Páginas

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Massoterapia deve ser associada a exercícios físicos e alimentação




Vida saudável contribui para manter resultados das diferentes técnicas de massagem.

Os tratamentos estéticos caíram no gosto popular – as sessões já não se limitam as pessoas que possuem umas cifras a mais na conta bancária. A popularização se deve ao aumento no número de profissionais no mercado, as promoções que atraem os clientes e a divulgação intensa das diversas técnicas existentes. “Existem vários tratamentos, com métodos e resultados diferentes. Cada um deve analisar qual se encaixa melhor em suas necessidades”, observa José Airton da Silva, terapeuta que atua com estética corporal e é membro do Sindicato dos Terapeutas do Estado do Rio de Janeiro (Sinter-RJ).

Na hora de escolher qual a melhor técnica surgem muitas dúvidas. Silva ressalta que os métodos que envolvem massagem e toques manuais são encarados como tratamentos semelhantes, que promovem os mesmos efeitos. “Mas isso não é verdade. Cada técnica possui seu próprio protocolo, com metodologias diferentes e resultados diferentes uma das outras. A massoterapia engloba várias técnicas de massagem, nas quais estão incluídas a drenagem linfática e a massagem modeladora, por exemplo, mas estes subtipos são diferentes”, destaca Silva.

A massoterapia é caracterizada como um conjunto de técnicas de massagem com a finalidade terapêutica, estética e esportiva. Os tecidos moles e as articulações do corpo são manuseados de forma manual, além de serem submetidos a aplicações quentes, frias e vibrações. “Entre os objetivos da massoterapia estão relaxamento, diminuição do estresse, alívio de dores musculares, estimulação da circulação sanguínea, melhora do sistema linfático, recuperação dos músculos, prevenção de lesões e redução da celulite”, aponta Silva, que também atua com terapia ortomolecular.

No âmbito esportivo, a massoterapia é fundamental, já que os treinos são desgastantes e fadigam os músculos. Para minimizar as dores e acabar com a fadiga muscular, os atletas fazem sessões de massagem. “No futebol as técnicas de massagem são ainda mais conhecidas, especialmente quando algum atleta necessita de reabilitação em casos de distensões e lesões. Praticamente todos os times possuem um massagista ou massoterapeuta”, afirma Paulo Edson Reis Jacob Neto, terapeuta ortomolecular e presidente do Sinter-RJ.

As pressões manuais auxiliam ainda na eliminação de resíduos metabólicos do organismo. A melhor técnica é a drenagem linfática, que utiliza os toques para esvaziar os líquidos e resíduos presentes no corpo, estimulando a circulação linfática. “A linfa é uma substância rica em glóbulos brancos e é essencial para o sistema imunológico. Por isso a drenagem é recomendada após a realização de cirurgias plásticas, principalmente por causa dos edemas causados pela intervenção cirúrgica, e depois da gestação. As sessões também promovem relaxamento corporal”, enfatiza Paulo.

Na drenagem linfática o terapeuta faz movimentos entre os vasos sanguíneos e linfáticos e os tecidos, potencializando os mecanismos fisiológicos de pressão. No início a drenagem era considerada benéfica apenas para o tratamento de edemas, mas com o passar do tempo passou a fazer parte do rol de procedimentos estéticos. “Existem algumas contraindicações para a realização da drenagem linfática. Pessoas com inflamações, câncer, tumores malignos, ferimentos e idosos não devem ser submetidos a esta técnica”, alerta Paulo.

A aplicação de cremes e outros cosméticos aumentam o poder dos toques e beneficiam a pele, deixando-a mais macia, hidratada, limpa, com uma aparência, textura e elasticidade melhores. A massoterapia também pode ser usada para reduzir as gorduras localizadas, as grandes vilãs do corpo visualmente harmonioso. “A associação das técnicas de massagem a prática regular de exercícios físicos e uma alimentação equilibrada, rica em frutas, verduras, água e fontes de fibra e proteína é imprescindível para que os resultados sejam duradouros”, finaliza Paulo.

Sindicato dos Terapeutas do Estado do Rio de Janeiro
SINTER-RJ, órgão representante dos Terapeutas Naturistas do Estado do Rio de Janeiro
Site: http://www.siterrj.org

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

domingo, 26 de fevereiro de 2012

As vantagens da ingestão de banana.

INCLUA NA SUA ALIMENTAÇÃO . . .

Nunca coloque banana na geladeira!

Isso é interessante.
Depois de ler isto, você nunca vai olhar para uma banana da mesma maneira novamente.

A banana contém três açúcares naturais - sacarose, frutose e glicose, combinados com fibra. A banana dá uma instantânea e substancial elevação da energia.

Pesquisas provam que apenas duas bananas fornecem energia suficiente para um treino de 90 minutos extenuantes. Não é à toa que a banana é a fruta número um dos maiores atletas do mundo.

Mas energia não é a única forma de uma banana pode nos ajudar a manter a forma. Pode também ajuda a curar ou prevenir um grande número de doenças e condições, tornando-se uma obrigação para adicionar à nossa dieta diária.

Depressão: De acordo com recente pesquisa realizada pela MIND, entre pessoas que sofrem de depressão, muitas se sentiram melhor após ter comido uma banana. Isto porque a banana contém triptofano, um tipo de proteína que o corpo converte em serotonina, reconhecida por relaxar, melhorar o seu humor e, geralmente, fazem você se sentir mais feliz.

TPM Esqueça as pílulas - comer uma banana. A vitamina B6 regula os níveis de glicose no sangue, que podem afetar seu humor.

Anemia: contendo muito ferro, bananas estimulam a produção de hemoglobina no sangue e ajudam nos casos de anemia.

Pressão Arterial: Este fruto tropical é muito rico em potássio, mas reduzido em sódio, tornando-a perfeita para combater a pressão alta. Tanto é assim, os EUA Food and Drug Administration acaba permitiu que a indústria de banana a oficialmente informar sua habilidade da fruta para reduzir o risco de pressão alta e infarto.

Cérebro: 200 estudantes de uma (Middlesex) Twickenham escola (Inglaterra) tiveram ajuda da exames este ano comendo bananas no café da manhã, lanche e almoço em uma tentativa de elevar sua capacidade mental. A pesquisa mostrou que o fruto elevado teor de potássio pode ajudar a aprendizagem, tornando os alunos mais alerta.

Constipação: com elevado na fibra, incluir bananas na dieta pode ajudar a normalizar as funções intestinais, ajudando a superar o problema sem recorrer a laxantes.

Ressaca: uma das formas mais rápidas de curar uma ressaca é fazer uma vitamina de banana, adoçado com mel .. A banana acalma o estômago e, com a ajuda do mel aumenta os níveis de açúcar no sangue, enquanto o leite suaviza e reidrata o sistema.
Azia: elas têm efeito antiácido natural no organismo, por isso, se você sofre de azia, experimente comer uma banana para aliviar.

Enjôo matinal: comer uma banana entre as refeições ajuda a manter os níveis de açúcar no sangue elevado e evita as náuseas.

Picadas de mosquito: antes de o creme de picada de inseto, experimenta esfregar a zona afectada com a parte interna da casca da banana. Muitas pessoas acham excelentes em reduzir o inchaço ea irritação.

Nervos: Bananas são ricas em vitaminas do complexo B que ajuda a acalmar o sistema nervoso.

Excesso de peso e no trabalho? Estudos do Instituto de Psicologia na Áustria mostram que a pressão no trabalho leva à excessiva ingestão de comidas, como chocolate e biscoitos. Olhando para 5000 pacientes em hospitais, pesquisadores concluíram que os mais obesos eram mais prováveis ​​para a alta pressão empregos. O relatório concluiu que, para evitar a ansiedade por comida, precisa-se controlar os nossos níveis de açúcar no sangue por lanches alimentos ricos em carboidratos a cada duas horas para manter níveis estáveis.

Úlceras: A banana é usada na dieta diária contra desordens intestinais pela sua textura macia e suavidade. É a única fruta crua que pode ser comida sem desgaste em casos de úlcera crônica. Também neutraliza a acidez e reduz a irritação, protegendo as paredes do estômago.

Controle de temperatura: Muitas culturas vêem a banana como fruta 'refrescante', que pode reduzir tanto a temperatura física como emocional de mulheres grávidas. Na Tailândia, por exemplo, as grávidas comem bananas para os bebês nascerem com temperatura baixa.

Seasonal Affective Disorder (SAD): a banana auxilia os que sofrem SAD, porque contêm o natural do humor, Enhancer triptofano.

Fumar e Uso do Tabaco: As bananas podem ajudar as pessoas que tentam deixar de fumar. A B6, B12, assim como o potássio e magnésio, ajudam o corpo a recuperar dos efeitos da retirada da nicotina.

Stress: O potássio é um mineral vital, que ajuda a normalizar os batimentos cardíacos, levando oxigênio ao cérebro e regula o equilíbrio de água do corpo. Quando estamos estressados, nossa taxa metabólica se eleva, reduzindo os níveis de potássio. Que pode ser reequilibrado com a ajuda da banana, rica em potássio.

Enfarto: de acordo com pesquisa publicado no New England Journal of Medicine, comer bananas como parte de uma dieta regularmente pode reduzir o risco de morte por enfarto em até 40%!

Verrugas: os interessados ​​em alternativas naturais juram que se quiser eliminar verrugas, pegar um pedaço de casca de banana e colocá-lo sobre a verruga, com o lado amarelo para fora. Segure cuidadosamente a pele no local com uma fita de gesso ou cirúrgico!

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Massoterapia esportiva




Massoterapia é o conjunto de toques exercidos com as mãos. além de utilizar a manipulação manual dos tecidos moles do corpo, pode realizar movimentos nas articulações, alongamentos e aplicações de calor e frio.

Quais são as aplicações da massoterapia?
A massoterapia alivia dores musculares e estimula a circulação sangüínea. Além disso, a massagem auxilia o sistema linfático, o que ajudaria a eliminar os resíduos metabólicos no corpo. A drenagem linfática utiliza a massagem para esvaziar os líquidos e resíduos metabólicos e estimular a circulação linfática. A massagem também pode melhorar o humor das pessoas, aliviar o estresse e fazer com que os clientes sintam-se mais relaxados. Porém, você deve ter cuidado com afirmações de aplicações milagrosas da massoterapia. Apesar de promover benefícios à saúde, não há nenhum fundamento científico que sustente que a massoterapia possa curar doenças. A massagem também não aumenta diretamente a força muscular, embora seja eficiente na recuperação da fadiga após exercícios físicos vigorosos.

A massagem como terapia de reabilitação tem sua aplicação bastante conhecida por causa do futebol, onde quase todos os times contam com um massagista para auxiliar na recuperação muscular e ajudar na reabilitação em alguns casos de lesões. Massoterapia ainda tem aplicação na prevenção de distensões e lesões, que podem acontecer por causa excesso de tensão.

Abrange, principalmente, o shiatsu, o do-in, o tuiná, a reflexologia, a ayurvédica e a tailandesa (todas de inspiração oriental) e a drenagem linfática pós-operatório. Entre as massagens comuns destacam-se a relaxante (inclusive a sueca).

A massagem é uma das mais antigas e simples formas de terapia e um método para tocar, pressionar e amassar diversas regiões do corpo para aliviar a dor, relaxar, estimular e tonificar. A massagem faz muito mais que produzir uma sensação agradável na pele, atuando sobre os tecidos macios (músculos, tendões. eligamentos) para melhorar o tônus muscular. Embora ela afete principalmente os músculos logo abaixo da pele, seus benefícios podem alcançar as camadas mais profundas de músculos e possivelmente até os próprios órgãos.

A massagem também estimula a circulação do sangue e ajuda o sistema linfático (que corre paralelo ao sistema circulatório), melhorando a eliminação de detritos ao longo do corpo.A massoterapia é uma forma antiga de cura e restauração da saúde, tendo origem em diversas civilizações antigas. Ao aplicar força ou vibração sobre tecidos do corpo, a massagem terapêutica promove a estimulação da circulação de sangue e linfa e a oxigenação dos tecidos.

Existem diversos tipos de massagem terapêuticas, tanto ocidentais quanto orientais. A escolha da massagem vai depender do tipo de problema a ser sanado e outras características do paciente. Também é importante lembrar que nem todo tipo de massagem esta disponível em todos os lugares. Os profissionais que executam esse tipo de serviço passam por cursos de massoterapia e especializações nos diversos tipos de massagem. É importante pesquisar um bom profissional, obtendo referencias sobre a prática e a experiência da clinica de massoterapia.

A massoterapia tem desempenhado um papel importante nos cuidados gerais de saúde para muita gente, principalmente no mundo estressante como é aquele em que vivemos hoje. A massoterapia, como o nome sugere, consiste no tratamento ou terapia através de massagens e pode ser aplicada a diferentes partes do corpo ou de forma contínua em todo o corpo, para aliviar o stress e a tensão, diminuir as dores musculares, controlar a dor, eliminar traumas físicos, melhorar a circulação sanguínea e flexibilidade, promover a saúde e bem-estar e também melhorar a qualidade de vida.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Dor muscular? Faça Watsu




O Watsu promove o alongamento em água morna, e tem seu potencial aumentado consideravelmente, já que a água morna promove um relaxamento muscular superior ao alongamento realizado em temperatura ambiente.

Massageamos algumas regiões corporais, pressionamos pontos específicos sem causar dor. Durante toda a sessão não promovemos dor física. Sempre se trabalha no limite de cada um.A massagem, o alongamento e a pressão de determinados pontos fazem com que o fluxo de energia corporal seja harmonizado.



video


Fernando Calixto (61) 8177-7009 / 3364-3541 /3364-6182 : Watsu
http://fernandocalixto.com.br/Portal.aspx

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

A importância da avaliação física



Muitos reclamam na hora de passar pela avaliação física, mas a verdade é que ela é fundamental para qualquer indivíduo que deseja iniciar um programa de exercícios físicos de maneira segura e eficaz. É através dela que se identifica possíveis fatores de risco relacionados à saúde e à pratica de exercícios físicos. É possível traçar metas e elaborar um programa de treinamento de acordo com os principais objetivos do aluno e acompanhar os resultados através de reavaliações dos procedimentos adotados na avaliação física.

O método mais utilizado para a avaliação da composição corporal é a antropometria devido à sua facilidade de aplicação. Através de medidas antropométricas é possível avaliar as alterações de medidas corporais decorrentes da prática de exercícios físicos e dieta, proporcionando dados de grande valia para os profissionais que atuam nesta área. Dentre estas medidas devemos ressaltar a circunferência abdominal, independente do sexo, pois a gordura localizada na região central, conhecida como gordura visceral, está substancialmente associada ao aumento de doenças cardiovasculares, síndrome metabólica e diabetes mellitus.

Outro método realizado em avaliação física é de dobras cutâneas, utilizando um equipamento chamado de plicômetro, também conhecido como adipômetro. O avaliador mensura a gordura subcutânea (gordura localizada abaixo da pele) e através do protocolo utilizado obtém dados da composição corporal.

Existem inúmeros protocolos que podem ser utilizados para mensurar a composição corporal, o mais importante é o profissional adequar o protocolo para o público com o qual deseja trabalhar.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Saiba um pouco mais sobre fratura por estresse



A fratura por estresse tem como sua principal causa a sobrecarga repetitiva que ultrapassa a capacidade óssea de regeneração. Os ossos estão em constante processo de formação e reabsorção quando acontece um excesso de carga ou repetição a reabsorção óssea supera a formação óssea, causando a fratura por estresse.

Este processo pode atingir desde atletas profissionais a praticantes de atividade física de final de semana, pode acometer qualquer osso, porém sua incidência é maior em ossos dos membros inferiores (fêmur, tíbia, fíbula, metatarsos e etc.). Nos não atletas, esta lesão ocorre geralmente por falta de preparo físico e nos atletas profissionais ocorre principalmente por excesso de treino. Os sinais e sintomas são dor que evolui de maneira progressiva de acordo com exercício físico, que pode até mesmo limitar os movimentos e o caminhar, enfraquecimento da musculatura do membro afetado e edema em casos mais severos.

A fratura por estresse no seu início pode ser confundida com outros diagnósticos como dores musculares e tendinites. O diagnóstico é feito através de exames de imagem como a radiografia, porém a radiografia simples só é um exame confiável em fraturas de estresse mais avançadas, não tendo eficiência na fase inicial, e os exames de escolha na fase inicial são a Cintilografia Óssea e a Ressonância Magnética

O tratamento na sua grande maioria é conservador, com repouso da atividade relacionada com a lesão, evitar impactos sobre o membro afetado geralmente por 6 a 8 semanas para consolidação integral da fratura, calçados adequados para as atividades diárias e retorno gradual às atividades físicas, nunca tentando voltar no mesmo ritmo antes da ocorrência da lesão.

Em lesões acentuadas severas pode ser necessário o tratamento cirúrgico que envolve fixação no local da fratura para ocorrer uma redução anatômica adequada. A fisioterapia vai trabalhar com condutas analgésicas como T.E.N.S, ultra-som, laser, fortalecimento da musculatura envolvida, alongamentos específico, na orientação para calçados corretos e para suas atividades diárias .

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Os benefícios do exercício físico para a Fibromialgia



Para as pessoas que possuem essa patologia, o exercício físico é muito importante. A princípio é muito difícil, pois com dores os exercícios não serão prazerosos. Mas é fundamental não desistir. Com musculação adequada e alongamento, aos poucos, as dores vão se amenizando.

Tanto exercícios aeróbios como os exercícios de força trarão grandes benefícios como condicionamento cardiovascular, força, equilíbrio e maior mobilidade de grupos musculares que se encontram em contração prolongada.

Procure um profissional de Educação física para a prescrição e orientação dos exercícios, pois o ideal são exercícios leves, em pequenas quantidades, e com a melhora progredir com o treinamento. Assim, é recomendado um treinamento personalizado.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Meias de compressão: apenas moda ou ciência a favor dos atletas?



As meias de compressão entraram, há poucos anos, no gosto dos corredores, prometendo aumentar a resistência das pernas em provas longas. “Ao usá-las, os vasos sanguíneos da panturrilha são comprimidos. Isso faz com que se tenha uma oxigenação maior dos tecidos, porque o sangue flui com mais rapidez, levando a um melhor desempenho da musculatura”, explica Marcio Cunha, fisioterapeuta do Esporte Clube Pinheiros.

Apesar da quantidade de estudos ainda ser pequena, é consenso entre os especialistas consultados pelo Webventure que tal acessório realmente traz benefícios para os esportistas. A dúvida é que ainda não há dados precisos em relação à grandeza desse ganho para cada usuário. Alguns poucos estudos demonstram ganhos de performance, como aumento de velocidade, que pode variar de 2% a 6%, dependendo do atleta.

Além da oxigenação, acredita-se que o efeito de sustentação das meias também ajude a diminuir o cansaço muscular, amenizando a vibração dos músculos e, portanto, o desperdício de energia. O doutor Marcondes Figueiredo – especializado em angiologia, área médica que se ocupa dos vasos sanguíneos – acrescenta que elas “impedem o acúmulo excessivo de catabólitos no músculo, que causam dor após o esporte”. Os catabólitos são substâncias tóxicas expelidas pelas células durante a produção de energia, como a creatinina e o ácido lático.

Outros autores de estudos têm afirmado que o ganho de desempenho proporcionado pelas meias beneficia apenas os atletas de alto rendimento, em provas de longa duração, com mais de 10 quilômetros. Apesar de essa hipótese ser plausível, o doutor Marcondes sublinha que “a diferença entre atletas de alta e baixa performance é um terreno meio pantanoso, que precisa de mais estudos.”

Não abuse. Em geral, as meias elásticas são feitas de materiais sintéticos, como nylon, poliamida e elastano, em versões para perna inteira, de cano longo, ou sleeves, que não cobrem os pés. Cada modelo possui uma taxa de compressão medida em milímetros de mercúrio, variando de 15 a 25 mm Hg.

É importante prestar atenção para distinguir as meias de modelos esportivos das versões medicinais. As que possuem taxas de compressão de 30 milímetros de mercúrio ou mais são indicadas apenas para tratamentos de doenças específicas. O uso indevido de um item medicinal pode ocasionar lesões por conta de um possível efeito torniquete, que dificulta a passagem do sangue. Mas, as esportivas podem ser usadas em situações nas quais seja necessário ficar muito tempo de pé ou sentado, como viagens intercontinentais ou ao dar aulas.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Benefícios da hidroterapia para o tratamento de Hérnia de Disco



Nos últimos anos o número de pessoas que sofrem com dores lombares tem crescido assustadoramente. Entre as principais doenças está a Hérnia de disco Lombar que atinge cerca de 40% da população adulta, isto sem contar a estimativa de estudos que prevêem que 80% da população mundial sofrerá com dores na coluna em alguma época de suas vidas.

A coluna vertebral é o segmento mais complexo e funcionalmente significativo no corpo humano. Ela é o eixo de suporte e movimentação do corpo humano funcionando ainda como uma proteção óssea para a medula espinhal.

A hidroterapia pelo fato de possuir algumas propriedades físicas importantes para esta parte do corpo, como densidade, gravidade específica, pressão hidrostática e flutuação, é um excelente exercício para quem sofre com este problema, trazendo benefícios, como alívio de dor e espasmos musculares, melhora na circulação sanguínea, promove o relaxamento muscular, diminui edema e facilita a execução de movimentos na água.

Por estes motivos a hidroterapia é considerada um dos tratamentos mais adequados para a Hérnia de Disco, pois as propriedades físicas da água, principalmente a flutuação, possuem repercussões positivas em relação à Hérnia, proporcionando alívio da dor, melhora da postura e mobilidade, normalização dos sinais neurológicos e da qualidade de vida.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Inclua massagem no seu treino de corrida




POR rlucena

Bom, você deve ter visto, há alguns dias, a notícia de que pesquisadores comprovaram a eficácia da massagem no combate à dor. Isso, como diz o texto publicado na Folha , já era sabido desde tempos imemoriais. Na Antiguidade, gregos e chineses faziam massagens em seus atletas depois dos exercícios.

Agora, cientistas canadenses fizeram um estudo aprofundado, cheio de testes disso e daquilo, com biópsia para ver o efeito dos exercícios e da massagem no organismo. Em síntese, observaram que dez minutos de massagem reduziram os sinais de inflamação nas células. O resultado foi parecido ao produzido por analgésicos.

Muito bem. A questão é que, ao reduzir a dor, aparentemente a massagem reduz também o tempo de recuperação. E parece ter influência até sobre o desempenho dos atletas. Isso já não são os cientistas canadenses que dizem: é resultado da observação feita por especialistas em esporte e fisioterapeutas que acompanham atletas.

Uma delas é a mineira MARIS NORONHA, 45, formada há 22 anos e focada, na última década, no trabalho com maratonistas e triatletas, ainda que também atenda praticantes de outros esportes.

Por causa da descoberta dos pesquisadores canadenses, pedi a ela que escrevesse um texto falando sobre a massagem na vida dos corredores. Eu não preciso de nenhum tratado científico para perceber a importância desse recurso. No tempo em que eu treinava para maratonas, dava um jeito de incluir massagens no meu cronograma. Fazia a cada 15 dias, nos dois meses que antecediam a prova.

Bom, fique agora com os comentários que a MARIS mandou falando de sua experiência com a massagem miofascial.

“Na massagem miofascial, o massagista faz uma compressão profunda para atingir a fáscia muscular, em especial os locais onde há restrições musculares. Restabelece a função tônica; melhora a amplitude do movimento; promove a reorganização do sistema esquelético-muscular por meio da manipulação tão profunda que atua na fáscia (um tecido forte que se espalha por todo o corpo, numa teia tridimensional da cabeça aos pés sem interrupção, envolvendo todos os tecidos do corpo).

“Diferentemente desse tipo de massagem, o alongamento visa somente o trabalho muscular. É também de grande importância, porém não trabalha o componente fascial. Se a fáscia não é trabalhada, o músculo retornará à sua posição original. Daí os resultados menos duradouros nas técnicas tradicionais. É importante frisar que a fáscia tem a propriedade de guardar a memória da posição muscular.

“A fáscia fornece tônus ao sistema muscular, integra o processo de coordenação motora e compõe o sistema de drenagem linfática, fato que lhe confere grande importância. Quando ocorrem inflamações, aderências e restrições que envolvam o tecido fascial, esse sistema pode ficar comprometido.

“Fiz vários testes e avaliações com corredores antes e após a massagem miofascial. Faço as experiências para eu saber os resultados e aperfeiçoar/reparar meu trabalho. Constatei uma melhora na relação tempo por quilômetro. Os relatos dos pacientes são de melhora de um a dois minutos em seus tempos de corrida. Alguns chegam a cinco minutos e mesmo um pouco mais.”

Apesar da observação da fisioterapeuta em relação à melhora de desempenho, eu invisto na massagem como fator de recuperação da musculatura, o que já me parece importante que chegue. Eventuais resultados melhores viriam por tabela.

Quem passou dos 40 (e mesmo antes, veja lá, não se fie…) precisa de mais tempo para se recuperar do estresse provocado pelos treinos. Acelerando esse processo, a pessoa fica apta para mais rapidamente enfrentar nova sessão, o que acaba influindo positivamente no desempenho.


terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

SuperSlater’ chega aos 40 anos desafiando o surfe e a medicina

Americano compete com adversários com menos da metade de sua idade

A careca está ali há mais de uma década, sem esconder que ele, há tempos, é um dos mais experientes na área. No sábado, dia 11 de fevereiro, Kelly Slater completou 40 anos. Idade, para esse americano da Flórida, nunca foi problema ou preocupação. Com corpo de garoto, parece indestrutível: 11 títulos mundiais, dez recordes na história do surfe. No fim do mês, dará início a mais uma campanha, sempre cercado por mistério quanto à aposentadoria, rodeado de adversários até 22 anos mais jovens. O superpoder desse superatleta mistura experiência, inteligência e vigor físico. Um atleta diferenciado geneticamente, garantem os médicos.

Ao longo da carreira, Slater pouco se lesionou. Um corte no pé ali, outro acolá. Sente dores nas costas às vezes, faz longas sessões de massagem. Mas também luta boxe e jiu-jítsu.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

O curso de massagem desportiva



Uma massagem após um exercício vigoroso, sem dúvida, é algo que proporciona uma sensação de bem estar. A ideia de que a massagem auxilia na redução da dor muscular, facilitando o processo de recuperação de uma inflamação muscular, é suntentada, por atletas e profissionais da sáude, há muitos anos.

Receber uma massagem a partir de uma massagista profissional é obviamente mais caro do que tomar uma aspirina. Pórem, aprender as técnicas de massagem não é algo complicado, e a partir do momento que um membro da mesma famlía ou do casal aprenda como fazer, este pode ensinar o outro e o custo benefício é extremamente eficaz.

Em algumas países, como por exemplo na Suécia, a prática de massagem é componente curricular é obrigatório em alguns escolas. Isto é extremamente benéfico, visto que não podemos esquecer que a prática da massagem oferece um enorme benefício emocional tanto para quem recebe como para quem aplica, fortalecendo os laços de amizade e respeito entre as partes.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Massagem desportiva



Pesquisas recentes têm comprovado o que há muito tempo já se imaginava. Desde a antiguidade clássica, os gregos e chineses praticavam a massagem nos atletas após exercícios físicos como forma de relaxar os músculos do corpo e aliviar possíveis dores. Agora, cada vez mais médicos recomendam a massagem como um complemento para o tratamento de lesões e há profissionais especializados na chamada massagem desportiva, que engloba diferentes técnicas e garante benefícios ao corpo, à mente e ao rendimento do atleta.

Diferentemente da massagem relaxante, que acalma o corpo, a desportiva usa movimentos mais fortes e rápidos para ativar a circulação sanguínea e pode liberar adrenalina. É indicada para antes e depois da atividade física, com dois objetivos principais – a primeira, de preparação e, a segunda, para recuperar a musculatura.

Atletas profissionais ou amadores devem dar um descanso à musculatura para que ela se fortaleça. A massagem é uma boa pedida porque pode auxiliar no tratamento ou na precaução de lesões, “limpar” a musculatura de produtos metabólicos e preparar a musculatura para a próxima atividade.

Em uma pesquisa recente, realizada no Canadá, voluntários foram submetidos a uma biópsia e tiveram amostras de tecido retiradas de suas coxas. Em uma segunda etapa, eles realizaram exercício exaustivo de pedalada e foram constatados danos em suas musculaturas. Parte do grupo de voluntários recebeu uma massagem na área machucada e uma nova biópsia foi feita. Os pesquisadores notaram a presença de substâncias anti-inflamatórias e uma produção maior de mitocôndrias, produtoras de energia celular, em quem recebeu a massagem. O efeito foi similar ao de remédios analgésicos.

Cada esporte utiliza diferentes músculos com mais intensidade. Cabe ao profissional que irá realizar a massagem identificar os pontos de tensão que necessitam ser tratados e aplicar a técnica mais adequada.

sábado, 11 de fevereiro de 2012

A Importância da Fisioterapia na Reabilitação da Coluna Vertebral



Os agravos na coluna atingem hoje em dia 80% da população. Na maioria das vezes tratam-se de episódios de dor aguda e crônica, seja ela diária ou esporádica.


A cirurgia da coluna, especialmente aquela que obtém um grande alívio de dor, não torna a fisioterapia desnecessária, mas sim uma grande aliada para manter uma boa função muscular após um procedimento na coluna, acelerando assim a recuperação e minimizando futuros problemas .Ela maximiza os resultados de curto e longo prazo dos procedimentos cirúrgicos na coluna reduzindo as chances de recidiva.

Tipo de tratamento com exercícios de hidroterapia, pilates, kinesis (treino funcional) entre outros, para proporcionar um melhor tratamento pós operatório.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Espasmo muscular

Espasmo muscular é a definição dada para uma contração involuntária de um músculo ou grupo muscular, que quando está localizada em região de pescoço nos referimos como torcicolo. Podem ocorrer por má postura, estresse, fadiga, desgaste ou tensão emocional.Esta condição resulta em uma série de sintomas que vão desde restrição de movimentos com dor leve a dores incapacitantes.

Os tratamentos são variados e de acordo com a intensidade e dor causada pelos espasmos, e vão desde o uso de um colar cervical associado a uma analgesia local (eletroterapia), alongamentos e medicação como antiinflamatórios e relaxantes musculares.

É também muito importante o controle do estresse e da fadiga emocional pois estes fatores são os principais que geram os espasmos musculares em geral.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Reabilitação através da Massoterapia:Teoria e Prática

Reabilitação através da Massoterapia:Teoria e Prática Autor: Évito Gomes

Colaborador: Irineu Manoel de Souza

ISBN: 978-85-7474-462-9

O massoterapeuta Evito Gomes, neste livro que redigiu para a sua especialidade, dá mostras de sua sólida formação obtida em Cuba. Sua técnica descritiva, nota-se, advém de anos e anos de trabalho com pacientes que apresentavam todos os quadros patológicos aqui abordados. Recomendamos a obra para todos que veem na Massoterapia um futuro brilhante pela frente, no cuidado de uma população cuja faixa etária e expectativa de vida cresce a olhos vistos em nosso país.

Professor Doutor José Eduardo Perón
Massoterapeuta, Mestre em Fisiologia Humana, Doutor em Psicologia Experimental, Professor titular do Departamento de Ciências Fisiológicas da UFSC.

Em 1986, aprovada em concurso público, fui trabalhar no Hospital Governador Celso Ramos, em Florianópolis, no atendimento a pacientes neurológicos. Logo percebi que a maior dificuldade era a ausência de um profissional qualificado em reabilitação. Qual não foi a minha surpresa: havia sido recém-admitido um massagista como atendente de enfermagem, Évito Gomes, que resolveu o problema. Uma pessoa ávida em aprender, prontamente tratou de se informar na área, tanto nos livros como nos questionamentos aos neurologistas, médicos patologistas e enfermeiros. Com muita disponibilidade e sensibilidade, apesar dos poucos recursos, aplicava várias técnicas que davam ótimos resultados.

No decorrer dos anos, não só se dedicou com esmero ao exercício da profissão como também se aperfeiçoou. E com a redação deste livro, mostra que alia com maestria a teoria à prática.
Na primeira parte traz a temática sobre o AVC (acidente vascular cerebral). Utiliza uma linguagem de fácil compreensão, essencial para o seu aproveitamento, tratando-se de um assunto tão difícil e de relevada importância pela frequência com que ocorre. Na segunda, soube expor todas as técnicas reabilitadoras de uma maneira clara, que facilita e motiva a sua aplicação.

Este livro pode fazer com que os interessados se inspirem saindo da mesmice que é o tratamento reabilitador oferecido nas clínicas, beneficiando assim a população com novas oportunidades na minimização da dor e prevenção de sequelas.
Wilhelmina Wessler Enfermeira com Especialização em Neurocirurgia no Hospital de Clínicas de Montevidéu, no Uruguai.

Evito Gomes é massoterapeuta, formado pela Fundação Catarinense do Trabalho. É técnico superior em Terapia Física e Reabilitação, formado pelo Instituto Politécnico da Saúde Salvador Allende, de Havana, Cuba. Membro do Conselho de Ética do Conbramasso – Conselho de Auto Regulamentação da Profissão de Massoterapia. Tem grande experiência profissional, trabalhando em diversos hospitais na reabilitação em massoterapia, com ênfase nas doenças neurológicas, traumatológicas, respiratórias e circulatórias. Também atua na área esportiva.
Trabalha na Vigilância Epidemiológica do Estado de Santa Catarina e também como diretor do Nutefi – Cliníca e Escola de Terapia Física. Sua atividade básica é voltada para a recuperação de pacientes sofredores de patologias neurológicas, principalmente com problemas vasculares cerebrais, traumatismos cerebrais e enfermidades neuro degenerativas.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Massagem - Prevenção e recuperação pós-treino



Como incluí-la no seu dia a dia colabora com o bem-estar e a disposição

As massagens aceleram a recuperação após exercícios físicos e podem também ajudar a evitar lesões, aliviando tensões e promovendo o equilíbrio músculo-esquelético. A técnica melhora a circulação, remove resíduos metabólicos, estimula as terminações nervosas e diminui dores e cansaço muscular.

“Em relação ao sistema linfático, a massagem estimula seu funcionamento como um todo, eliminando substratos indesejáveis no organismo e colaborando com o processo circulatório, favorecendo o bom aspecto da pele e amenizando possíveis edemas”, aponta o fisioterapeuta Maurício Garcia.

E praticamente todos podem usufruir desses benefícios. Há contraindicação apenas em casos de problemas vasculares, como trombose venosa profunda, ou de lesão muscular recente. Além disso, mulheres com insuficiência cardíaca devem evitar a drenagem linfática para não aumentar o fluxo sanguíneo.

Prevenção e recuperação pós-treino – Os procedimentos utilizados na massagem esportiva geralmente variam de acordo com objetivos individuais. Muitas vezes, o que funciona para uma pessoa pode não ter resultados eficazes para outra. “Gosto de misturar massagem clássica, shiatsu e drenagem linfática, por exemplo. Costumo usar mais de uma técnica para aproveitar o que existe de melhor em cada uma”, comenta Claudio Maradei, formado em educação física e massagista da Seleção Brasileira de Basquete.

Se a intenção for auxiliar a preparação para as atividades que serão realizadas, Garcia afirma que a massagem deve ser rápida e intensa para aquecer os músculos. “Dessa forma, os receptores contidos nas camadas da pele são estimulado, aumentando a temperatura. Um músculo aquecido tem condições melhores de desempenhar os movimentos.”

A fisioterapeuta Tatiana Abreu, da Fisio Run, recomenda que as sessões de massagem sejam realizadas uma vez por semana como auxiliares do treinamento, um dia antes ou um dia após os exercícios, e duas ou três vezes por semana como coadjuvante nos tratamentos de lesão – se forem aplicadas no mesmo dia do treino, o indicado é programá-las para depois da atividade física. “Os movimentos mais lentos e suaves são usados no alívio de dores, bem como na recuperação pós-corrida, quando é necessário buscar o relaxamento muscular”, explica.


A técnica ajuda a acelerar a recuperação depois dos exercícios e evita lesões
Melhora a circulação, estimula as terminações nervosas e diminui o cansaço muscular
Os movimentos também favorecem o viço da pele e suavizam edemas

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Diante uma lesão você sabe quando usar o quente ou o frio?




Os dois tipos de tratamentos são baseados na técnica da termoterapia, que utiliza de meios físicos como o quente e o frio para o tratamento de lesões, como exemplo podemos citar bolsa de água quente e bolsa de água fria. Os dois tipos de tratamentos seja ele o frio ou o quente melhoram a dor, porém cada um tem sua indicação específica para diversas situações.

O esfriamento de determinada área do corpo provoca uma vaso constrição, que nada mais é do que o estreitamento dos vasos, o que proporciona reduz o processo da chegada da inflamação no local da lesão.Podemos evidenciar essa situação através de uma pessoa que faz uma atividade física mau orientada,e em excesso desenvolvendo uma lesão muscular,nesta situação esta indicado o esfriamento da área, que pode ser realizado com uma compressa de gelo. O aquecimento promove um relaxamento da musculatura e dos vasos sanguíneos, auxiliando assim na remoção do processo inflamatório.Observamos essa situação em pessoas que ficam sentadas no computador por varias horas e desenvolvem nódulos de tensão muscular na região do pescoço,esta situação é indicado o aquecimento da área,que pode ser feito com uma compressa de água quente.

Sendo assim, quando usar cada método? Seguindo o exemplo da bolsa de gelo devemos usá-la quando queremos evitar uma inflamação exagerada oriundas de traumas, entorses, osteoartrites,tendinites etc., procedimento que tem efeito positivo nestes casos.

Agora a bolsa de água quente é utilizada quando queremos alcançar um relaxamento local da musculatura e de pontos de espasmos musculares, como nas regiões cervical, dorsal e lombar.O tratamento pode ser realizado até de 2 em 2 horas em casos mais específicos que necessitam de uma resolução do quadro mais rápido no atleta.Mas em casos não específicos normalmente é utilizado de 3 a 5 vezes ao dia já é suficiente. O tempo de cada compressa varia entre 15 e 30 minutos, dependendo da área a ser tratada.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Massagem para a recuperação múscular



Os benefícios da massagem para quem está iniciando as atividades físicas ou voltando das férias. A massagem ajuda demais na recuperação do músculo, acelera a recuperação após exercícios físicos e pode também ajudar a evitar lesões, aliviando tensões e promovendo o equilíbrio.

A massagem melhora a circulação, remove resíduos metabólicos, estimula as terminações nervosas e diminui dores e cansaço muscular. Além de melhorar o aspecto da pele, amenizando possíveis edemas, colaborando com o processo circulatório. Os procedimentos podem variar usando a massagem clássica, shiatsu, drenagem linfática, etc. As sessões de massagem podem ser feitas uma vez por semana como auxiliares do treinamento, se forem aplicadas no mesmo dia do treino, o indicado é programá-las para depois da atividade física ou duas vezes por semana como coadjuvante nos tratamentos de lesões.

“Os movimentos mais lentos e suaves são usados no alívio de dores, bem como na recuperação pós-treino quando é necessário buscar o relaxamento muscular”.

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Frases de incentivo



"A força não provém da capacidade física e sim de uma vontade indomável."

"A alegria está na luta, na tentativa, no sofrimento envolvido e não na vitoria propriamente dita."

- Mahatma Gandhi

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Recupere-se com automassagem



Massagear a musculatura após os treinos de corrida ajuda a aliviar a tensão depois de sessões mais intensas

A automassagem é uma forma eficaz de reduzir a tensão depois dos treinos de corrida intensos. A pressão aplicada vai desfazer nós e os movimentos circulatórios estimulam a circulação e aliviam o músculo. A automassagem é parte fundamental do treino e pode ajudá-lo a se preparar para corridas importantes e a se recuperar delas.
Você deve aplicar a massagem depois de relaxar da corrida, quando os músculos ainda estão quentes. Experimente níveis diferentes de pressão, até encontrar o adequado. Não é necessário utilizar óleo de massagem, opte por uma loção à base de água para aumentar a fricção.
Massageie cada zona devagar e se encontrar partes moles, pressiona ligeiramente durante alguns segundos. Não se esqueças de massagear os ligamentos das coxas, quadríceps, gêmeos e planta do pé.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Massagem tem poder de reabilitar músculos lesionados



Estudo mostra que terapias de manipulação agem como anti-inflamatório no tratamento de músculos lesionados

A massagem tem uma ação muito parecida com a dos tradicionais anti-inflamatórios e é eficaz na reabilitação de músculos que sofreram lesões. É o que mostra um estudo divulgado nesta quarta-feira, 1, pela revista Science Translational Medicine.

Trabalhos anteriores comprovavam os efeitos práticos da massagem, mas nenhum desvendava as complexas reações bioquímicas que explicam por que ela funciona. "Há consenso de que massagem produz bem-estar", afirma Simon Melov, do Instituto Buck, nos Estados Unidos. "Agora, temos base científica para explicar como ela atua."

Normalmente, o esforço físico produz lesões nas fibras dos músculos que levam à processos inflamatórios. Os cientistas descobriram que a massagem estimula a produção de sinais químicos que diminuem a inflamação, de um modo análogo à atuação de vários fármacos.

Ao mesmo tempo, a massagem estimula a geração de mitocôndrias, pequenas estruturas que funcionam como verdadeiras usinas de energia dentro da célula. Desta forma, a prática também contribui para acelerar a reconstrução de tecidos musculo-esqueléticos afetados por exercícios físicos ou doenças.

Segundo o estudo, bastariam 10 minutos de massagem para produzir um efeito benéfico perceptível.

"Os benefícios da massagem podem ser úteis para um amplo grupo de indivíduos que inclui idosos, pessoas que sofrem de lesões músculo-esqueléticas e pacientes com doença inflamatória crônica", pondera Mark Tarnopolsky, principal autor do estudo e cientista do Departamento de Pediatria e Medicina da Universidade McMaster, em Ontário, no Canadá. "Esse estudo fornece evidências científicas confiáveis de que terapias de manipulação, como a massagem, podem ser integradas com sucesso à prática médica."

O experimento também derrubou uma crença muito difundida: a de que a massagem diminuiria a dor por ajudar a eliminar substâncias como o ácido lático, que causam incômodo depois do esforço físico. "Apesar de não ter efeito sobre os metabólitos musculares (como o ácido lático), a massagem diminui a produção do fator inflamatório, mitigando o estresse celular da fibra muscular", aponta o artigo, que contou com a participação de 11 atletas voluntários.

O mesmo texto recorda que terapias complementares, como a própria massagem, a acupuntura e a quiropraxia se tornam cada vez mais comuns no cotidiano das pessoas, especialmente como formas de diminuir a dor. Daí a necessidade de estudos que determinem a razão da sua eficácia.

Na prática. O fisioterapeuta Ricardo Luchetti utiliza a massagem e a quiropraxia para tratar pessoas com dores há mais de 20 anos. Sua especialidade são as dores na coluna.

Ele ficou contente ao saber que o estudo comprova a eficácia do seu trabalho. "De fato, é bastante evidente o efeito da massagem na diminuição do processo inflamatório", aponta Luchetti.

Só nos Estados Unidos, 18 milhões de pessoas recorrem a massagistas todos os anos.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

A massagem desportiva Terapêutica



A massagem constitui uma terapêutica preciosa na vida esportiva. Tais competições provocam estresse e conseqüentes contrações musculares impedindo movimentos livres e harmoniosos do atleta. O papel do massoterapeuta será observar os movimentos, a postura do atleta durante um evento, verificando os grupos musculares que são mais sacrificados e que exigem cuidado especiais, sem contar ainda com possíveis acidentes e quadros patológicos produzidos pelo esforço do treino ou da atividade esportiva.

A massagem é indicada na preparação a longo prazo e imediatamente antes do esforço, durante o treinamento, após eventos esportivos e no tratamento de lesões onde o controle médico deverá ser freqüente a fim de que nenhuma lesão grave passe despercebida. Pode não haver dúvida de que a massagem tem muitos efeitos mecânicos, fisiológicos, psicológicos a oferecer, e nem pode restar qualquer dúvida de que a massagem provavelmente ainda terá um papel importante no século XXI, e por muito tempo depois. Parece-nos extremamente improvável que qualquer máquina venha a algum dia substituir a sensibilidade e o poder das mãos humanas treinadas que trabalham em contato com outro ser humano. A atual popularidade dos diversos conceitos da saúde holística provavelmente irá assegurar que a massagem continuará sendo uma prática terapêutica popular no futuro previsível.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

A MASSAGEM APÓS LESÕES DE ESPORTES



Só deverá ser feita após realização de um diagnóstico extremamente cuidadoso, sendo indispensável a realização de exame radiográfico a fim de se determinar o estado das lesões.

As manobras de massagem deverão ser sobretudo realizadas sobre os músculos para combater a atrofia. Os primeiros movimentos deverão ser afloramentos com a polpa dos dedos ou em bracelete ou com a palma da mão. Ao afloramento seguir-se-ão as pressões e as fricções leves. Enfim, para lutar contra a atrofia e a tensão das massas musculares vizinhas de uma articulação lesada, poderemos recorrer a movimentos mais enérgicos de amassadura e de beliscadura, mas somente sobre os músculos.

A duração de cada sessão de massagem será curta no começo, não ultrapassando 10 minutos, passando, em seguida, a não mais que meia hora.

Para as lesões ligamentares e tendinares o objetivo é incentivar o desenvolvimento precoce de uma rede fibrilar ordenada. Desta forma, pode ser estabelecido um tecido conjuntivo forte e flexível, e o tecido lesionado pode ser restaurado até seu comprimento correto. A rede fibrilar está presente 48 horas após a lesão e se não for incentivada a recuperar-se em uma posição plana, irá sofrer um espesso enrolamento, levando ao encurtamento de toda a estrutura. é indicada a massagem de Cyriax, no tratamento das lesões musculotendinosas, cápsulas e ligamentos periarticulares. Sendo efetuada ao nível da lesão fricções transversais profundas com os dois dedos perpendicularmente à direção das fibras acometidas. Em alguns casos há ainda a necessidade de outros mecanismos, como o alongamento e agentes eletrofísicos, para reduzir a formação do tecido cicatricial.

Para lacerações ligamentares recentes devem ser feitas fricções menos vigorosas aplicadas imediatamente, para que seja passivamente mantida a mobilidade no ligamento. Fricções profundas vigorosas são mais apropriadas nos casos de lacerações crônicas. Estes movimentos induzem o efeito atenuador da hiperemia.

Nos traumatismos agudos, defesa contra a dor e edema dos tecido moles musculares e periarticulares é indicada a massagem de Teirich-Leube que tem ação terapêutica que se divide em:

Ação cutânea: mobilização da pele sobre o tecido subcutâneo. A ação se faz com a ajuda da polpa do terceiro dedo. Este estiramento provoca sensação de descontinuidade muito característica.

Ação subcutânea ou aponeurótica nos casos mais antigos.

A PROGRESSÃO DO TRATAMENTO: trata-se de cuidar da projeção da afecção ou do traumatismo na pele ou no tecido subcutâneo.

Como nos casos agudos se projetam essencialmente no tecido cutâneo em torno da lesão, o tratamento é limitado à região. Entretanto, nos casos crônicos e rebeldes, a conduta consiste em procurar tratamento em um ponto de partida determinado.

RESULTADOS: quase espetaculares, porém a técnica é de execução delicada.

PRINCIPAIS INIDICAÇÕES: traumatismos recentes, sem rupturas significativas, com ou sem edema: tipo entorse; seqüelas de traumatismos antigos; cicatrizes dolorosas; limitações articulares.

Nos traumatismos de partes moles periarticulares em que o periósteo se encontra muito próximo à superfície da pele é feita a massagem de Vogler e Kraus sendo este um tratamento reflexo a distância, que evita o local da lesão, cuidando apenas de sua projeção dolorosa.

TÉCNICA: as pressões duram cinco minutos em cada ponto do periósteo. Potência de 1 a 5 kg. Pressões ritmadas pela respiração e realizadas com a ajuda do polegar ou do terceiro dedo.

RESULTADOS: quase sempre excelentes em duas ou três sessões. Contudo, a execução é dolorosa para o paciente e difícil para o terapeuta.

PRINCIPAIS INDICAÇÕES: seqüelas dolorosas e crônicas dos traumatismos.

Em traumatismos sem lesão óssea, com dor, edema e bloqueio articular são usadas as massagens Chinesas. Estas são, freqüentemente, um complemento de tratamentos de acupuntura e permitem combater a dor, o edema e a limitação de amplitude dos movimentos, seqüelas de traumatismo.

RESULTADOS: quase sempre espetaculares. A dificuldade não reside na execução das massagens, mas sim na localização prévia dos pontos chineses e dos trajetos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts with Thumbnails