Páginas

segunda-feira, 31 de março de 2014

BENEFÍCIOS DA MASSOTERAPIA NOS NÍVEIS DE ESTRESSE E ANSIEDADE EM ATLETA DE ALTO RENDIMENTO




BENEFÍCIOS DA MASSOTERAPIA NOS NÍVEIS DE ESTRESSE 
 E ANSIEDADE EM ATLETA DE ALTO RENDIMENTO 


Juliana Barreiros de Albuquerque1; Luciana Faravelli Camilo Gohara2; Jelmary Cristina 
Guimarães Rezende3; Mirieli Denarde Limana; Vanildo Rodrigues Pereira4 

RESUMO: O objetivo deste trabalho foi analisar os benefícios da massoterapia nos níveis de cortisol salivar e sua influência no estresse e ansiedade de atleta de alto rendimento. Foi atendido um atleta da modalidade de atletismo adulto. O atleta recebeu massoterapia uma vez por semana no período de um mês, totalizando quatro sessões. Os atendimentos aconteceram na clínica-escola de estética do Centro Universitário de Maringá – Unicesumar – com sessões de massagem relaxante e shiatsu, com duração de aproximadamente uma hora. O procedimento para coleta de dados foi através de cortisol salivar, questionário de ansiedade pré-competitiva SCAT (MARTENS at al, 1990) e Inventário de estresse de Lipp (1994), coletados no início e final dos 4 atendimentos, em ambiente de competição. Quanto à avaliação dos níveis de cortisol houve um aumento. Quanto a ansiedade e estresse percebido houve melhora na comparação do antes e depois o que sugere. 

PALAVRAS-CHAVE: Cortisol salivar; Estresse pré-competitivo; Massoterapia; Shiatsu. 

1. INTRODUÇÃO 
Dentre os diversos aspectos inseridos no meio ambiente do atleta de alto rendimento, está o estresse competitivo, onde tais indivíduos, imbuídos por conteúdos como a necessidade da vitória, podem ser acometidos por vários desequilíbrios afetivos como a ansiedade, a pressão e o medo. A exposição a consecutivas experiências ansiosas podem trazer ao atleta muitas mudanças fisiológicas como o estreitamento da atenção, aumento do consumo de energia, aumento da adrenalina, o que interfere negativamente no desempenho global do atleta (MARTINS, 1996 apud FIGUEIREDO, 
2000). 

Diante de fatores estressantes, o comportamento fisiológico determinante é a liberação contínua de cortisol pelas glândulas supra-renais (BAUER, 2002). Como inibe a síntese e promove a degradação proteica, diminui a massa muscular e a matriz conjuntiva (SARAIVA, FORTUNADO, GAVINA, 2005). Ainda, a segregação de cortisol pelo córtex adrenal, aumenta a rapidez nos processos anti-inflamatórios. 

1 Acadêmico do Curso Tecnológico de Estética e Cosmética do Centro Universitário de Cesumar – UNICESUMAR, Maringá – Paraná. 
Bolsista do Programa de Bolsas de Iniciação Científica do Cesumar (PROBIC). a.jul@hotmail.com 
2 Acadêmico do Curso Tecnológico de Estética e Cosmética do Centro Universitário de Cesumar – UNICESUMAR, Maringá – Paraná. 
Luciana_fcgh@hotmail.com 
3 Orientadora, Professora Mestre do Curso Tecnológico de Estética e Cosmética do Centro Universitário de Cesumar – UNICESUMAR. 
jelmary.rezende@cesumar.br 
4 Co- orientadora, Professora Mestre do Curso Tecnológico de Estética e Cosmética do Centro Universitário de Cesumar – 
UNICESUMAR. mirieli.limana@cesumar.br 
5  Co-orientador, Professor Doutor de Educação Física da UEM. vrpereira@uem.br 

A massoterapia é um recurso que acompanha há muito tempo as práticas esportivas, e que tem seu valor quanto à prevenção e tratamento das dores provocadas pelo treinamento intenso, além da flexibilidade muscular (BRUM; ALONSO; BRECH, 2009). 
O objetivo deste estudo de caso buscou analisar as influências nos níveis de cortisol salivar, estresse e ansiedade em um atleta de alto rendimento após a intervenção da massagem relaxante. 

2. MATERIAL E MÉTODOS 
Inicialmente foi realizado contato com a equipe de atletismo de Maringá para solicitação de um indivíduo disponível para constituir a amostra da pesquisa através de termo de consentimento livre esclarecido do sujeito. 
O atleta selecionado, 20 anos de idade, praticante da modalidade de atletismo, recebeu atendimentos de massagem no período de um mês, totalizando 4 sessões, uma vez por semana, com sessões que tiveram duração de aproximadamente uma hora. 

Para a coleta de dados, primeiramente conter-se-á com a análise do nível de cortisol para investigação de estresse pré-competitivo. Estes dados foram conseguidos através da coleta de cortisol salivar em ambiente de competição. A coleta foi realizada 01 hora antes da partida ou prova. A amostra da saliva então ficou armazenada em ambiente refrigerado até serem levados para o laboratório (CORBETT at al, 2008). 

Para diagnosticar o nível de ansiedade, foi utilizado o questionário SCAT A (Sport Competition Anxiety Test). Baseado nos estudos de Spielberger (1972) e Martens (1977), desenvolveram a teoria da ansiedade-traço competitiva, que seria a predisposição de perceber situações competitivas como ameaçadoras, representando um indicativo de como um atleta reagiria. 

O teste SCAT utilizado é composto por quinze questões objetivas sobre como um indivíduo se sente dentro de uma dada situação (MARTENS at al, 1990). Estas quinze questões estão distribuídas em: 8 itens de ativação, 2 itens de desativação e 5 itens que possuem efeito placebo e não são contados. Para avaliar esses itens, neste teste se utiliza a seguinte categoria de escalas: raramente; ás vezes; frequentemente; A pontuação é dada de 1 a 3 para os itens de ativação e de 3 a 1 para os de desativação. O escore total deste teste varia de 10 (baixa ansiedade) a 30 (alta ansiedade). A pesquisa também contou com a utilização do “Inventário de Sintomas de Stress” 
– ISS –(LIPP; GUEVARA, 1994) para a análise do estado emocional de atletas. Ele permite um diagnóstico que avalia se a pessoa tem estresse, em qual fase se encontra e se o estresse manifestase por meio de sintomatologia na área física ou psicológica. 

O ISSL apresenta três quadros que contêm sintomas físicos e psicológicos de cada fase do estresse. O quadro 1, com sintomas relativos à 1ª fase do estresse, a de alarme. 
O quadro 2, com sintomas de resistência. E a 3ª fase, de exaustão, o organismo encontra-se extenuado pelo excesso de atividades e pelo alto consumo de energia, esta fase é apontada quando resultam em um valor maior que oito. 
Todas as coletas foram realizadas no período anterior e posterior à intervenção de massoterapia e sempre no ambiente de competição do atleta. 

As massagens foram realizadas na clínica-escola de estética do Centro Universitário de Maringá – UNICESUMAR. A massagem relaxante consiste em movimentos da massagem clássica, com sequência adotada por Lidell (2002). Esta massagem visa massagear o corpo todo, com movimentos largos e longos, e ritmo compassado. A massagem foi associada ao shiatsu, técnica de origem japonesa temcomo características a massagem através de pressão digital, manual e articular em pontos específicos do corpo (JAHARA-PRADIPTO,1986). 
Os resultados foram analisados a partir da comparação entre os resultados anteriores ao tratamento e os resultados posteriores. 

3. RESULTADOS E DISCUSSÃO 
A amostra do presente estudo foi constituída a partir de um atleta do sexo masculino da modalidade de atletismo adulto alto rendimento. Que foi submetido a cortisol salivar, ansiedade SCAT (Tabela 1) e Inventário de Sintoma de Stress (Tabela 2) antes e após a intervenção contínua de massagem relaxante e em ambiente de competição. 

Tabela 1. Cortisol salivar e SCAT (Sport Competition Anxiety Test)
VARIÁVEIS      Antes              Depois 
Cortisol              0,77 mgg/dL    0,84 mgg/dL 
SCAT                21                   16 

Legenda: Cortisol do antes foi colido pela manhã e por ser >69mgg/dl foi considerado acima do normal. O cortisol do depois foi colido no período da noite e >43mgg/dL. SCAT superior a 15 corresponde a média ansiedade e >17 média-baixa. 

Quanto ao nível de cortisol, o que pode ser observado nas duas coletas é que o indivíduo demonstrou níveis altos de hormônio circulante quando comparados aos níveis esperados para seu grupo. Isto possibilita a interpretação de que o mesmo pode sofrer de estresse crônico.

Tabela 2. do “Inventário de Sintomas de Stress” – ISS –(LIPP; GUEVARA, 1994) 
                Antes        Depois 
Q1              5                2 
Q2              0                2 
Q3              0                0

Legenda: Q1 representa a fase de alarme, Q2 representa a fase de resistência e Q3 a fase de exaustão. 

Quando comparados os níveis de cortisol encontrados no período antes e depois dos atendimentos de massoterapia, não houve diminuição do hormônio, mas sim um aumento. Tal aumento se torna ainda mais importante quando é levado em consideração o período de coleta, pois sendo no período da tarde, as taxas do cortisol esperado de veriam ser bem menores. 

Mediante aos resultados expostos, verifica-se que a intervenção foi ineficiente para a diminuição deste hormônio. Estudo realizado por Leivadi (1999), aponta uma diminuição significativa dos níveis de cortisol em dançarinos que receberam sessões de massagem, resultado este não alcançado pelo grupo controle. No entanto, a metodologia deste estudo contou com 2 sessões semanais, ocorridas num período de 5 semanas, com a sessão com duração de 30 minutos. Estes resultados sugerem que a massagem necessita de um maior número de sessões por semana ou até mesmo um período maior de intervenção. 

Na avaliação da ansiedade pré-competitiva, a análise demonstrou diminuição, dos valores apresentados após a intervenção que passou de ansiedade com nível médio para baixa-média. Este resultado também foi encontrado em estudo de Petry (2012), que analisou estresse e ansiedade em oito mulheres ao realizarem uma corrida importante e quatro delas receberam massagem de 15 minutos antes da competição e tiveram melhora na ansiedade e estresse quando comparadas aos resultados encontrados nos sujeitos que não receberam a massagem. 

Sobre a avaliação de estresse, o atleta não apresentou sinais em nenhuma das fases avaliadas, e ainda obteve melhora quanto ao estresse na fase de alerta. Na fase de resistência ouve um aumento, porém sem alterar seu estado. O fato a ser levantado em consideração sobre estes valores é a comparação entre o estresse percebido e os níveis do marcador biológico deste estado psicofísico, onde ao ser avaliado através do questionário, o individuo não apresentou estresse. No entanto, os dados laboratoriais demonstram um nível de cortisol elevado, sugerindo o acometimento. 

A limitação no trabalho se vinculou ao numero restrito de sessões, sugerindo que novos estudos sejam realizados por um número maior de intervenção de massagem, com outras modalidades esportivas e com um número maior de sujeitos. Outro fator importante é estudar a relação entre os dados do cortisol salivar e questionários de estresse e ansiedade para que se tenha uma abrangência maior nos resultados. 

4. CONCLUSÃO 
 A intervenção da massagem não obteve resultados quanto ao nível de cortisol salivar no atleta de alto rendimento de atletismo, porém quanto ao estresse analisado por questionário indica que não há indícios de estresse percebido pelo indivíduo e sobre a ansiedade obteve melhoras após as massagens. Sugere-se que novas pesquisas sejam realizadas com números maiores de intervenção, número maior de atletas e estudos que relacionem os dados do cortisol salivar e questionários de estresse e ansiedade.

5. REFERÊNCIAS 
BAUER, M.E. Estresse. Como ele abala as defesas do organismo? Ciência Hoje. vol. 30, n 179, p. 20-25, 2002. 
BRUM, K.N.B.; ALONSO, A.C.; BRECH, G.C. Tratamento de massagem e acupuntura em corredores recreacionais com síndrome do piriforme. Arq Cienc Saúde. 16(2): 62-6.abr/jun, 2009. 
CORBETT, B.A.; MENDOZA, S.P.; BAYM, C.L.; BUNGE, S.A.; LEVINE, S. Examining cortisol rhythmicity and responsivity to stress in children with Tourette syndrome. Psychoneuroendrocrinology, vol. 33, 2008. 
JUNIOR, Dante de Rose. A competição como fonte de estresse no esporte. Rev. Bras. Ciên. e Mov. Brasília v. 10 n. 4 p. 19-26 outubro 2002 
LEIVADI, Stella; HERNANDEZ-REIF, M; TIFFANY,F; O'ROURKE, M; D'ARIENZO, S; LEWIS, D; PINO, N; SCHANBERG, S; KUHN, C. Massage Therapy and Relaxation Effects on University Dance Students. Journal of Dance Medicine & Science, Volume 3, Number 3, September 1999 , pp. 108-112(5) 
MARTENS, Rainer; VEALEY, Robin S.; BURTON, Damon. Competitive Anxiety in Sport. Champaign-Illinois (USA): Human Kinetics Publishers Inc., 1990. 


Anais Eletrônico 
VIII EPCC – Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 
UNICESUMAR – Centro Universitário Cesumar 
Editora CESUMAR 
Maringá – Paraná – Brasil 

Para proteger os Rins


domingo, 30 de março de 2014

Massagem Sueca


O contato com a vitalidade nos deixa mais alegres, felizes, abre nossa visão para tudo que pode nos dar prazer na vida, faz com que possamos perceber nossos “pré-conceitos” ligados aos comportamentos sociais, mentais, emocionais e físicos, nos mantendo prisioneiros a esses conceitos e trazendo a doença para nossa vida.

destaque_neuro_dr

Entre os anos de 1776 e 1862, um professor sueco de Artes Bélicas e Mestre de Armas, Peer Henrik Ling(com 32 anos), que era considerado o melhor espadachim do mundo, durante um duelo à florete teve seu braço atingido no músculo longo (supinador), que dá movimento ao punho. A atrofia deste músculo desenvolve-se de forma progressiva e causa aleijão, havendo a necessidade de se cortar a mão para evitar-se esse desenrolar. Nesta época, havia em Paris um cirurgião, Dr. Ambroise Parré, que convidou Peer Henrik Ling para ir a Paris e ser operado por ele, conseguindo com isso 80% de sucesso.

Ling, não conformado, na tentativa de cura total se valeu da massagem e da ginástica, e após três anos estava não só curado, mas havia criado um sistema com bases científicas de terapia cinesiológica e massoterápica. Levando desde então o método o seu nome, que também ficou conhecido em todo mundo como Sistema Sueco de Massagem, Ling foi muito procurado e alcançou vários êxitos no tratamento de pessoas portadoras de lesões. Este fato levou o seu sistema de massagem a ser conhecido, respeitado e ensinado em todos os centros da Europa, tornando-se uma ciência paramédica.

A massagem sueca tradicional combina elementos de fisiologia e ginástica, assim como certas técnicas da China, Egito, Grécia e Roma. É uma  massagem  mais focada nas camadas mais superficiais da pele para aliviar tensão nos nervos, músculos e glândulas enquanto melhora a circulação geral do corpo.

Ao longo do tempo, esta técnica de massagem, foi sendo difundida pelos quatro cantos do mundo. O profissional de Massagem Sueca deve ter excelente coordenação motora, agilidade manual, noções de força, distância e velocidade. É necessário exercitar as mãos para torná-las fortes, resistentes, musculosas e quentes, pois a pessoa que vai receber a massagem precisa sentir que está entrando em contato com a vitalidade, a saúde e o equilíbrio.

preview_html_333556b3

Manter essa vitalidade recebida implica, por parte do paciente, em ter uma alimentação saudável, dormir o necessário para o repouso corpo-mente, praticar um esporte ou fazer caminhadas e não cometer excessos de qualquer espécie.

Todo esse trabalho traz como resultado uma total presença no corpo, uma atenção plena de todas as situações ocorridas no dia a dia e uma facilidade de encontrar através do seu equilíbrio as respostas, as soluções dos problemas e a cura das dificuldades da qual nos vemos cotidianamente envolvidos.



sexta-feira, 28 de março de 2014

MASSAGEM DESPORTIVA


Os primeiros registros de massagem desportiva são encontrados nas antigas culturas grega e romana. Os gregos usavam massagem nas Olimpíadas para aliviar dores e aumentar a recuperação muscular dos atletas. Na verdade, os massagistas antigos eram médicos e tinham um status grande na sociedade. Até hoje, a massagem desportiva é tida como uma profissão respeitada e quase todo atleta ou clube de elite que atua na área do esporte, tem um ou vários massagistas contratados. Na verdade, durante muitas centenas de anos em que a prática da massagem foi considerada como um trabalho não sério, a massagem desportiva sempre sobreviveu como um serviço importante dentro da área do esporte.
A massagem desportiva traz vários benefícios para a pessoa tratada. A grande diferença entre a massagem desportiva e a relaxante, é o vigor e a velocidade. A massagem desportiva usa movimentos e manobras mais rápidas e mais fortes para aumentar a circulação sanguínea, o que traz uma recuperacão mais eficaz depois um esforço físico. A gente pode dividir a massagem desportiva em dois campos. O primeiro, é aplicado depois um esforço físico para recuperar a musculatura. O segundo, é aplicado antes do esforço físico para preparar a musculatura para a tarefa. Enquanto a massagem relaxante libera hormônios que acalmam o corpo como ocitocina e endorfinas, a massagem desportiva, devido aos movimentos mais vigorosos, pode liberar adrenalina, que agita o atleta antes do esforço físico.
A massagem desportiva pode concentrar a atuação em áreas isoladas para resolver problemas na musculatura, nos tendões ou nas articulações. Não costuma ser aplicada como uma massagem completa, que visa mais um relaxamento geral.


quinta-feira, 27 de março de 2014

Por quê a haloterapia faz bem para o desempenho atlético?

Os músculos, devido ao grande esforço físico, perdem uma grande quantidade de água e sais minerais, criando um estado de fadiga ou esgotamento físico, emocional e mental. A haloterapia é ideal para recuperação do desempenho atlético, porque além de promover uma maior oxigenação do sangue e aumentar funcionamento do sistema respiratório ela fornece os íons negativos que limpam o corpo das impurezas da poluição, aumentado, assim, a resistência física do atleta. 

SGAS 915 conjunto N lotes 69A e 70A
sala 106 térreo
Advance Centro Clínico Sul
Brasília DF 71680-349 Brasil

As 3 situações em que as massagens são fundamentais!


A massagem desportiva e os seus benefícios não são propriamente um 

segredo, mas acontece que poucos desportistas a utilizam!


Não esperes até teres algum problema ou lesão que te incomode ao longo 
dos treinos ou provas, coloca a massagem desportiva no teu plano de treino,
 reduz a ocorrência de lesões e aumenta a tua performance.

Quando podes benefíciar com a massagem?


Durante o treino

. Prepara para uma sessão dura ou recupera de uma sessão de treino 
intensa
. Aumenta os níveis de performance
. Minimiza os efeitos negativos dos movimentos de repetição
. Reduz o risco de lesões
. Potencia a flexibilidade e a amplitude do movimento
. Cria bem-estar contínuo
. Mantém o nível anímico elevado

Antes da corrida

. Prepara para o momento da competição (aumento de performance)
. Cria uma atitude positiva e de confiança
. Estimula os músculos e sistema nervoso
. Aumenta o tónus e reduz o excesso de tensão muscular
. Incrementa a oxigenação celular
. Cria hiperemia (aumento de temperatura)
. Aumenta a atividade cardiovascular
. Estimula a produção de adrenalina
. Liberta a fáscia e outras estruturas do tecido conjuntivo
. Atrasa o aparecimento de fadiga muscular por esforço
. Prevene lesões
. Melhora a flexibilidade dos tecidos
. Aumenta o sentido cinestésico (movimento corporal)

Após a corrida

. Recupera do esforço e fadiga muscular
. Acelera o retorno do atleta ao alto nível de treino
. Repõe os níveis de oxigénio celular
. Elimina resíduos metabólicos adquiridos pela forte carga da atividade física
. Reduz eventual dor e recupera lesões
. Alivia zonas de tensão

Frutas que aceleram o metabolismo


Chocolate


quarta-feira, 26 de março de 2014

BENEFÍCIOS DA MASSAGEM ESPORTIVA


O processo de recuperação física está diretamente relacionado ao processo 
do metabolismo energético, recuperação muscular, neuromotora e neuro-
endócrina. E esse processo de recuperação física, feito de maneira inadequada,
 associado a um treinamento excessivo e prolongado, pode causar alterações 
fisiológicas negativas e um sobretreinamento no atleta.

Um dos passos que compõe um processo adequado de recuperação física e 
um dos mais utilizados no futebol é a massagem esportiva, aplicada antes
 ou após os jogos. A massagem esportiva é muito indicada para lesões mus-
culares causadas pelos treinos excessivos, e também aumenta o fluxo 
sanguíneo e ajuda a eliminar toxinas que se acumulam nos músculos após
 a prática de exercícios físicos. Ela é indicada antes dos treinos ou de alguma 
competição, pois estimula a produção do hormônio adrenalina e aquece os 
tecidos do corpo.

Os principais objetivos da aplicação da massagem esportiva são:

- Aliviar o estresse e a dor;
- Aumentar o desempenho do atleta;
- Evitar fadiga;
- Diminuir inchaços e tensão muscular;
- Aumentar a flexibilidade;
- Prevenir lesões;
- Recuperar o corpo após treinos ou exercícios.

massagem esportiva é contra indicada em casos de lesões agudas, 
doenças cutâneas, hipersensiblidade ou aversão ao toque, casos de febre,
 infecções, tumores e TVP (trombose venosa profunda).


Os tipos de massagens e seus efeitos



Normalmente utilizadas para fins estéticos e relaxantes, a massagem tem desempenhado um papel cada vez mais importante nos cuidados com a saúde. Chamada atualmente de massoterapia, ela consiste em um conjunto de toques feitos com as mãos, com outras partes do corpo ou com aparelhos sobre uma ou mais partes do corpo, além de realizar movimentos nas articulações, alongamentos e aplicações de calor e frio.
A fisioterapeuta Mariana Moraes conta que existem diversos tipos de massagens e que elas têm inúmeras indicações, como: aliviam o estresse e a tensão, diminuem as dores musculares, controlam a dor, eliminam traumas físicos e melhoram a circulação sanguínea e a flexibilidade. Mas é preciso que antes o cliente já tenha o diagnóstico do problema para que profissional possa utilizar as técnicas de massagens de acordo ele.
“Essa é uma das grandes diferenças entre a massoterapia e a massagem comum. Além dela ser realizada por profissionais altamente qualificados, antes do procedimento é feita uma entrevista onde podemos decidir qual será o direcionamento da terapia de acordo com a necessidade da pessoa. Ou seja, se ela tiver dor muscular, o massoterapeuta terá que utilizar técnicas diferentes das que usaria em alguém que quer apenas aliviar a tensão”, explica Mariana.
A maioria dessas técnicas é milenar, nascida na medicina chinesa, em meados de 1800 A.C.. Mas, enquanto as massagens orientais focam na fisiologia do sistema circulatório, a ocidental focaliza a fisiologia energética.

Os tipos de massagens e seus efeitos
Shiatsu
Além de equilibrar os pontos dos meridianos (canais de energia) que percorrem o corpo, trazendo bem-estar, ela também ajuda no combate à insônia, ansiedade; melhora a circulação sanguínea; e alivia a dor causada por contratura e má postura (dores nas costas e articulações). O Shiatsu ainda é indicado no caso de cólicas menstruais, intestino preso, dor de cabeça e enxaqueca.
“A pressão do dedo do terapeuta atua no fluxo da energia, que circula no corpo onde percorrem os canais e meridianos, promovendo o equilíbrio da energia. Dessa maneira, faz fluir onde está bloqueado e seda onde está em excesso.”, garante Mariana.
Ayurvédica
É uma vigorosa massagem que estimula os músculos e a circulação, liberando as toxinas presas neles e nos tecidos. Através de toques profundos com as mãos, cotovelos e pés, ela propicia um realinhamento postural, alívio de tensões no corpo físico, fortalece o sistema imunológico e tem efeitos antiestresse e antidepressivos.
Desportiva
Indicada para todos que praticam algum tipo de esporte, profissionalmente ou por hobby. É uma massagem profunda com deslizamento nos grupos musculares mais solicitados na prática de atividade física. Seus benefícios são: relaxar a musculatura em geral; melhorar a circulação sanguínea e a oxigenação das células; e acelerar a recuperação dos grupos musculares.
Destoxi Drenante
É uma massagem com derivados de biotecnologia marinha que tem a proposta de desintoxicar e drenar o organismo a fim de equilibrar as funções metabólicas. A técnica combina manobras de massagem drenante manual a massagem terapêutica oriental e manobras da massagem relaxante. Os ativos utilizados no creme são derivados da Biotecnologia Marinha.
Abhyanga
Utiliza uma quantidade grande de óleo para nutrir os tecidos e eliminar as toxinas. É feita com óleo morno, escolhido de acordo com o Dosha do paciente (caracterização do perfil biológico do indivíduo). São realizados movimentos e leves alongamentos visando à eliminação das toxinas e desintoxicação do corpo. Como atua diretamente nos sistemas linfático, sanguíneo e nervoso, também estimula o sistema digestivo.
Fonte: beautyup

segunda-feira, 24 de março de 2014

DESEMPENHO ESPORTIVO E A HALOTERAPIA



       O principal objetivo de todo atleta é alcançar o máximo absoluto de seu potencial, sendo a sua capacidade e a sua resistência pulmonar fatores importantes e determinantes para este fim.
       Haloterapia – Terapia do Sal. Pode ser utilizada na atividade esportiva como coadjuvante para aprimorar o desempenho do atleta, melhorando e aumentando a função, capacidade e resistência pulmonar.
      Existem várias condições respiratórias e limitações pulmonares que podem afetar o rendimento do atleta. A obstrução nasal, a coriza excessiva, a responsividade brônquica aumentada, a exposição a alérgenos e outras partículas inaladas somando-se as doenças respiratórias e condições tais como asma, alergia e inflamação das vias aéreas podem levar a uma redução do seu desempenho.
      A Haloterapia é um tratamento preventivo livre de drogas, reconhecido como tratamento complementar ao modelo biomédico certificados pela diretiva daUnião Européia nº CE93/42EEC de produtos médicos podendo ser usados sem limites em qualquer prática médica de qualquer país da U.E.



A  sala de sal simula o interior de uma gruta de sal. Totalmente revestida de sal puro (sem adição de iodo). Nesta sala são expelidos spray secos de sal durante 45 minutos. O atleta ficará, neste período, respirando e relaxando enquanto as micro partículas de sal  são inaladas pelas vias respiratórias.Elas farão limpeza, desobstrução e purificação ajudando a eliminar as toxinas que residem no corpo. A ação básica da terapia com sal é a diminuição do edema (inchaço) das mucosas, eliminando o muco ali retido diminuindo inflamações e recidivas de infecções.

SINTOMAS DE PADRÕES RESIRATÓRIOS INADEQUADOS

         Limite da troca de oxigênio
         Redução de resistência e do desempenho
         Produção de ácido láctico que deixa o atleta com dores musculares
         Maior desidratação
         Ocorrência de câimbras
         Ansiedade
         Diminuição da concentração
         Maior probabilidade de lesão em treinos e competição
         Diminuição dos níveis de energia
         Sono deficiente

OBJETIVOS DA HALOTERAPIA

         Objetivo da Haloterapia – TERAPIA DO SAL é normalizar o padrão da respiração. Quando o corpo trabalha dentro dos seus parâmetros fisiológicos normais, pode ser exigido em um nível mais elevado na performance.
         O vigor e a resistência são maximizados e a maioria dos sintomas inadequados poderá ser invertida.
         Corrigindo o padrão da respiração e aumentando efetivamente a capacidade respiratória o atleta terá mais fôlego,  significando um maior desempenho.



BENEFÍCIOS DA HALOTERAPIA

         Diminuição do edema (inchaço) das vias aéreas, eliminando o muco, removendo a         obstrução ao fluxo de ar;
         Efeitos antiinflamatório e bactericida;
         Reduz a reatividade brônquica;
         Limpeza das partículas inaladas pelo pulmão;
         Aumento da capacidade pulmonar;


INDICAÇÕES

         Asma;
         Bronquite crônica;
         Falta de ar, aperto nos pulmões;
         Pneumonia após fase aguda;
         Tosse relativa ao tabagismo, tosse seca;
         Constipação e gripe;
         Faringite;
         Sinusite – inflamação dos seios;
         Infecções respiratórias;
         Alergias decorrentes de poluentes industriais e domésticos;
         Adenóide e amidalite;


Salus Naturalis

SGAS 915 conjunto N lotes 69A e 70A
sala 106 térreo
Advance Centro Clínico Sul
Brasília DF
70.390-150 

61- 3257 3232

61- 3879 3232

Centro Clínico Advance, na rua do Conselho Federal de Medicina, atrás da LBV. É neste Centro Clínico moderno e lindo que a Salus Naturalis está funcionando e esperando por você!


Envelhecimento


domingo, 23 de março de 2014

“Plante uma árvore agora mesmo. Descubra Como"



 "Conheça o Adesivo Verde, plante árvores e neutralize o CO²!"


  adesiva.me

ALGUMAS PERGUNTAS E REPOSTAS SOBRE MASSAGEM


 Qual a importância da massagem no esporte?
A massagem no esporte é quase que fundamental, para os atletas terem uma chance de recuperar a musculatura cansada depois de um treino ou competição. Não tem nada melhor para um atleta no sentido de limpar a musculatura de ácido láctico acumulado. Além de limpar a musculatura a massagem desportiva também aumenta a circulação de sangue, que por sua vez traz oxigênio novo e nutriente que o músculo precisa para a atividade. A recuperação pode chegar a ser 4 vezes mais rápido com uma boa massagem. 

 A massagem desportiva deve ser feita antes ou depois da competição?
Tem dois tipos. Uma antes e uma depois. Antes é feito um trabalho para despertar a musculatura, uma preparação para a atividade física. Normalmente são massagens mais rápidas e mais energéticas, que duram por volta de 5 a10 minutos, focada na região que realmente precisa. Depois da competição é feito um trabalho de limpeza dos músculos, muito parecido com a massagem clássica comum.

Através da massagem pode-se diagnosticar algum tipo de doença?
O massagista, não sendo médico, não pode diagnosticar ou prescrever remédio, por exemplo. Mas é claro, com testes simples na musculatura você consegue saber qual músculo está tenso ou não.

A medicina considera a massagem uma terapia?
Sim e não. Como terapia muscular muitos médicos indica a massagem como tratamento complementar. Mas ainda hoje a massagem é considerada uma terapia alternativa. No esporte a massagem é muito forte por causa dos bons efeitos que traz para os atletas.

A massagem cura algum tipo de doença?
Sim e não. Melhora os sintomas, sim. Tem doenças que não mexemos normalmente doenças mais graves como câncer ou tumores etc. Mas “doenças” como estresse ou musculatura tensa, aí sim, a massagem pode curar.

No corpo existe um ponto ideal para recebimento de massagem?
O massagista trabalha em princípio só músculos, que ao final é por volta de 60% do corpo. Mas não tem um músculo ideal. Todos os músculos têm seus pontos de gatilho (trigger points) ou problemas específicos. A massagem tem que ser feita considerando cada indivíduo. Principalmente no esporte, é diferente tratar músculos de um atleta de artes marciais e de um maratonista, eles usam músculos diferentes.

As massagens são sempre feitas somente com as mãos?
Sim, basicamente. Tem equipamentos, mas é a mão que cura.

Quais são os benefícios da massagem?
São muitos, pode se dizer até centenas. Os principais são: o aumento da circulação sanguínea, a recuperação muscular, o aumento de secreção de hormônios, como ocitocina e endorfina que traz alívio e bem estar. Além de vários fatores psicológicos, como anti-estresse etc.

Após uma massagem nota-se melhora tanto no físico quanto na mente?
Absolutamente, a musculatura relaxa quase de imediato e devido os “bons” hormônios que são liberados durante a massagem a pessoa relaxa e se sente bem. Tem casos na psicologia que usam massagem para ajudar no tratamento. Tem pessoas que fazem uma massagem relaxante antes de falar em público ou fazer uma prova para  a faculdade.

Qualquer pessoa pode fazer uma massagem?
Basicamente sim. Normalmente antes da massagem é preenchido um formulário com possíveis contra-indicações para descobrir se pode ou não fazer a massagem. Se não tiver autorização médica.

As massagens podem ter contra-indicações?
Sim, mas todas elas são evitadas com um pouco de bom senso. Você não vai fazer uma massagem em cima de um osso quebrado ou depois de um acidente de carro, por exemplo. Isso cabe a um profissional competente no hospital.

As massagens ajudam na estética?
Bom, dizem que sim. Mas eu nunca trabalhei com essas técnicas. No esporte as pessoas querem pular mais alto, correr mais longe e mais rápido, marcar gol no futebol. Eles pouco ligam para a beleza.

Quantos tipos de massagem existem?
Centenas ou milhares, e novas técnicas vindo o tempo todo. Mas você consegue observar duas linhas mais fortes. O ocidental e a oriental. Mas no final todo acaba sendo bastante parecido.

Para que são indicadas?
Isso deve ser perguntado para cada profissional, pois cada um tem sua técnica. A massagem que eu uso, massagem desportiva, é feita para atletas amadores e profissionais.

Visão X Computador


Hipotireoidismo


sábado, 22 de março de 2014

Meta para alongar os grupos de músculos




Alongar os músculos estimulando sua açao EXCÊNTRICA!!!
A meta ao alongar um grupo de músculos é: ensina-los a auto regular sua própria força e não simplesmente solta-lo forçando os ligamentos. Professor tenha paciência, reveja seus princípios e associe-se a rede do PNF! Aqui nesse video o aluno ainda nao consegue alongar seu pescoço, calma isso virá... Se você professor tem conhecimento e sabe estimular esses processos, pouco a pouco você o ensinara a crescer seu eixo vertebral.

Atenção: professores de Esporte , Fitness, yoga , hidro etc devem se capacitar, aprender a tocar, dirigir, estimular o aluno durante a execução dos exercícios, ampliando sua percepção sobre os controles musculares, para isso depende de informações táteis e articulares, impossiveis de acontecer sem toca-lo! 

Massagem para atletas


Ótimo para Atletas

Relaxamento na musculatura provocado por tensões de estresse e após atividade física intensa.
Melhore a recuperação física depois da prática de esportes de alto rendimento.
O uso de massagens antes de praticar esportes relaxa a musculatura diminuindo o risco de lesões.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts with Thumbnails