Páginas

domingo, 31 de julho de 2016

Massoterapia Neuromuscular


A técnica consiste em apoiar o fluxo de energia no corpo, por meio de toques leves ou a permanência das mãos sobre a pele, com intuito de fazer com que a energia bloqueada circule livremente pelo corpo. Estes incluem o Reiki, Polaridade e Toque Terapêutico, bem como as massagem tradicionais. 
Liberação miofascial e Neuromuscular Therapy:
O objetivo é otimizar o funcionamento do sistema facial, incluindo técnicas como compressão – estático e ouvir/seguir o ritmo craniossacral.
Tem o intuito de aliviar disfunções locais do tecido, incluindo os pontos de gatilho, isquemia, inflamação, hipertonia muscular, e invasão do nervo. Para o desenvolvimento são realizadas 15 técnicas de componentes entre elas a aplicação de compressão de frio e calor, pressão direta, vibração e centrada em pontos de gatilho e etc.

sábado, 30 de julho de 2016

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Massagem relaxante das fibras musculares



Técnica que facilita o equilíbrio energético, utilizando técnicas terapêuticas de desbloqueio dos meridianos, que provoca um relaxamento das fibras musculares. Ideal para ser feita pós-treino para todas as modalidades esportivas.

quinta-feira, 28 de julho de 2016



A massoterapia além de prevenir doenças e tratar dores crônicas pode também ser uma forte aliada na preparação de atletas em períodos de competição ou mesmo em Off Season, pois não raramente precisam cuidar de lesões, reduzir retenções líquidas, melhorar o alongamento muscular e a amplitude das articulações, além de também merecerem uma boa hora de relaxamento e paz - corpo e mente agradecem. 

Um fator importante também é o uso da massagem miofascial nas sessões com atletas que buscam a superação e desejam também aumentar a capacidade elástica das fibras e fáscia musculares, bem como melhorar amplitudes articulares. AS CATEGORIAS DE ATLETAS que já conheceram o meu estúdio são as seguintes: BODYBUILDER, BODYFITNESS, E se você não é atleta, não tem problema, as terapias corporais que serão aplicadas em meu espaço são favoráveis à qualidade de vida de todos. 

 MEU MÉTODO DE TRABALHO

Sempre emprego diferentes técnicas cuja combinação contribui para o alinhamento corporal, a correção postural, o relaxamento muscular e a otimização do sistema circular e linfático. 

Atualmente minhas atividades estão associadas à qualidade de vida das pessoas que recorrem as minhas terapias para prevenir lesões, ter um corpo mais flexível e uma mente zen. 

.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Pronto para correr uma maratona?



A pergunta até parece fácil de responder, pois todo mundo acredita que se está treinando certinho, com a planilha em dia, é só ir e fazer a prova. Mas se engana quem acha que é só isso. Maratona é muito mais do que treinar: alimentação, descanso e cabeça boa contam (e muito)!
Durante três meses, no mínimo, as exigências são grandes. É preciso um maior cuidado durante a semana para a realização das atividades planejadas, ajustando os horários de treino, alimentando-se de forma correta e se possível, com acompanhamento de um nutricionista. Além disso, entenda que o período de descanso é tão importante quanto o treino, pois ajuda no fortalecimento e na recuperação da musculatura. Falando da "cabeça", o psicológico precisa está em dia, pois é algo que pesa durante 42 quilômetros rodados.
Como se sentir seguro no dia?
Se fez o "dever de casa" nos meses anteriores da preparação, meio caminho já foi! Agora antes da prova, descanse bastante, coma uma bela massa (estoque de glicogênio é sempre bom) e deixe seu tênis, roupas e acessórios organizados, limpos e separados.
Lembre-se que a dica é não usar NADA novo. Faça o possível para testar tudo que vai usar durante a prova em seus treinos de preparação.
Conheça o trajeto
Algo comum que muita gente esquece é de analisar o trajeto da prova. Esse ponto é muito importante, pois te ajuda a montar um plano de rodagem em cima do percurso, não se cansando antes do tempo.
Faça massagem
O melhor seria que nos meses de preparação o atleta separasse um tempo para uma massagem semanal. Muitos ainda não possuem esse hábito, mas ela é o "plus" que faz bastante diferença para o desempenho físico e recuperação muscular.
Caso não tenha esse tempo, pelo menos na semana anterior da prova, aproveite para soltar a musculatura e faça massagem desportiva. Ela irá aliviar a tensão na musculatura, além de fazer você relaxar um pouco também!

terça-feira, 26 de julho de 2016

Massagem, alongamento e descanso para câimbra



As câimbras ocorrem quando seu músculo sofre de espasmos, se contraindo involuntariamente e não relaxando. Câimbras como essas podem durar desde alguns segundos ou até mesmo vários minutos. Normalmente é um exercício muito exagerado que provoca esse fenômeno.
Quantas vezes vemos jogadores de futebol sofrerem de câimbras quando eles jogam mais tempo do que o normal?
Uma hidratação inadequada pode, por vezes, também ser a culpada. Um descompasso entre os eletrólitos no seu sangue pode contribuir para o processo.
Normalmente, um alongamento, massagem e descanso “dão um jeito” na câimbra, de acordo com o professor de educação física Tony Gallagher. Se o exercício é feito em um lugar quente, a hidratação é de primordial importância.
Para maximizar as chances de prevenção da câimbra, esteja bem hidratado, treine com uma freqüência e intensidade adequada para você e para o tipo de esporte que pratica, coma bastante frutas e vegetais e tente fazer alongamentos, para que seus músculos fiquem mais flexíveis e para que não sintam tanto os exercícios.
Alguns tipos de remédios, os diuréticos, principalmente, podem induzir câimbras. E, se você está tendo câimbras sem maiores motivos, sem praticar exercícios forçados, é aconselhável consultar um médico.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Quais são os benefícios da massagem na construção do corpo?

  • Massagem pode ajudar fisiculturistas atingir seu pleno potencial.

  • Os benefícios da massagem na musculação pode aumentar a sua competitividade, melhorando seu desempenho e ajudando você a alcançar seu potencial físico. Os efeitos do treinamento duro e lesões podem prejudicar o seu desenvolvimento de musculação. A massagem pode combater os efeitos negativos de musculação e pode até ajudar você a ganhar mais massa muscular, desenvolver um físico mais proporcional e simétrico, e melhorar a sua presença de palco para os juízes da competição. 

  • Amplitude de Movimento 

    Limites de rigidez muscular amplitude de movimento, e levantando com os músculos tensos pode levar a lesões. Massagem estende feixes de fibras musculares longitudinais e para os lados para melhorar a elasticidade dos tecidos. Os tratamentos de massagens ajudam a liberar a tensão e pressão, alongando a bainha ou fascia em torno de seus músculos. Tecido cicatricial muscular pode promover a inflexibilidade e aumentar o risco de lesões e dor. A massagem pode restaurar a mobilidade por quebrar o tecido da cicatriz causada por excesso de treinamento, lesões ou traumas anteriores.

    Recuperação 

    Músculos precisam de nutrientes de recuperação para reparar os danos e crescer para o fisiculturismo. Massagem acelera o tempo de recuperação, aumentando a permeabilidade do tecido muscular e abrir micro-circulação. A massagem profunda aumenta a permeabilidade dos tecidos, abrindo os poros que permitem que os líquidos e nutrientes para atravessar de forma mais eficaz. Isto remove os resíduos, tais como ácido lático, que se acumulam durante o treinamento e inibem a contração muscular.

    Tônus muscular 

    Massagem suporta um físico bodybuilding bem definido, aumentando a circulação, que melhora o seu tônus ​​muscular. Tecidos musculares danificados ou apertados não segurar bem sangue e diminuir o seu tônus ​​muscular. O seu massagista pode usar uma técnica de bombeamento para mover o líquido através dos vasos sanguíneos e linfonodos. Bombagem envolve o aumento da pressão na parte da frente do derrame para criar um efeito de vácuo nos seus vasos. Isso melhora o tônus ​​muscular, ajudando tecidos danificados e apertados obter nutrientes necessários para o crescimento e reparação.

    Prevenção de Lesões Esporte 

    Você pode tratar ou prevenir lesões durante a musculação, obtendo uma massagem desportiva regular. Encontre uma massagem esportes terapeutas que estudou terapia esportiva, fisioterapia ou reabilitação de esportes, e ter-lhe administrar massagens para tratar ou prevenir lesões relacionadas à musculação. Skilled esportes massoterapeutas pode identificar e tratar rigidez muscular, bem como pontos de gatilho e tecidos da cicatriz que pode aumentar o risco de lesão.

    Psicológico 

    Massagens pré-evento também se beneficiam fisiculturistas. Receber uma massagem antes de uma competição de fisiculturismo pode melhorar o seu desempenho, melhorando seu estado mental. A massagem pode aumentar o seu nível de confiança e diminuir qualquer estresse acumulado que se desenvolveu como resultado de seu treino de musculação. Sentindo-se confiante e relaxado antes de uma competição irá refletir no seu desempenho.

domingo, 24 de julho de 2016

Terapia manual através da massagem desportiva



A terapia manual através da massagem desportiva reúne um conjunto de técnicas que visam o melhoramento do tônus muscular proporcionando o aumento do desempenho e performance física do atleta. A manipulação e reabilitação dos tecidos moles do corpo, incluindo músculos, ligamentos e tendões produzem resultados mecânicos, fisiológicos e psicológicos próprios por intermédio dos mecanismos reflexos e diretos, permitindo ainda: 

• A diminuição das lesões e melhoria da consistência do treino
• A prevenção de lesões musculares e dos tendões
• A promoção da cura de lesões agudas
• A redução dos espasmos musculares, promovendo a restauração da fisiologia muscular
• Melhoria da circulação sanguínea
• Melhoria da mobilidade articular
• Alívio dos músculos em tensão, rígidos e fatigados depois da prática desportiva ou após uma grande tensão física ou emocional
• A redução da Fadiga
• A serenidade mental
• O aumento da confiança

sábado, 23 de julho de 2016

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Uma massagem é um excelente tratamento para problemas musculares



As massagens podem trazer benefícios, não só para o corpo, como também para a alma. técnicas que ajudam no relaxamento e podem melhorar a sua vida em todos os sentidos. Uma boa massagem acalma o sistema nervoso, estimula o sistema imunitário e contribui para o funcionamento pleno do sistema digestivo. 

As massagens ajudam a desenvolver e a manter uma boa postura. É benéfica para combater a fadiga física, aliviar dores de cabeça/enxaquecas e olhos cansados. Torna-nos mais conscientes dos nossos próprios corpos, sendo que o próprio toque humano cria uma ligação saudável entre corpo e mente, potenciando ainda a auto-estima, concentração, criatividade e clareza de mente. Diz-se também que as massagens, para além de terem um efeito rejuvenescedor, contribuem para uma pele saudável. 

As próprias técnicas de massagem distribuem oxigénio e nutrientes essenciais a todas as células do organismo o que, por sua vez, estimula a circulação sanguínea. As massagens melhoram o desempenho e funcionamento pleno do sistema linfático, ou seja, são um excelente desintoxicante, na medida em proporcionam a libertação de toxinas do organismo. Uma massagem é um excelente tratamento para problemas musculares – principalmente dores, espasmos e cãibras – ajudando ainda na sua prevenção. 

As técnicas de massagem são amplamente utilizadas para o tratamento de condições específicas, como a artrite e a dor ciática. As massagens são ainda indicadas para desportistas de alta competição ou até mesmo para amadores, uma vez que mantêm os músculos saudáveis, com menos riscos de ruptura e inflamação, potenciando a performance desportiva.

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Massagens regulares



Massagens regulares podem acelerar a recuperação e são uma ferramenta de treinamento valiosa até para melhorar o desempenho. “A rigidez muscular pode causar problemas a longo prazo. Se você souber como seu corpo deve funcionar quando tudo está equilibrado, você tem mais chance de notar pequenos problemas antes que eles se tornem crônicos”, diz JoEllen Sefton. Mas nem toda massagem é igual e cada uma cumpre um objetivo. “As manobras a serem feitas em um corredor antes da prova são totalmente diferentes das exigidas num momento pós-prova. Se no começo a ideia é deixar a atividade mais confortável, depois da corrida o foco é a recuperação”, explica Marino. Se você é um corredor iniciante, também vai se beneficiar da massagem: ela alivia as dores comuns quando iniciamos um novo esporte, colaborando para que você não desista de seguir na corrida.
Ok, massagem é ótimo, mas você não tem como bancar tratamentos semanais? Mesmo uma automassagem simples pode ser benéfica. “Passe creme nas mãos e faça deslizamentos suaves com as palmas abertas sobre o corpo e sempre em direção ao coração. Isso já melhora a movimentação do sangue e conforta o corpo”, ensina Marino. Já o trabalho corporal antes de uma prova ou treino intenso deve ser leve. “Não queremos músculos doloridos ou sobrecarregados”, diz a massagista Anna Gammal, que trabalhou com atletas nos Jogos Olímpicos de 2012.
Depois de uma corrida ou treino extenuante, um terapeuta pode ir mais a fundo (ou pegar leve) para auxiliar na recuperação. “Conversando com o atleta e entendendo o esforço que ele faz, definimos os movimentos para recuperar um músculo que já foi bastante exigido. A intensidade deve ser outra”, diz Marino.
Fonte: runnersworld.abril.com.br

terça-feira, 19 de julho de 2016

Massagem reduz dores musculares tardias (DMT)



Massagistas fazem parte das comitivas de corredores de elite por um bom motivo — o mesmo que explica as longas filas para massagens após a linha de chegada, nas corridas — mesmo as massagens mais intensas são uma delícia. Segundo os corredores, uma boa massagem ajuda a diminuir a tensão muscular e a aumentar a amplitude dos movimentos, além de relaxar e recompensar os atletas por seu esforço. “Eu digo que elas promovem até um bem-estar psicológico: é confortante receber uma massagem após a corrida”, diz Eduardo Marino, massoterapeuta formado pelo IBMR (Instituto Brasileiro de Medicina e Reabilitação).
 Segundo muitos terapeutas, a massagem alivia os músculos doloridos, promove a circulação, elimina toxinas e ácido lático do corpo e alivia a tensão nas articulações. Mas só agora a ciência começa a revelar o que é verdade e sobre seus benefícios.
A boa notícia
A massagem aplica pressão em movimento nos músculos e outros tecidos, como tendões, ligamentos e fáscia (que envolve os músculos, como uma capa). “Essa energia amolece o tecido fascial e relaxa os músculos enrijecidos”, explica JoEllen. Além disso, remove aderências entre a fáscia e os músculos (pontos onde ambos estão grudados, restringindo o movimento muscular). A notícia é especialmente boa para você, corredor, porque seu corpo depende de articulações e músculos ágeis para ter desempenho máximo e sem dores.
Estudos publicados no Journal of Athletic Training e no British Journal of Sports Medicine constataram que a massagem após os exercícios reduziu a intensidade das dores musculares tardias (DMT) — aquela sensação de enrijecimento nas pernas que começa dois dias após o esforço. Outra pesquisa sugere que ela melhora a função imune e ainda ajuda a reduzir inflamações. “Uma massagem adequada pós-corrida trabalha o músculo para amenizar um processo inflamatório, colaborando para a recuperação do atleta”, afirma Marino. Mark Rapaport, pesquisador da Emory University (EUA), descobriu que basta uma massagem para aumentar o número de vários tipos de linfócitos (glóbulos brancos essenciais para o combate a infecções) e, ao mesmo tempo, diminuir os níveis de cortisol (o “hormônio do estresse”, relacionado à inflamação crônica). Uma massagem também pode ajudar a conter doenças crônicas: “A inflamação sistêmica está associada a uma série de efeitos nocivos, como ataque cardíaco e AVC”, diz Rapaport.
A pesquisa de Crane encontrou menos inflamação nos membros massageados — e 30% a mais de um gene que ajuda as células musculares a produzir mitocôndrias (os “motores” que transformam o alimento de uma célula em energia e que facilitam seu reparo). “Isso sugere que a massagem poderia fazer com que os corredores tolerassem mais exercício e um treino mais pesado”, diz.

segunda-feira, 18 de julho de 2016

TOQUE HUMANO - FISIOLOGIA OU COMPROVAÇÃO DE EFEITOS FISIOLÓGICOS?



O neurocientista inglês Francis McGlone, da área de pesquisa e desenvolvimento da multinacional Unilever, e uma equipe da Universidade de Gotemburgo (Suécia) descobriram, em 2008, uma fibra nervosa, a fibra-C, que responde pela sensação de prazer originária de um toque agradável. Uma vez ativada, essa fibra leva a sensação ao córtex órbito-frontal (a área do cérebro que regula as emoções e está relacionada aos sistemas de recompensa e compaixão), o que causa a liberação de hormônios ligados ao bem-estar. Entre eles está a oxitocina, o “hormônio do amor”, que, além de influenciar no estabelecimento e na manutenção de relacionamentos, estimula a confiança e reduz os níveis do cortisol, o hormônio do estresse. 

McGlone ressalta que as fibras-C não têm relação com o prazer experimentado ao se friccionar órgãos sexuais, nem com as palmas das mãos ou as solas dos pés. Segundo o neurocientista, a fórmula perfeita para um toque carinhoso é fazê-lo numa extensão entre quatro e cinco centímetros de comprimento por segundo, aplicando dois gramas de pressão por centímetro quadrado. McGlone salienta ainda que as mensagens de prazer originárias do toque seguem da pele para o cérebro por fibras nervosas similares às que enviam a sensação de dor – o que explicaria, por exemplo, por que um estímulo de dor é aliviado quando a região em que surge é imediatamente massageada ou acariciada.


Edição 466 - Julho/2011 –Revista Planeta.
Instituto do toque Miami - 2008

domingo, 17 de julho de 2016

Benefícios da Massoterapia nas atividades pré e pós esportiva




Diferente de uma massagem para relaxamento, a massagem desportiva é uma ótima ferramenta para preparar e recuperar a musculatura para quem pratica exercícios físicos. Leia todo o artigo e saiba mais sobre o que é massagem desportiva!
Para quem pratica atividade física é fundamental conhecer mais sobre o que é a massagem desportiva, pois acredito que seus rendimentos irão aumentar consideravelmente.
Se você já sentiu dores após um treino, uma corrida, uma competição, saiba que a massagem desportiva é a técnica mais indicada para sua preparação e alívio de dores, pois ela melhora a circulação sanguínea e ajuda a eliminar as toxinas existentes na musculatura.
Esta técnica é indicada tanto para amadores e profissionais e pode ser feita na pré e pós-competição.
Esta massagem age nas dores do atleta, mas é indicada não só quando se tem lesão e sim, principalmente, ao contrário. Ela deve ser realizada para prevenir lesões.
A massagem desportiva pode ser feito nos dias do treinamento ou em dias intercalados. Após competição serve para relaxar a musculatura que foi sobrecarregada devido às competições.
Beneficios
Atletas ou pessoas que praticam exercícios físicos com frequência sabem que a musculatura precisa de preparação e recuperação. A massagem desportiva é reconhecida por tratar (recuperação) e ajudar a alcançar melhores objetivos (preparação) ao esportista – serve, portanto, para pré e pós atividades físicas e/ou competições. Na fase de condicionamento, pode ajudar os atletas a recuperarem a musculatura após um treino intenso e também a evitar dores causadas pela fadiga. Neste momento, as manobras devem ser realizadas com mais velocidade e intensidade, para “acordar” a musculatura, elevando a circulação e temperatura local. Após uma competição, pode auxiliar na regeneração muscular, alongando as fibras musculares, eliminando possíveis edemas e toxinas (como o ácido lático) do corpo. Neste caso, a massagem deve ser mais lenta e precisa. Muitos autores acreditam que a massagem desportiva realizada após uma atividade física intensa, promove uma recuperação muscular mais rápida – além da diminuição da dor.
A técnica também trabalha nos trigger points (pontos de gatilho), nódulos sensíveis e palpáveis causadores de dores locais. Geralmente localizam-se onde músculo e tecido se conectam, lugar onde a tensão se acumula. Os pontos de gatilho podem estar longe do ponto de origem da dor – e podem causar problemas como enxaquecas, torcicolos e dores nos braços e pernas, por isso a importância de serem trabalhados.
Como se percebe, a massagem desportiva pode ser benéfica para pessoas que curtem atividade física ou aquelas que se dedicam exclusivamente ao esporte. Em ambos casos é bem vinda, pois tem também um efeito psicológico, ligado ao bem estar, desencadeado pelo toque e pelo relaxamento.
O que modifica em cada caso é a maneira de ser aplicada e, por isso cabe ao profissional que for executá-la conhecer a pessoa que vai receber a técnica, saber qual esporte pratica e quais áreas do corpo são mais utilizadas – assim poderá fazer uma massagem mais efetiva e correta. Muitos atletas, como os jogadores de futebol, corredores e fisioculturistas, são usuários da massagem desportiva – que geralmente é bem recebida pela maioria das pessoas. E o melhor: existem estudos que comprovam que a técnica ajuda o atleta a aumentar o desempenho e evitar lesões.
​Os principais objetivos da massagem esportiva são: relaxar musculatura, aliviar estresse e possíveis dores, evitar a fadiga, remoção de toxinas, aumento das articulações, diminuir edemas, aumentar o desempenho, prevenir lesões.
​Ideal ser realizada uma vez por semana. Nos casos de preparação para uma prova, pode aumentar para duas vezes na semana ou sempre após o treinamento e competição. Ela é contra-indicada para quem apresenta lesões agudas, doenças cutâneas, feridas abertas, febre, infecções, tumores, trombose, problemas circulatórios ou renais.
Resumindo:
  • Prepara a musculatura para o exercício
  • Aumenta a circulação sanguínea
  • Elimina as toxinas da musculatura
  • Previne lesões da musculatura e tendões
  • Tonifica o tecido muscular
  • Estimula a produção de adrenalina
  • Alivia as dores pós-treino

sábado, 16 de julho de 2016

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Condromalacia



Com a proximidade dos Jogos Olímpicos e com a maior demanda de pessoas realizando atividade física, especialmente corrida de rua, a exigência na articulação do joelho também aumentou muito, levando ao surgimento de lesões. O joelho é uma articulação que corre um risco maior de sofrer com sobrecarga, principalmente por conta dos movimentos de repetição. 

Dependendo do esforço, o atleta pode apresentar dor e inchaço desencadeado pela Condromalacia patelar. Além disso, outros fatores como desequilíbrio muscular e biomecânico, atividades de alto impacto também podem provocar o amolecimento da cartilagem. A mulher pode sofrer um desgaste maior da cartilagem da patela por conta do alinhamento dos membros inferiores. A condromalácia é uma patologia que pode levar anos para se manifestar. A sua causa está associada ao atrito da patela e o fêmur durante o movimento de dobrar e esticar do joelho. 

O principal sintoma da condromalácia é dor na face anterior do joelho que tende piorar quando é feito algum movimento. É comum os atletas se queixarem de dores ao subir ou descer escadas. O diagnóstico deve ser feito por meio de exames como teste compressão patelar, acompanhada de uma avaliação biomecânica. O médico também solicitar a ressonância nuclear magnética para confirmar a lesão. O tratamento pode ser feito com o auxílio da fisioterapia que pode utilizar técnicas de exercícios para controlar a dor e diminuir a pressão 

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Se você tem fortes dores musculares




Liberação miofascial é uma técnica altamente especializada de alongamento utilizado por massoterapeutas para tratar pacientes com uma variedade de problemas de tecidos moles. Quando as fibras musculares são lesadas, as fibras e as fáscias ao seu redor tornam-se curtas e tensas. Este stress desigual pode ser transmitido através da fáscia para outras partes do corpo, causando dor e uma variedade de outros sintomas em áreas muitas vezes não esperadas. 

Liberação miofascial trata esses sintomas aliviando a tensão desigual na fáscia lesionada. Liberação miofascial é usada para equalizar a tensão muscular em todo o corpo. Tensão muscular desigual pode contrair músculos e comprimir nervos, causando dor. Soltando e manipulando as aderencias da fáscia e devolvendo-lhe a sua elasticidade e flexibilidade perdidas consegue-se eliminar dores sejam elas crónicas ou não, do tipo dores miofascias.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Como Prevenir Lesões no fisiculturismo




No Treino deve ser levada extremamente a sério por todos que treinam com pesos, pois uma lesão pode fazer com que você perca um tempo precioso de treino e nos piores casos, pode encerrar sua carreira de marombeiro para sempre. Já imaginou machucar o ombro de uma maneira que você nunca mais possa treinar peito ? Vale a pena arriscar ? Veja quais são as principais lesões e como preveni-las! 

Juntas doloridas, músculos latejando e as costas rígidas. Estas são as reclamações mais comuns dos fisiculturistas. Lesões são um problema extremamente comum em qualquer esporte, mas com certeza no fisiculturismo elas são mais freqüentes devido ao grande desgaste físico e mental. 

Tipos de Lesões: 
1 – Tendinite: Inflamação do tendão que conecta o músculo ao osso. 
2 – Distensão: Excesso de alongamento de um músculo. 
3 – Deslocamento: Excesso de alongamento de um ligamento que conecta dois ossos. 
4 – Bursite: Inflamação da bursa, uma bolsa sinovial que é utilizada na articulação para evitar o atrito do tendão com o osso. 
5 – Avulsão: Simplesmente o rompimento do músculo. Tipicamente na junção do músculo com o tendão. 
6 – Contusão: Machucado gerado por impacto. 
7 – Fratura: Quebrar um osso. Pode ser fatura completa ou parcial.

 Lesões Mais Comuns: 
1 – Distensão no Pescoço: Lesão por estresse nos músculos do pescoço. Comuns ao fazer encolhimento e agachamento livre. 
2 – Rompimento do Peitoral: Lesão que resulta o rompimento do tendão que conecta o peitoral maior ao ûmero. 
3 – Distensão e Deslocamento nas Costas: Indicados por dor no centro da lombar, junto com a parte superior dos músculos do glúteo. Geralmente ocorrem por excesso de carga ou má forma na hora de executar agachamento e levantamento terra. 
4 – Distensão e Deslocamento nos Joelhos: Pode ocorrer rompimento de menisco, tendinite patelar e até bursite. Geralmente ocorrem por postura incorreta durante a execução do stiff, levantamento terra, leg press e agachamento. 

Procure um massoterapeuta para ajudar na prevenções de lesões !!

terça-feira, 12 de julho de 2016

As fáscias dos músculos



A liberação miofascial se ocupa principalmente das fáscias que recobrem os músculos, que por sua vez têm ligação com os tendões e os ossos. Um músculo é constituído de inúmeras finas fibras agrupadas, cada fibra sendo capaz de produzir movimento. Cada uma dessas fibras é recoberta de uma fáscia, que nas extremidades do músculo encontram-se e formam os tendões, que por sua vez inserem-se nos ossos e têm continuidade com eles. Cada músculo, com seu grupo de fibras e envelopes, é também todo recoberto por um envelope conjuntivo. 

Essa estruturação forma um sistema fechado, onde qualquer impulso ocorrido num ponto será transmitido aos demais. Portanto, as fáscias podem ser consideradas a matriz dos movimentos; sem elas, os músculos não teriam sustentação e capacidade de se contrair e funcionar como alavancas do movimento dos ossos, pois ficariam soltos e disformes sob a pele. Além disso, o envelope conjuntivo permite o deslizamento dos músculos uns sobre os outros, possibilitando a transmissão dos movimentos corporais de maneira ampla e fluida. 

Cadeias miofasciais 
As fáscias formam um tecido de continuidade, não há interrupção entre o final de uma fáscia muscular/tendínea, com o osso e com o músculo seguinte. Isso nos leva à nocão de cadeias miofasciais, o que estabelece a interdependência de todos os músculos entre si. 

Assim, a atuação manual do terapeuta em uma fáscia específica terá reverberação nas fáscias mais distantes, possibilitando um efeito global e a reequilibração musculoesquelética geral. Por exemplo: o terapeuta manipula as fáscias das pernas de uma pessoa e, ao ficar em pé, ela percebe que toda a sua postura foi modificada e melhor alinhada, dos pés à cabeça. 

A manipulação das fáscias é uma ferramenta fundamental nos tratamentos do sistema musculoesquelético, devolvendo maior liberdade e organizacão dos gestos, diminuição de dores e alinhamento postural. É uma abordagem notadamente eficaz no tratamento de tendinites.

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Os efeitos da massagem no alívio da dor e na recuperação muscular


A massagem terapêutica, assim como a acupuntura e a quiropraxia são técnicas há muito tempo conhecidas na medicina alternativa e complementar para aliviar a dor muscular, o estresse, para relaxar e também para prevenir dores e injúrias do tecido muscular e conectivo.
A massagem terapêutica, assim como a acupuntura e a quiropraxia são técnicas há muito tempo conhecidas na medicina alternativa e complementar para aliviar a dor muscular, o estresse, para relaxar e também para prevenir dores e injúrias do tecido muscular e conectivo. Estudos tem mostrado que a massagem tem ação na moderação do processo inflamatório muscular, melhora a circulação sanguínea e reduz a rigidez do tecido, prevenindo contraturas musculares e resultando na diminuição da sensação de dor (Gay et al., 2013).
O potencial dos benefícios dessas terapias alternativas vão além da recuperação muscular esportiva, beneficiando pessoas de todas as faixas etárias com o alivio de dores, fadiga e má postura, incluindo pessoas idosas que sofrem com lesões muscoesqueléticas e de problemas inflamatórias como artrite e artrose.
Mais de 18 milhões de pessoas submetem-se à prática de massagem nos Estados Unidos e os efeitos em nível celular são cada vez mais evidentes na literatura científica. Sabe-se que um estiramento ou extensão da musculatura esquelética resulta numa sinalização intracelular, onde ocorrerá alterações físicas na membrana das células musculares, afim de ativar proteínas específicas e interleucinas que disparam o gatilho do processo inflamatório. Portanto, pessoas que se submetem a massagem terapêutica recuperam-se mais rapidamente da inflamação muscular. Um estudo da McMaster University, de Ontário, no Canadá, mostrou jovens que foram submetidos a exercícios físicos extenuantes (pedalar) e dez minutos depois da prática esportiva somente uma das pernas foi submetida a massagem terapêutica. Os pesquisadores colheram amostras do quadríceps (músculo da parte anterior da coxa) das duas pernas dos jovens em três ocasiões: antes do exercício, 10 minutos depois e 3h mais tarde. Eles constataram que depois do exercício, as células apresentavam mais evidências de inflamação e de sinais de autorreparo dos danos do que antes, mas além disso, as células do tecido massageado tinham 30% a mais de genes reparadores envolvidos no processo de transformar nutrientes em energia, bem como 300% menos de proteínas que indicavam genes envolvidos na inflamação (Crane et al., 2012). Ou seja, a massagem é capaz de prevenir e/ou reduzir o processo inflamatório, ajudando substancialmente no processo de recuperação da musculatura pós exercício. Logo, o fato de as sessões trazerem alívio da dor chama atenção e corrobora com os achados da massagem diminuir o processo inflamatório.
O número cada vez mais alto de pessoas que aderem às terapias alternativas está de acordo com a diminuição no número de medicamentos analgésicos e antiflamatórios ingeridos por estes indivíduos, comprovando os efeitos terapêuticos e a eficácia dessas práticas milenares.
Giovana Brolese
Dra. Neurociências - UFRGS
Referências
Crane JD, Ogborn DI, Cupido C, Melov S, Hubbard A, Bourgeois JM and Tarnopolsky MA (2012) Massage therapy attenuates inflammatory signaling after exercise-induced muscle damage. Science Translational Medicine. 4 (119), 119ra13.
Gay CW, Alappattu MJ, Coronado RA, Horn ME and Bishop MD (2013) Effect of a single session of muscle-biased therapy on pain sensitivity: a systematic review and meta-analysis of randomized controlled trials. Journal of Pain Research. 6, 7–22.

domingo, 10 de julho de 2016

Massoterapia esportiva ou massoterapia desportiva


A massoterapia esportiva ou massoterapia desportiva é o ramo da terapia direcionado às necessidades específicas de atletas amadores ou profissionais. Eles são expostos à condições de sobrecargas muscular e óssea com mais frequência que os indivíduos que não praticam esportes, o que aumenta a necessidade de cuidados mais vigorosos em relação às lesões por eles sofridas. A massoterapia desportiva tem como principal objetivo melhorar as condições físicas dos atletas para que eles possam retomar o mais rápido possível as suas atividades, tanto as rotineiras quanto as relacionadas aos exercícios físicos que praticavam antes. 

A importância da massagem desportiva 
Após uma lesão no conjunto músculo-esquelético do paciente, o massoterapeuta tem a função de orientar o atleta a fim de evitar sintomas e riscos decorrentes da lesão que já ocorreu. Além disso, ele realiza frequentes avaliações funcionais para verificar o condicionamento do paciente, o andamento da recuperação das lesões, além de auxiliar na prevenção do aparecimento ou retorno da lesão ou dos sintomas decorrentes dela. Os transtornos mais comuns são as tendinites, as lesões ligamentares, as contusões e distensões, as entorses, as luxações e subluxações, as abrasões e fraturas , além de bolhas, calos, e cortes em geral. 

O massoterapeuta esportivo deve buscar o melhor atendimento ao atleta, focando na rapidez da sua recuperação e torná-lo apto para o retorno à prática saudável dos esportes.

sábado, 9 de julho de 2016

O que é liberação miofascial ?



Fáscia muscular ou fáscia que envolve os tecidos musculares. Liberação miofascial é uma técnica altamente especializada de alongamento utilizado por terapeutas para tratar pacientes com uma variedade de problemas de tecidos moles. A fáscia é uma lâmina de tecido conjuntivo que envolve cada músculo, e cada fibra dentro de um músculo protegendo e evitando o atrito e coordenando seus movimentos. Auxilia no deslizamento dos músculos entre si. 

Em certos locais, a fáscia pode se encontrar mais espessa e dela partem prolongamentos que vão se fixar aos ossos, denominadas de septos intermusculares, com função de separar grupos musculares em compartimentos. Todo o alongamento muscular é, na verdade, o alongamento da fáscia e do músculo, a unidade miofascial. Quando as fibras musculares são lesadas, as fibras e as fáscias ao seu redor tornam-se curtas e tensas. Este stress desigual pode ser transmitido através da fáscia para outras partes do corpo, causando dor e uma variedade de outros sintomas em áreas muitas vezes não esperadas. 

Liberação miofascial trata esses sintomas aliviando a tensão desigual na fáscia lesionada. Liberação miofascial é usada para equalizar a tensão muscular em todo o corpo. Tensão muscular desigual pode contrair músculos e comprimir nervos, causando dor. Soltando e manipulando as aderencias da fáscia e devolvendo-lhe a sua elasticidade e flexibilidade perdidas consegue-se eliminar dores sejam elas crónicas ou não, do tipo dores miofascias.

sexta-feira, 8 de julho de 2016

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Massagem Miofascial




É uma técnica especializada de alongamento usada para liberar tensão e realinhar o corpo. A palavra miofascia é derivada da palavra latina “myo”, significando músculo, e “fascia”, para tecido. A fascia é um tecido conjuntivo denso que se espalha através do corpo em três ramos principais, da cabeça aos dedos e cerca cada músculo, osso, nervo e órgãos do corpo.

Trata-se de uma técnica manual que atua reconhecendo e liberando restrições nos tecidos através de digitopressão e alongamentos permitindo assim uma modulação do tônus muscular o que facilita a reeducação dos movimentos e diminui a dor quando presente. Venha conhecer o trabalho marque sua consulta 

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Massagem para tratar um espasmo muscular no bíceps e quadríceps

video

Os espasmos musculares podem ser muito dolorosos, às vezes até mesmo perigosos, pois podem limitar a mobilidade nos momentos em que ela é importante. Para espasmos nos quadríceps e bíceps, muitas das mesmas regras e técnicas são aplicadas.
Se o espasmo muscular dura mais de meia hora, considere procurar atendimento médico. Espasmos musculares muito frequentes poderiam indicar desidratação ou uma falta de certos minerais, especialmente do potássio.

Técnica da mão

Enquanto massageia, utilize o lado plano da extremidade dos dedos da mão, e não as pontas dos dedos. Isso garante a sua sensibilidade e impede que você acidentalmente aplique muita pressão. Ao aplicar pressão, incline-se sobre o corpo do seu paciente. Não tente fazê-lo apenas flexionando os dedos: as mãos se desgastarão muito antes que seu trabalho esteja feito.

Da suavidade à pressão

Ao massagear, especialmente uma área lesada, comece com uma muito ligeira pressão para soltar a musculatura. Conforme o músculo começa a relaxar, aumente a quantidade de pressão lentamente. Se você sente o músculo apertar sob a pressão, ou caso o paciente se queixe de dor, alivie-a.

Encontre o inchaço

Em muitos casos, você encontrará um ponto que estará particularmente apertado ou duro ao toque. Depois de certificar-se que não é um osso, dê a essa área uma atenção especial. Mova as pontas dos seus dedos em pequenos círculos sobre esse ponto até sentir o relaxamento sob a pressão. Alterne entre massagear o músculo inteiro e focar em um ponto.

Óleos e loções

Óleos e loções são frequentemente associados com massagem, mas não são necessários. Eles oferecem alguma lubrificação, reduzindo o atrito. Muitas pessoas acham que isso é mais agradável, principalmente se o óleo ou creme cheira bem.
Unguentos e bálsamos são uma história diferente. Eles são medicamentos especificamente concebidos para ajudar a curar os músculos danificados. Enquanto eles certamente podem ajudar a aliviar um músculo doendo, eles não devem ser usados ​​como parte de uma massagem.

Quadríceps

Ao massagear os quadríceps, mova as mãos a partir do topo dos músculos (próximo ao quadril) em direção ao joelho. É melhor posicionar-se perto da parte traseira do pé e inclinar-se para trás, permitindo que o peso do corpo aplique a pressão a esses grandes músculos.

Bíceps

Ao massagear os bíceps, mova as mãos a partir do topo (próximo ao ombro) em direção ao cotovelo. É melhor posicionar-se perto da mão e puxar em direção a ela. Se possível, tenha o paciente deitado para que ele possa relaxar o braço enquanto você faz isso.

Desprendimento

Desprendimentos são parte integrante da massagem terapêutica em que o terapeuta impulsiona um polegar, o dedo ou até mesmo uma cotovelada em um ponto particularmente teimoso. Isso pode acabar com um nó no músculo danificado, mas também pode danificá-lo ainda mais. Sem treinamento formal em técnicas de massagem, não use desprendimentos ao tratar um espasmo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts with Thumbnails