dia.

“O acúmulo de lesões associado a uma menor capacidade de recuperação e de cicatrização, próprio de quem passou dos 40 anos, podem causar lesões maiores e deslocamentos do menisco dentro do joelho. Como resultados disso surgem o inchaço e a sensação de que o joelho começa a falhar. Em curto prazo, a cartilagem passa a ser desprotegida e as forças causadas pelo peso da pessoa ao caminhar danificam ainda mais a estrutura”, afirma Lana. Hoje esta é a principal causa da artrose do joelho.

As lesões podem acontecer ao caminhar por um período maior, fazer um exercício mais intenso, subir ou descer uma ladeira e até ao agachar bruscamente para fazer limpeza ou faxina em casa, destaca o médico. “Normalmente, a pessoa sente uma forte dor, como uma fisgada ou a sensação de travamento do joelho; depois aparecem o inchaço e a dificuldade para percorrer distâncias maiores. E, como a maioria das pessoas, geralmente por desinformação, não procura ajuda médica, a lesão acaba ocorrendo várias vezes. O ideal é buscar orientação de um especialista o quanto antes para que a terapia precoce evite o acúmulo de lesões”, completa José Fábio Lana.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Massagem desportiva aplicada às várias modalidades


Em função do resultado do trabalho muscular, podemos distinguir três tipos de desportos:

a) Os que implicam o uso da força

b) Os que tendem a potenciar a agilidade e a rapidez

c) Os que são dirigidos a dotar o corpo de resistência


a) DESPORTOS QUE IMPLICAM O USO DA FORÇA

O conjunto de movimentos a que se submete o corpo na prática destes desportos, obriga à actividade da quase totalidade do sistema muscular e a um grande gasto de energia nas contracções musculares.

O sistema muscular consegue assim, um grande fortalecimento (músculos curtos), formando parte deste grupo:

O BOXE. É um desporto duro que requer grande esforço muscular e cárdio-respiratório. As regiões musculares onde o massagista desportivo deve centrar mais atenção, são:

OMBROS, BRAÇOS, ABDOMEN, GÉMEOS

A HALTEROFILIA. Exige uma estrutura de grande solidez e resistência tanto muscular como articular. As regiões solicitadas são:

PESCOÇO, OMBROS, ABDOMEN, QUADRICIPITES, LOMBARES.


b) DESPORTOS DE AGILIDADE E RAPIDEZ

Estes desportos obrigam o atleta a possuir uma constituição

muscular (músculos largos, elásticos) e articular ágil e

sensível aos impulsos nervosos. Neste grupo incluiremos:


A NATAÇÃO. Utiliza praticamente a totalidade da massa muscular, especialmente a região dorsal e extremidades.

REGIÃO DORSAL, OMBROS, EXTREMIDADES INFERIORES E SUPERIORES, requerem a maior atenção do massagista desportivo.


O ATLETISMO. Na maioria das disciplinas atléticas (corrida, marcha, saltos, etc.) são as pernas que realizam a maior parte do esforço muscular. Deve-se pois prestar mais atenção à:


REGIÃO LOMBAR, TENDÃO DE AQUILES, GÉMEOS, QUADRICÍPITES, GLÚTEOS, OMBROS. (DELTÓIDES)


Nas especialidades onde se inserem os lançamentos, ocupamo-nos também dos BICÍPITES, TRICÍPITES, ANTEBRAÇO E MÃOS.


O BASQUETEBOL/FUTEBOL. Obrigam a possuir umas condições físicas que engloba resistência (muscular, articular, e cardíaca), agilidade, velocidade, rapidez e coordenação dos movimentos.

São considerados por isso desportos “ completos “, e por essa razão a massagem deve ser generalizada.


C) DESPORTOS DE RESISTÊNCIA

Implicam um trabalho muscular equilibrado.

As contracções musculares realizam-se em função de uma cadência regular e moderada (economia de energia) que permite o fácil controlo da força e frequência, para canalizar uma boa parte do esforço para as necessidades respiratórias e cardíacas.

A MARATONA. É talvez a corrida que requer melhor condição física e que causa mais desgaste físico no atleta. Por isso devemos ter especial atenção para:

MÚSCULOS INSPIRADORES (TÓRAX), EXTENSORES DAS EXTREMIDADES INFERIORES, ABDOMINAIS E REGIÃO LOMBAR.

O CICLISMO. Uma grande resistência cardíaca e um bom funcionamento pulmonar, são condições indispensáveis para a prática desta modalidade que implica também, um intenso trabalho muscular das EXTREMIDADES INFERIORES, REGIÃO LOMBAR E CERVICAL; E TAMBEM ARTICULAR (JOELHOS E TORNOZELOS).

O massagista desportivo, conhecendo os efeitos fisiológicos dos desportos, pode estabelecer, uma ordem de prioridades em relação à zona a tratar, a duração do tratamento, a intensidade e a mobilização por regiões.

terça-feira, 5 de julho de 2011

Massagem Desportiva




Cada modalidade esportiva usa grupos de músculos de diferentes maneiras.

O massoterapeuta direcionado ao esporte deve estar familiarizado com cada grupo muscular mais solicitado. E com cada modalidade esportiva, a fim de identificar o stress de cada atleta.

Realizada unicamente em pessoas em perfeitas condições de saúde, destinada a uma função tonificante e estimulante. Consiste numa técnica de massagem profunda, com manobras de deslizamentos, fricções e de amassamentos.
Que leva a uma movimentação rigorosa em toda massa muscular, recomendável para pessoas que participam de atividades físicas, esportes como Hobby ou profissionalmente.

Promovendo uma maior resistência muscular, evitando assim as câimbras, distensões, torção, precoses, a recuperação do atleta e fantástica. Auxiliando assim o atleta na promoção de melhorar a amplitude de seus movimentos e flexibilidade dos músculos.

Em se tratando em atleta top de linha, em qualquer modalidade a massagem desportiva e indispensável. É raro o caso do atleta solicitar uma sessão antes de alguma competição.
Pois já existe uma progamação pré estabelecida na grade do atleta.

Após uma competição, por exemplo futebol, corrida e maratona e sugestivo realizar a sessão após as primeiras 24 horas, porque pode mascarar algum tipo de Lesão, que possa ocorrer durante a competição.

No tênis profissional, após uma partida e sempre sugestivo realizar uma sessão.
Já na natação profissional, realiza a sessão de massagem desportiva antes e após a competição.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Curso de massoterapia social: término das inscrições em Salvador, Bahia

Curso ensina técnicas para evitar problemas neurocirculatórios, além de doenças da modernidade social. Os participantes que obtiverem 80% de frequência nas aulas vão ter direito a certificado que habilita para atuar no mercado.

Inscrições: até o dia 7 de julho.

Local: sede do Grupo de Trabalho de Educação Física (Gtef), no Campus I da UNEB, em Salvador.

Investimento: R$ 50.

Aulas: de 9 a 11 de julho, no Gtef, das 8h às 12h e das 13h às 17h (dias 9 e 10), e das 8h30 às 10h30 (dia 11).

Informações: (71) 3117-2476.

Realização: Gtef.

Musa do polo aquático divide treinos com massagem para atletas

Luiza Carvalho recebe o nadador Bruno Fratus em casa para uma sessão de massagem relaxante


A centro da seleção Luiza Carvalho representa o que o Brasil tem de melhor no polo aquático. Mas as mesmas mãos que fazem gols dentro da piscina e levantam troféus fora dela realizam uma atividade bem diferente longe da água. A musa é massagista nas horas vagas e cuida dos músculos de outras estrelas da natação dentro da própria casa.

A MASSAGEM E A VIDA NAS PISCINAS

Após o trabalho fora das piscinas, Luiza corre para iniciar o treinamento no Pinheiros - ela faz parte da seleção brasileira e vai ao Pan de Guadalajara

A rotina é simples. Formada em fisioterapia, Luiza se especializou em massagens de relaxamento para atletas. Por conta disso, recebe outros colegas para ajudar na recuperação depois dos treinos. Entre os clientes, estão nomes como Bruno Fratus e Flávia Delaroli.

“Vou te falar que dói bastante, viu? Mas é uma dor necessária. Isso ajuda você a manter a qualidade do treino sempre. Como ela tem a mão pesada, é melhor ainda. O corpo fica bem solto”, afirmou a revelação da natação Bruno Fratus, que já recebe as massagens da jogadora há alguns meses.

Além do conhecimento em relação às necessidades dos atletas, o preço cobrado por Luiza é outro atrativo. Apenas R$ 40 reais rendem uma sessão de massagem com a especialista. Porém, ela não abre o serviço para todos, apenas para conhecidos.

“Como faço as massagens em casa, não posso cobrar muito. Mas não costumo receber muitas pessoas que eu não conheço. Não é legal, pois absorvo muita energia. Às vezes, se a pessoa chega muito estressada, saio até com dor de cabeça”, afirmou a atleta do Pinheiros, que ganhou o Prêmio Brasil Olímpico do ano passado como melhor jogador de polo do país.

Luiza começou a trabalhar como massagista há quase três anos, quando se especializou após a faculdade. Ela chegou a trabalhar em spas e dependia diretamente da verba. Mas atualmente, com o salário do Pinheiros e o Bolsa Atleta, ela realiza o trabalho apenas porque gosta.

“Costumo receber vários clientes em épocas antes dos campeonatos. A semana fica cheia, mas é algo que realmente gosto de fazer”, completou.

A massagem de Luiza Carvalho já faz tanto sucesso, que até mesmo atletas rivais chegam a contratá-la. É o caso de Denise Costa, atleta de polo do Paulistano, que também faz as sessões com a centro. “Vale a pena. A rivalidade fica só na piscina”, declarou Denise

domingo, 3 de julho de 2011

Massagem e depilaçao desportiva



MASSAGEM DESPORTIVA: indicada para atletas e praticantes de atividades físicas (musculação, ginástica,corrida...), proporciona relaxamento muscular, aumenta a microcirculação, ativa a oxigenação e absorção de nutrientes, melhora a elasticidade, elimina as toxinas (ex.: ácido lático) e previne lesões.


Emprega-se fricções profundas, alongamentos e outras técnicas adequadas a cada caso e perfil corporal. Pode ser realizada no corpo todo ou somente em áreas específicas, podendo ser conjugada com outros tipos de massagem (estética, relaxante, hidratante).


Obs.: A massagem desportiva não substitui a reabilitação fisioterápica quando indicada.

DEPILAÇÃO DESPORTIVA: indicada para atletas de natação, ciclismo ou praticantes de atividades físicas que querem melhor exibição dos músculos e contornos corporais. Pode ser realizada através de aparamento com máquina (ideal para quem não quer ficar com totalmente liso ou que possua problemas de foliculite, pêlos encravados, alergias etc) ou remoção com cera quente.


A critério do cliente, realiza-se no corpo todo ou somente em partes específicas (peitoral, costas, pernas, íntima). Recomenda-se a realização de esfoliação corporal pré (mesmo dia) e pós depilação (uma semana) para melhores resultados.

sábado, 2 de julho de 2011

Massagem Esportiva para alívio das dores



Buscando na História encontramos tanto no oriente como no ocidente citações sobre a manipulação datadas de épocas muito Antes de Cristo, mas foi só no começo do século 20 que começou a existir um interesse maior das comunidades ligadas à área da saúde por este tipo de terapia. Tocar faz parte da natureza humana sempre foi dessa maneira, quando bebes recebemos de nossos pais através do carinho todo o amor e o cuidado que eles têm.

Desta forma somos acostumados a este tipo de comunicação. Hoje muito difundida a massagem deixa de ser uma exclusividade de pessoas com problemas de tensão, coluna, etc. para voltar fazer parte do dia a dia das pessoas.

Sendo uma das primeiras formas de terapia física a Massagem Esportiva atravessou os últimos 3000 anos levando conforto, alivio e bem estar aos praticantes de esporte.

Nos dias de hoje, seja qual for o motivo, busca por um corpo perfeito, saúde, qualidade de vida ou ainda melhora de rendimento em atletas profissionais, a verdade é que as pessoas estão se exercitando cada vez mais e nesse contexto a Massagem Esportiva volta a ser uma das principais terapias para o alivio das dores e cansaço provocados atividade física.

Tanto na Massagem Esportiva como em outros tipos de massagem os objetivos são muito parecidos, relaxamento e alivio de tensões entre eles, mas se diferem em aspectos específicos; É preciso que o terapeuta tenha um conhecimento mais profundo do sistema muscular e esquelético alem de entender as especificidades de cada esporte.

A compreensão desses sistemas, dos efeitos dos exercícios sobre o corpo e da necessidade especifica do atleta é essencial para que a Massagem Esportiva possa trazer os benefícios esperados tanto para atletas de elite quanto para os esportistas e praticantes de atividades físicas em geral.

A Massagem Esportiva, aplicada com habilidade, é a terapia mais eficaz para liberar a tensão muscular e restabelecer o equilíbrio do sistema músculo-esquelético. Recebida regularmente pode ajudar os atletas a prevenir lesões, que podem ser causadas pelo uso excessivo do corpo. Uma constante acumulação de tensão nos músculos da atividade regular pode levar a tensões nas articulações, ligamentos, tendões, bem como os próprios músculos.

Esses desequilíbrios musculares muitas vezes não são diagnosticados, até que fiquem graves o bastante para causar o desconforto no atleta ou impedir seu desempenho. O massagista qualificado é capaz de detectar variações nos tecidos moles e usando as técnicas corretas, ajudar o atleta a se manter saudável e em bom estado físico, sendo este, um dos maiores benefícios da massagem uma vez que foca na prevenção de lesões.

massagemesportiva.com.br

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Massagem Miofascial no esporte

Com o advento das práticas esportivas seja por questões ligadas diretamente à saúde ou na busca pela melhora do desempenho de atletas profissionais percebe-se um aumento no número de lesões relacionadas ao esporte.

A Massagem Miofascial é um método Manual de Tratamento do Sistema Miofascial (músculos e "fáscias"). A Fáscia é uma membrana contínua de tecido conjuntivo, que se espalha tridimensionalmente como uma rede, através de todo o corpo sem interrupção envolvendo músculos, vasos, nervos e todos os órgãos. Encurtamentos no Sistema Miofascial podem acarretar condições de dor, disfunções nos movimentos, alterações posturais, etc.
Todo músculo do nosso corpo é envolvido por um tecido conjuntivo chamado fáscia. Ela não só envolve os músculos como também as vísceras, as artérias e as veias. Podemos desta forma então entender a sua grande extensão, e sua importância.

Através de um toque com pressão leve ou moderada, focado nos locais de restrições musculares, o terapeuta busca um aumento da circulação sanguínea na região, alterações bioquímicas locais, e dessa forma um alongamento da fáscia e por conseqüência do músculo.

Ao massagear os músculos separadamente estamos atingindo as fáscias de revestimento muscular ou fáscia profunda; já a fáscia superficial está abaixo da pele e é atingida pela massagem de alongamento seguindo as linhas de langer.

Ao examinar o paciente é possível encontrar os pontos gatílhos miofascial , são pontos em forma de nódulos, dentro de uma faixa rígida de tecido muscular que irradia a dor. A liberação destes pontos é o objetivo desta técnica de massagem. Estes pontos gatílhos são os causadores da fibromialgia e diversas síndromes dolorosas de músculos e articulações incluindo a coluna vertebral.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts with Thumbnails