Páginas

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Veja os benefícios da massagem após o treino na academia



A importância da Massoterapia. 

Músculos tendem a ter um desgaste e se não cuidarmos das prevenções, podemos adquirir lesões simplesmente por não respeitar o descanso, e uma das técnicas valiosas para que nosso fisiológico fique bem é a massagem. A técnica de Massoterapia é milenar. Há registros de algumas civilizações e culturas há 300 anos a.. C., como os Egípcios antigos, os Persas, os Japoneses, os Budistas, e outros, que já se referiam aos benefícios da massagem para o bem estar e saúde do homem, mas somente os chineses reconheceram que a arte de friccionar o corpo adequadamente, podia conduzir de uma melhora significativa, até à cura, portanto incluíram essa técnica na medicina chinesa, desde 1800 a.C., e vieram praticando-a e aprimorando-a até os dias de hoje.

Quando estamos estressados o nosso organismo libera um hormônio chamado Cortisol, diminuindo a Serotonina e a Oxitocina, que pertencem a outro grupo de hormônios, responsáveis pela felicidade e prazer respectivamente. Em atletas, depois de treinos e competições, em função do estresse e fadiga muscular, o organismo libera o Ácido Láctico, que é um composto orgânico causador das dores musculares e câimbras. A massagem ajuda a dissolver os núcleos onde se acumulou tal ácido, liberando-o, eliminando assim diversos sintomas desagradáveis, e substituindo-os pelas melhores sensações.
Aqui estão alguns dos benefícios da massagem na academia:
Ajuda a diminuir o stress;
Alivia tensões e rigidez musculares;
Promove uma recuperação mais rápida de estiramentos musculares e de ligamentos, bem como a flexibilidade e o curso de movimentos e articulações;
Corrige a postura;
Melhora a circulação sanguínea e também a oxigenação de todos os tecidos. (Ex.: Nos músculos, conduz os fluídos linfáticos, melhorando a circulação periférica, atuando também na remoção do ácido láctico, na eliminação de toxinas etc.);
Reduz a pressão arterial;
Fortalece o sistema imunológico;
Desenvolve uma maior concentração e desperta a criatividade;
Preveem benefícios emocionais, como melhora do humor e outros;
Promove a diminuição da insônia, da depressão e da ansiedade.


domingo, 29 de junho de 2014

A finalidade da Massagem Desportiva



A finalidade da Massagem Desportiva é a de promover um auto rendimento, favorecer a recuperação, bem como, a reabilitação, sendo também uma técnica preventiva a lesões esportivas. Dividi-se em três períodos: 

Massagem de Aquecimento / Massagem de Intervalo / Massagem pós atividades Desportivas.

Existindo ainda a Massagem Interato. Para quem se prepara para um concurso e, ou busca uma melhor performance.


quarta-feira, 25 de junho de 2014

As canelites na corrida


As dores nas pernas são queixas muito frequentes nos corredores e as “canelites” representam 6% a 16% de todas as lesões nos corredores.
A “canelite”, considerada uma lesão por sobrecarga no esporte, é o nome popular da síndrome do estresse tibial medial (SETM), primeiramente descrita como uma dor induzida pelo exercício e localizada especificamente na margem posterior e interna (medial) da tíbia. Outras denominações são encontradas na literatura, tais como: a “dor na perna induzida pelo exercício” e a “tibialgia”.
Embora vários estudos tenham procurado estabelecer as causas exatas para o surgimento da dor na “canelite”, esta questão permanence ainda não resolvida. Até recentemente, a teoria mais aceita é a inflamação do tecido que recobre o osso da tíbia (periósteo), gerada pela tração dos músculos sóleo e flexor longo dos dedos, além do tecido que recobre os músculos, a fáscia profunda.
Mais recentemente, estudos apresentam a teoria de que a “canelite” não corresponde a uma inflamação, mas sim a uma resposta de formação e absorção de osso, secundária à tração que os músculos exercem sobre a tíbia.
A sensação de “dor óssea”, gerada durante a corrida e aterrissagem dos saltos, tem uma evolução progressiva. No início, a dor apresenta baixa intensidade, mas pode evoluir para grande intensidade, impossibilitando o atleta de continuar o treinamento.
A dor tem uma extensão de 4 a 6 cm, localizada principalmente na margem posterior e interna (medial) da tíbia. Os sintomas podem durar dias a meses e provocar mudanças no rendimento do atleta. Os movimentos do pé e tornozelo geralmente não desencadeiam dor, porém os movimentos de alongamento do músculo sóleo e os saltos com uma perna podem ser sintomáticos.
Os fatores predisponentes ao aparecimento das canelites são ainda amplamente discutidos, tais como: a pronação excessiva, as atividades de impacto repetitivo, o aumento súbito na freqüência, intensidade e duração da atividade esportiva, o treinamento em superfícies rígidas, algumas técnicas de treinamento, calçados inadequados, os desequilíbrios musculares, as deficiências de flexibilidade, os índices de massa corporal elevados, as lesões pregressas e as anormalidades biomecânicas.
A ressonância magnética é o melhor método de imagem para o diagnóstico específico de cada estágio, fornecendo dados mais confiáveis à respeito da duração e da extensão da lesão. O entendimento da evolução desta lesão é de grande importância para o acompanhamento clínico e o tratamento do atleta.
As formas de tratamento são inicialmente conservadoras, através da utilização de medicamentos (sob prescrição), as compressas com gelo (crioterapia), os exercícios de alongamento, as modificações no treinamento e as correções biomecânicas, dentre outros métodos. O tratamento cirúrgico fica reservado aos casos mais duradouros e sem melhora com os métodos conservadores.
Por: Cristiano Laurino
A periostite ou como é popularmente chamada canelite é um problema que aflige os praticantes de diversas modalidades com destaque para a corrida de rua.
Periostite – Canelite - Síndrome do Estresse Tibial Medial, qualquer que seja o nome que você ouviu trata-se da mesma coisa, a inflamação do periósteo que é a membrana mais externa do osso. A periostite pode ter diversas causas, inclusive doenças como sífilis e artrite ou ser ainda ser causada por uma fratura no osso. No nosso caso iremos falar da periostite causada pela prática de exercícios repetitivos, como a corrida ou saltos em modalidades como basquetebol e voleibol.
A periostite é caracterizada por uma dor na parte medial da perna (na canela), que geralmente piora quando a intensidade do exercício aumente e algumas vezes pode ser sentida até durante o repouso. O diagnóstico pode ser feito por um médico através de exame físico, os exames por imagem como ressonância magnética e cintilografia podem ser usados para fazer a confirmação, sendo a radiografia de pouca utilidade, pois o resultado será normal.
Atenção:
A periostite deve ser tratada adequadamente pois aumenta o risco da fratura por stress.
Periostite e exercício
Causas
Como já disse é o esforço repetitivo que leva ao quadro de inflamação. Então porque pessoas que praticam a mesma atividade sofrem com o problema e outras não?
Existem estudos que apontam a pronação excessiva e/ou aumento da velocidade máxima de pronação como causa direta da periostite. Outras possíveis causas são a prática da atividade em terrenos excessivamente duros, terrenos acidentados e também o uso de calçados inadequados.
Tratamento
A primeira providência a ser tomada quando há a desconfiança da periostite é diminuir o volume e a intensidade do exercício e dependendo do caso suspendê-lo por completo. Uma opção para não ficar parado é fazer exercícios na bicicleta ergométrica ou na água.
Confirmado o diagnóstico, o tratamento é feito com o uso de anti-inflamatórios, gelo e fisioterapia. Não existe um consenso sobre o tempo que a suspensão das atividades deve ser mantida, mas seu retorno deve ser gradual e só após o desaparecimento dos sintomas.
Há ainda a possibilidade de uma intervenção cirúrgica nos casos crônicos que não respondem ao tratamento convencional.
Prevenção
A prevenção da periostite pode ser feita através de:
Exercícios de alongamento do tríceps sural,
Correção da técnica de corrida;
Escolha adequada do terreno para treinar;
Uso de calçado adequado;
Troca periódica do calçado
Musculação e fortalecimento da musculatura da panturrilha
Programas de treinamento graduais.
Cuide das suas pernas e bons treinos!


Publicado por Profª Esp. Denise Carceroni em jan 22, 2013 em Corrida, Exercícios, Qualidade de Vida,


terça-feira, 24 de junho de 2014

O que as massagens podem (ou não) fazer pelos corredores



Uma boa massagem ajuda a diminuir a tensão muscular e a aumentar a amplitude dos movimentos, além de relaxar e recompensar os atletas por seu esforço

Massagistas fazem parte das comitivas de corredores de elite por um bom motivo — o mesmo que explica as longas filas para massagens após a linha de chegada, nas corridas — mesmo as massagens mais intensas são uma delícia.
Segundo os corredores, uma boa massagem ajuda a diminuir a tensão muscular e a aumentar a amplitude dos movimentos, além de relaxar e recompensar os atletas por seu esforço.
“Eu digo que elas promovem até um bem-estar psicológico: é confortante receber uma massagem após a corrida”, diz Eduardo Marino, massoterapeuta formado pelo IBMR (Instituto Brasileiro de Medicina e Reabilitação).
Mesmo assim, ainda há poucas evidências científicas que comprovem por que os atletas descem da maca sentindo--se tão bem. “Pode ser difícil unir ciência básica e medicina alternativa”, diz Justin Crane, pesquisador da McMaster University, no Canadá, que conduziu alguns dos primeiros estudos objetivos sobre o tema em 2012.
Segundo muitos terapeutas, a massagem alivia os músculos doloridos, promove a circulação, elimina toxinas e ácido lático do corpo e alivia a tensão nas articulações. Mas só agora a ciênciacomeça a revelar o que é verdade e o que é mito sobre seus benefícios.
Não há milagre
Algumas crenças preconcebidas sobre a massagem não são confirmadas pela ciência. “Ela não libera toxinas dos músculos para a corrente sanguínea”, afirma JoEllen Sefton, professora associada de cinesiologia da Auburn University, que já foi massagista.
“Não há como isso acontecer do ponto de vista fisiológico.” Segundo Crane, também não há evidências suficientes de que a massagem elimina ácido lático dos músculos. “As pessoas supunham que, como o ácido lático causa ardência e a massagem reduz a dor, consequentemente ela o eliminaria também.”
A boa notícia
A massagem aplica pressão em movimento nos músculos e outros tecidos, como tendões, ligamentos e fáscia (que envolve os músculos, como uma capa). “Essa energia amolece o tecido fascial e relaxa os músculos enrijecidos”, explica JoEllen.
Além disso, remove aderências entre a fáscia e os músculos (pontos onde ambos estão grudados, restringindo o movimento muscular). A notícia é especialmente boa para você, corredor, porque seu corpo depende de articulações e músculos ágeis para ter desempenho máximo e sem dores.
Estudos publicados no Journal of Athletic Training e no British Journal of Sports Medicine constataram que a massagem após os exercícios reduziu a intensidade das dores musculares tardias (DMT) — aquela sensação de enrijecimento nas pernas que começa dois dias após o esforço. Outra pesquisa sugere que ela melhora a função imune e ainda ajuda a reduzir inflamações.
“Uma massagem adequada pós-corrida trabalha o músculo para amenizar um processo inflamatório, colaborando para a recuperação do atleta”, afirma Marino. Mark Rapaport, pesquisador da Emory University (EUA), descobriu que basta uma massagem para aumentar o número de vários tipos de linfócitos (glóbulos brancos essenciais para o combate a infecções) e, ao mesmo tempo, diminuir os níveis de cortisol (o “hormônio do estresse”, relacionado à inflamação crônica). Uma massagem também pode ajudar a conter doenças crônicas: “A inflamação sistêmica está associada a uma série de efeitos nocivos, como ataque cardíaco e AVC”, diz Rapaport.
A pesquisa de Crane encontrou menos inflamação nos membros massageados — e 30% a mais de um gene que ajuda as células musculares a produzir mitocôndrias (os “motores” que transformam o alimento de uma célula em energia e que facilitam seu reparo). “Isso sugere que a massagem poderia fazer com que os corredores tolerassem mais exercício e um treino mais pesado”, diz.
Marque seu horário
Massagens regulares podem acelerar a recuperação e são uma ferramenta de treinamento valiosa até para melhorar o desempenho. “A rigidez muscular pode causar problemas a longo prazo. Se você souber como seu corpo deve funcionar quando tudo está equilibrado, você tem mais chance de notar pequenos problemas antes que eles se tornem crônicos”, diz JoEllen Sefton.
Mas nem toda massagem é igual e cada uma cumpre um objetivo. “As manobras a serem feitas em um corredor antes da prova são totalmente diferentes das exigidas num momento pós-prova. Se no começo a ideia é deixar a atividade mais confortável, depois da corrida o foco é a recuperação”, explica Marino.
Se você é um corredor iniciante, também vai se beneficiar da massagem: ela alivia as dores comuns quando iniciamos um novo esporte, colaborando para que você não desista de seguir na corrida.
Ok, massagem é ótimo, mas você não tem como bancar tratamentos semanais? Mesmo uma automassagem simples pode ser benéfica. “Passe creme nas mãos e faça deslizamentos suaves com as palmas abertas sobre o corpo e sempre em direção ao coração. Isso já melhora a movimentação do sangue e conforta o corpo”, ensina Marino.
Já o trabalho corporal antes de uma prova ou treino intenso deve ser leve. “Não queremos músculos doloridos ou sobrecarregados”, diz a massagista Anna Gammal, que trabalhou com atletas nos Jogos Olímpicos de 2012.
Depois de uma corrida ou treino extenuante, um terapeuta pode ir mais a fundo (ou pegar leve) para auxiliar na recuperação. “Conversando com o atleta e entendendo o esforço que ele faz, definimos os movimentos para recuperar um músculo que já foi bastante exigido. A intensidade deve ser outra”, diz Marino.
http://exame.abril.com.br/estilo-de-vida/noticias/o-que-as-massagens-podem-ou-nao-fazer-pelos-corredores

Massoterapia preventiva


Com bolsa de gelo no tornozelo, Pjanic não treina e pode ser desfalque


Não bastasse o abatimento geral dos atletas, a Bósnia-Herzegovina pode ter mais uma dor de cabeça após a eliminação precoce no Grupo F. No primeiro treino da seleção em Salvador, o meia Miralem Pjanic participou apenas do aquecimento e, enquanto os demais colegas fizeram atividades com bola, ele ficou sentado no gramado de Pituaçu recebendo atendimento do fisioterapeuta.
Apesar de também ter recebido uma massagem nas costas, o meia ganhou atenção especial nas pernas. Além de massagem terapêutica, recebeu aplicação de bolsa de gelo no tornozelo direito por mais de meia hora. Nenhum membro da comissão técnica da seleção comentou tratamento diferenciado, mas jornalistas bósnios acreditam que o atleta do Roma seja poupado da partida, assim como outros titulares desgastados pelo fim da temporada europeia.  
Lanterna do Grupo F, a Bósnia-Herzegovina enfrenta o Irã às 13h (horário de Brasília) desta quarta-feira na Arena Fonte Nova. Os iranianos ainda possuem chance de classificação, mas precisam vencer e contar com um triunfo da Argentina para superar a Nigéria no saldo de gols e avançar às oitavas de final. O GloboEsporte.com acompanha os dois jogos em Tempo Real. 

sábado, 21 de junho de 2014

Massagens nos pés para todos e principalmente para atletas



Uma das partes mais afetadas de quem pratica esportes são, sem dúvida, os pés. Por isso eles merecem um cuidado especial com massagens e tratamentos.

A planta do pé é um mapa, no qual é possível descobrir lesões, doenças e dores em geral. A massagem não é um tratamento médico, mas traz enormes benefícios ao corpo e a mente.

Ela está baseada em pontos específicos nos pés e nas mãos que correspondem às partes do corpo.
Quando determinado ponto é massageado, uma mensagem é enviada ao cérebro e ao corpo que alivia as dores e reduz os sintomas apresentados. Muitos atletas utilizam a massagem para manter o equilíbrio físico e mental, além de aliviar dores de lesões, principalmente por estresse.

Massagem  para todos:

Relaxa o músculo e alivia a tensão corporal;
Normaliza as glândulas e equilibra os hormônios, a TPM e a menopausa;
Melhora a circulação;
Ajuda nos depressão e ajuda na recuperação do indivíduo;
Ajuda nos problemas digestivos e de gases;
Alivia cãibras e dores de cabeça;
Permite detectar problemas de saúde relacionados a cada órgão ou sistema;
Ajuda a equilibrar a pressão arterial e o ritmo cardíaco;
Libera a congestão nasal;
Ajuda a melhorar as dores nas costas;
Melhora o sono;
Combate dores musculares tratamentos de celulite e de varizes;
Alivia a e articulares;
Elimina as toxinas e limpa o organismo.
A reflexologia ajuda a prevenir lesões e também a tratá-las, além de reduzir a tensão e o estresse.

Massagem antes de uma prova:

Melhora a respiração;
Envia oxigênio as células;
Melhora a circulação;
Elimina as toxinas;
Produz epinefrina para dar mais energia;
Relaxa e prepara os músculos.

Massagem depois de uma prova:

Relaxa os músculos;
Aumenta a energia gasta;
Estimula a secreção dos hormônios;
Melhora o tônus muscular;
Melhora o processo inflamatório;
Equilibra o nível de açúcar;
Diminui a tensão muscular e da coluna;
Relaxa e aumenta a circulação nas áreas que precisam de recuperação.

Massagem depois de uma lesão:

Ajuda a equilibrar a energia;
Melhora a circulação local;
Facilita a respiração;
Favorece o relaxamento;
Estimula os hormônios antiinflamatórios;
Melhora o tônus muscular;
Ajuda na recuperação da parte afetada.

Vocês irão adorar a técnica. Ela é muito relaxante!

quinta-feira, 19 de junho de 2014

ACROBACIAS DE CIRCO



Depois do pilates, muay thai, da Zumba e do crossfit, a nova onda das amantes das academias é o acroyoga. Uma mistura de acrobacias de solo, parece coisa de circo, exercícios da yoga tradicionais e massagem tailandesa para soltar os músculos. O legal é que as posições são praticadas em grupo. Top Gisele Bündchen, atriz Grazi Massafera, cantora Preta Gil e a top Izabel Goulart são adeptas da modalidade.


quarta-feira, 18 de junho de 2014

A massagem Desportiva



A massagem Desportiva é aconselhada às pessoas que fazem esforços físicos intensos e regulares. Incluem-se os atletas de alta competição e atletas que pratiquem exercício físico regular.

Procedimento: Com manobras profundas o terapeuta atinge a musculatura que fica bem fadigada depois da atividade, com a intenção de dispersar o ácido lático, que é o grande causador das dores. Cada sessão tem a duração de 50 minutos.

Indicação: Aumento da rentabilidade física, melhoria do estado muscular, redução de riscos de lesão, redução dos tempos de recuperação.

Diabetes


terça-feira, 17 de junho de 2014

Massagem transversa profunda

A massagem  transversa profunda também chamado “Cyriax” é um tipo de manipulação, que é usada para tratar os tecidos moles do organismo.
Ciriax diagnóstico, os testes do bíceps do movimento do ombro, ombro e braço ou mobilização, pós-cirurgia, dor, mágoa, os sintomas da inflamação,
Ciriax diagnóstico, testes do bíceps do ombro

A massagem traversa profunda foi criada nos anos 30 e 50, pelo Dr. Cyriax que certificou-se que os distúrbios das partes moles do corpo eram diagnósticada de maneiras diferentes de um médico para outro. As lesões que afetam as estruturas ósseas envolvendo um tipo diferente detratamento de diagnóstico. Cyriax abadonou a cirurgia ortopédica e se dedicou ao estudo dos músculos e tecidos moles. Desenvolveu um novo método que consiste em recolher um diagnóstico preciso do paciente, a realização de uma análise aprofundada funcional e, finalmente, na palpação das estruturas do corpo. O seu método inclui: massagem profunda, infiltração e manipulação das articulações periféricas.

O que é isso?
Ciryax, massagem transversal profunda, dor, tendinite, dor, ombros, membros superiores, pescoço, postura, diagnóstico, virilha, tendão de Aquiles, epicondilite lateral, epicondilite medial
Ciryax massagem, transversal profunda
A Massagem Cyriax ou transversa profunda é um tipo de massagem que é baseada em: massagem profunda, infiltração e manipulação, chegando ao local da dor e da lesaõ, evitando as áreas circundantes do tecido saudável. Permite o tratamento de lesões dos  músculos  ligamentos e tendões com o objetivo de restaurar ou manter a elasticidade e mobilidade dos tecidos. Esta massagem pode tratar uma zona  bem limitada e localizada, agindo sobre a estrutura anatômica afetada da inflamação pós-traumática ou sobre as aderências. Geralmente, este tratamento é feito em 15 ‘,minutos duas ou três vezes por semana.
É claro que o tratamento deve ser precedido por umexame cuidadoso para obter uma avaliação global da situação clínica do doente.
Na preparação para o tratamento, o exame começa com a identificação do local em que será realizada a manipulação.
Eles são destinados a permitir o movimento sem dor, a sua finalidade é assim restaurar a amplitude de movimentos, uma vez que a osteofitose torna isso impossível.
Muitas manipulações vertebrais são realizadas através da manutenção de um componente de tracção.


Para que serve?
O propósito deste tratamento é o de manter ou restabelecer a mobilidade normal e elasticidade dos tecidos, e permiti de tratar apenas a área seleccionada sem intervir sobre as partes do tecido saudável .
A principal indicação para o tratamento de tendinite: epicondilite,pubalgia,tendinite do ombro, etc.

Este tratamento também serve para:
1. Bloquear a formação de tecido cicatricial fibroso, evitando a criação de aderências entre as várias fibrilas.
2. Reduzir temporariamente a dor e estabilizar o fluxo de metabolitos e substratos, estimulando a hiperemia local.
3. Reposicionar as fibras de colágeno em sua posição inicial (antes da lesão), organizando os feixes musculares na maneira mais correta para dar uma resposta adequada a estímulos mecânicos.
4. Enviar estímulos para os mecano-receptores para interferir com as mensagens aferentes nociceptivos que viajam na direcção do cérebro.
5. Evitar que o tecido fibroso danificado crie uma inflamação que se auto-alimenta.
6. Ajudar a formação de uma cura funcional e forte.
7. Através do movimento da estrutura anatómica em questão deve prevenir ou quebrar aderências formadas como resultado de uma lesão do tecido.
Os únicos contra-indicações são:
  • Grande  calcificações de tecidos moles.
  • As lesões ao nível do tendão de origem reumatóide.

Como vem aplicada?
Ele funciona com um manual de técnica particular de uma estrutura anatômica bastante limitado e localizado, sofre de um fenômeno inflamatório ou pós-traumático ou com aderências.
Aplicação prática:
1. O fisioterapeuta coloca o dedo, o cotovelo ou somente as pontas dos  dedos sobre a área afetada e praticar um movimento (pressão e flexão) perpendicular em direção das fibras que formam a estrutura em causa, quebrando ou inibino a formação de aderências do tecido cicatricial (cross-links);
2. Esta massagem provoca um aumento da hiperemia local, aumentando assim a taxa de eliminação de substâncias inflamatórias;
3. A forte estimulação dos mecano-receptores inibe a transmissão da dor (Gate Control).
Existem diferentes tipos de massagem: aqueles clássicos a flexão perpendicular é de grande importância, também existem a manipulação de flexão círcular. Trata-se em segurar o tendão afetado entre o polegar e o indicador, aplicando pressão com um movimento circular.
Com esta técnica é possível encontrar um “caroço” ou até mesmo pontos em que o tendão é mais sensível.
Com a manipulação a flexão circular podemos evitar que se possa formar  uma inflamação no tecido fibroso que está danificado que se auto-alimenta. Portanto, o objetivo é o de ajudar à formação de uma cura funcional.
Identificado o ponto doloroso, e aplicado um movimento de massagem “de vai e vem” com a ponta do dedo indicador apoiado pelo dedo médio, sempre em direção perpendicular com a orientação das fibras feridas.
É importante não causar fricção sobre a pele durante a execução do tratamento.
É fondamental encontrar a área da pele onde há quelóides, segurar e mobilizar os movimentos opostos sob a pele com as mãos.
Esta técnica é utilizada em primeiro lugar porque é necessário preparar a área afetada pela massagem  criando as melhores condições. Deve atingir uma boa viscosidade ao tecido  e criar uma hiperemia discreta para a execução da segunda parte do tratamento.


Dr. Massimo Defilippo Fisioterapista Tel 0522/260654 Defilippo.massimo@gmail.com
P. IVA 02360680355

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Rolo de Massagem - Pretorian Performance



O Rolo de Massagem da Pretorian é utilizado para regenerar a musculatura de todas as partes do corpo.
O rolo é ideal para proporcionar conforto e relaxamento após um longo dia de trabalho.





domingo, 15 de junho de 2014

PRINCÍPIOS DA MASSOTERAPIA




Em 1813, a massoterapia torna-se científica, pois em Stocolm Suecia, Perh Henrique Ling, desenvolve o sistema de massagem médica , ou massagem clássica Sueca. Alguns médicos avaliaram o novo sistema de terapia,entretanto, não enxergavam a sua aplicação.O benefícios foram notórios e a comunidade médica entendeu que a massoterapia serviria para trabalhar a miogelose ou reumatismos musculares(nomenclaturas hoje extintas).Em 1860 Dr.Mezger, sistematiza a massoterapia sendo aplicada apenas para os tecidos musculares. Finlândia, França,Suecia, Alemanha , iniciam treinamento observando todo o sistema muscular,entretanto em 1880 os teóricos e práticos da massoterapia observam que os benefícios eram maiores do que se pensava na época. Em 1916, outro avanço acontece com a massoterapia, pois após as pesquisas do Dr.mennel na Europa promove mais uma vez a massoterapia com a descoberta dos efeitos mecânicos e reflexos, elevando sua aplicação para todos os tecidos moles do corpo humano, mas esta forma de trabalho ficava restrita aos médicos massagistas da época. Os práticos pouco sabiam das aplicações fisiológicas que a massoterapia proporcionava e só tiveram acesso após 1920. Em 1925, o conhecimento de campo da massoterapia era o trabalho em todos os tecidos do corpo humano,priorizando a miologia e todos os outros tecidos acessórios.

Atualmente , a Terapia por massagem trabalha os tecidos moles do corpo, levando em consideração a parte bioenergética e articulações.

Os estudos do corpo humano sobre a ótica dos músculos tem crescido na massoterapia, Educação Física e Bodywork em todo mundo. Resultados fantásticos estão em andamento com pesquisas, como exemplo:
1- É sabido que o acumulo de bioenergia em certos tecidos podem levar a patologia;
2- As emoções podem ficar realmente estagnadas em certos locais promovendo a trava miofacial,desencadeando patologias.
3-Tecidos encurtados podem diminuir a capacidade biológica.
4-Segundo a teoria de Owshuman, alguns métodos de massagem podem atrasar o envelhecimento, biológico e não cronológico.
5-Tom mayors, desenvolve os trilhos Anatômicos o que proporciona um salto para as terapias manipulativas do tecido conjuntivo em 2001.

A massoterapia está em crescimento, continuemos de mãos dadas pela terapia por massagem.


Seminário de Fascia EUA 2007.
Tom Myers – Trilhos anatômicos – Manole. 2008
Bodywork Institut-2008

sábado, 14 de junho de 2014

A massagem desportiva na musculação



A massagem desportiva na musculação é realizada com rigor e movimentos rápidos para causar os efeitos benéficos de:
- Aumento da quantidade de sangue no local que está sendo massageado.
- Aumento da temperatura do corpo
- Aumento de atividade cardiovascular
- Liberar adrenalina
- Preparar os músculos do corpo para a atividade física (musculação no caso)
- Diminuir os riscos de lesões

Desintoxicar o corpo
Após os exercícios, dá ênfase às terminações nervosas sensitivas da pele o que provoca uma analgesia. Ajuda na melhoria do fluxo de circulação arterial, onde facilitará à venosa e a linfática ajudando na eliminação de toxinas do corpo como por exemplo o ácido lático, que se presente no corpo daria fadiga muscular e as dores, que são causadas pelo esforço físico durante o seu treino de musculação. Além dos nódulos de tensão que também podem ser eliminado através da massagem desportiva.

Cuidados a serem tomados
Caso você tenha algum problema do tipo: dor aguda, edema, hematoma e inflamações devido ao esforço causado pela academia ou outra atividade física, a massagem desportiva não deve ser aplicada no seu caso.
Para estes tipos de problemas e dores, você deve tomar as seguintes providências. Caso seu problema seja edema e inflamação, use uma compressa gelada. Caso seja tensão muscular, use em seu caso compressa quente.

É muito importante tomar todo o tipo de cuidado com as massagens. Principalmente no caso da massagem desportiva ela precisa ser realizada com responsabilidade e profissionalismo, pois precisa de uma atenção especial para não atingir de forma errada os vasos arteriais, venosos e linfáticos, a massagem não deve causar hematomas pelo corpo.

sexta-feira, 13 de junho de 2014

BOLA FISIOBOL MASSAGEM



Bola Fisiobol Massagem 10cm Azul

A Fisiobol Massagem é ideal para massagens em todo o corpo, proporcionando relaxamento e estimulando a circulação. Pode ser usada em exercícios de massofisioterapia, propriocepção e coordenação motora, assim como na água, como acessório para hidroterapia e hidroginástica. Disponível em quatro tamanhos diferentes, é equipada com válvula para inflar que possibilita o ajuste da bola de acordo com a necessidade de uso.

Indicações de Uso:

- Massagem, estimulação dos músculos e relaxamento.
- Fisioterapia.
´Massoterapia.
- Exercícios de força, coordenação e propriocepção.
- Uso na água ou na piscina.
- Melhora a circulação sanguínea.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts with Thumbnails