Páginas

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Alongamentos e manobras de terapia manual


Os exercícios passivos são aqueles que o massoterapeuta realiza as movimentações no corpo do paciente enquanto este não ajuda ativamente na terapia. Alguns exemplos de exercícios passivos: alongamentos e manobras de terapia manual. o desenvolvimento, a restauração e a manutenção da resistência ou força muscular, além da melhora da mobilidade articular, flexibilidade muscular e coordenação.  

Os objetivos são: 
-    prevenir contraturas musculares
-    prevenir aderências capsulares
-    manter a integridade articular
-    manter a integridade de tecidos moles
-    manter a elasticidade muscular
-    estimular o sistema circulatório (auxiliando o processo cicatricial)
-    manter a nutrição da cartilagem
-    manter os padrões cinestésicos do movimento (senso de movimento).

Massagem Desportiva



Os primeiros registros de massagem desportiva remetem à cultura grega e romana. Os gregos usavam massagem nas olimpíadas para aliviar dores e auxiliar na recuperação muscular dos atletas. Até hoje, a massagem desportiva sobrevive como serviço de real importância dentro da área do esporte.
A grande diferença entre a massagem desportiva e a relaxante é o vigor e a velocidade. A técnica desportiva usa movimentos e manobras mais rápidas e fortes para aumentar a circulação sanguínea, o que contribui para a recuperação eficaz após esforço físico.
A massagem desportiva pode concentrar a atuação em áreas isoladas para resolver problemas na musculatura, nos tendões ou nas articulações. E costuma ser aplicada como massagem completa, que visa o relaxamento geral.

domingo, 30 de agosto de 2015

MASSOTERAPIA – PRINCIPIOS E BENEFÍCIOS PARA O SISTEMA MUSCULO ESQUELETICO


O que é massagem?
Massagem é um tratamento "com as mãos" no qual o terapeuta manipula músculos e outros tecidos moles do corpo para melhorar a saúde e o bem-estar. As massagens variam de afagos suaves, toques, semi toques e gestos mecânicas específicos e sofisticados que atendem várias áreas do corpo indo da derme, músculos e outros tecidos moles com diversas técnicas manuais. A massagem tem sido praticada como uma terapia de cura durante séculos em quase todas as culturas ao redor do mundo. Ajuda a aliviar a tensão muscular, reduzir o estresse e evocar sentimentos de calma. Embora a massagem afete o corpo como um todo, ela influencia em particular a atividade dos sistemas músculo-esquelético, circulatório, linfático e nervoso e bioenergético.
Qual a história da massagem?
O uso da massagem para fins de cura remonta a 4.000 anos na literatura médica chinesa e continua a ser uma parte importante da Medicina Chinesa Tradicional (MTC). Por outro lado, existem afirmações que os Sumérios, Hititas, caldeus e egípcios também faziam uso das técnicas de massagem cerca de 4.500 A.C. As técnicas vieram com o crescimento da sociedade sendo criadas e adaptadas a cultura e clima passaram por diversas mudanças. Alguns métodos foram extintos e outros foram aperfeiçoados. Uma das maiores contribuições vieram de Ambrosio Paré, que com uma observação notável desenvolveu as manobras (ferramentas básicas), para os massagistas. Em 1540, antes dele as manobras eram similares tanto nos procedimentos ocidentais como orientais. A mudança que favoreceu a massagem para crescimento cientifico foi com Perh Henrique Ling em 1813, que revolucionou as praticas ditas manuais ou manipulativas. Foi em Estocolmo Suécia, que a massagem clássica ganhou notoriedade e mostrou sua eficácia através de diversos tratamentos fazendo com que a comunidade médica aceitasse a massoterapia e continuasse com a mesma em seu repertorio de utilização. A massagem Sueca foi levada Rússia, Alemanha, Bélgica, Estados Unidos. Em 1850 foi levada estabelecida a massagem clássica nos EUA 1850, onde se espalhou para Canadá e parte da América central. Ao final do século XIX, um número significativo de médicos americanos estava praticando a técnica manual, e a primeira clínica terapêutica de massagem do país abriu suas portas para o público.

No início do século XX, o crescimento da tecnologia e da prescrição de medicamentos começaram a ofuscar a massagem terapêutica. Pelas próximas décadas a massagem permaneceu dormente, com apenas alguns terapeutas praticando essa técnica "antiga". Durante os anos 1960, contudo, tanto o público geral quanto profissionais da área médica começaram a tomar conhecimento da medicina alternativa e de terapias de corpo e mente, incluindo a terapia de massagem.

As pesquisas assim quanto aos benefícios vieram de diversas narrativas e clientes assim como comprovações em testes nas áreas de esporte, bem-estar e também em saúde. Hoje a massoterapia ou terapia por massagem é respeitada em todo mundo, aceita academicamente em toda Europa e Estados Unidos. Sabe-se que a massoterapia possui escopo de investigação, testes e métodos científicos diferenciados das outras praticas manuais tais como: Quiroprática, osteopatia, Etiopatia Fisioterapia e Medicina napravitia.
Os benefícios nos tecidos tem-se mostrado notórios em várias comprovações e observações e até em animais a massoterapia já possui campo de atuação.
Terapia por massagem vai além do que enxergamos e regulariza o corpo de forma integral.
Procure entender oque é massoterapia, pois está acima de sub culturas como: Relaxamentos, técnicas para bem estar e anti estrese. Massoterapia é saúde pois mexe com todo os sistema neuro-hormonal, miofascial e bioenergético.

sábado, 29 de agosto de 2015

ENCURTAMENTO‬ MUSCULAR



ENCURTAMENTO MUSCULAR ocorre por causa do ritmo de vida que temos atualmente. Nos colocam sempre em posturas erradas, ou seja, adquirimos ao longo da vida, uma má postura. As posturas que adquirimos inconscientemente, as ações nos trabalhos que realizamos mecanicamente, mais o excesso de informações que retemos durante os dias, provocam aumento da tensão da estrutura miofacial (pele e músculo). 
Com o passar do tempo o músculo vai se encurtando, a pele que está aderida ao músculo se encurta também, é aí que muitas vezes aparecem as lesões, distensões, mialgias etc.
‪‎Não‬ deixe isso acontecer, vamos prevenir fazendo alongamento passivo com a técnica de Massagem.

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

COMPRESSAS GELADAS E QUENTES



Assim que o corpo sofre um trauma, como uma batida ou uma lesão‬, não demora muito para a dor, a ‪ vermelhidão e o inchaço aparecerem. Em casos corriqueiros como esses, a ajuda de um especialista é frequentemente substituída pela velha ‪‎Receita Caseira‬ : compressa de água quente ou fria. O problema é que nem sempre sabemos qual das duas é a ideal para o problema em questão. Embora ambas sejam excelentes analgésicos locais, fazer a escolha certa aumenta a eficácia do tratamento.

COMPRESSAS GELADAS:
De uma maneira geral, a compressa feita com gelo é mais indicada em casos de traumatismo provocado por quedas ou pancadas. Esses traumas rompem os vasos dos sistemas sangüíneo e linfático. O vazamento do sangue e da linfa, é responsável pelos inchaços e hematomas (manchas roxas) que aparecem após a lesão. Se logo após o trauma for aplicado gelo, os vasos se contraem, fazendo com que o fluxo do vazamento seja bem menor e, em conseqüência, o inchaço e o hematoma se reduzam também. Além disso, se a pele for resfriada a pelo menos 12ºC ou 13ºC, os receptores de dor diminuem o funcionamento, isso causa aquele anestésico do gelo.

COMPRESSAS QUENTES:
Aquecimento estimula a circulação e relaxa a musculatura. Geralmente, deve ser usada numa segunda etapa, ou seja, algum tempo depois de sofrer o trauma. A compressa quente faz os vasos sangüíneos dilatarem, aumentando o fluxo de sangue na região tratada. Isso ajuda a conter o processo inflamatório. Se houver formação de hematoma ou edema (inchaço provocado pelo líquido extravasado), o calor poderá ”amolecer” o líquido que vazou dos vasos e se acumulou em torno da região afetada. Isso auxilia na reabsorção do líquido pelo organismo. A compressas quentes são indicadas também para aliviar cólicas, pés inchados, dores musculares e nas articulações.

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Massagem alívio e relaxamento após a prática de exercícios físicos



Receber massagem é muito prazeroso, isso é unânime. Não importa o tempo, o local a ser massageado, ou a técnica utilizada, muitas pessoas se rendem ao bem estar promovido pela técnica de massoterapia.

Alguns buscam a prática para o alívio de estresse ou ansiedade, outros para amenizar processos dolorosos, e há os que procuram somente para proporcionar a si mesmos, um momento de relaxamento. Atualmente, a massagem é também muito procurada para procedimentos de alívio e relaxamento após a prática de exercícios físicos.

Porém os benefícios do toque vão além, e auxiliam o indivíduo na prevenção de doenças, e na manutenção e promoção da saúde física e emocional.
O toque é considerado como uma das maneiras mais importantes de comunicação não verbal (Weiss apud Dell´Acqua, Araújo e Silva, 1998). O toque é uma das necessidades mais básicas do ser humano e ocorre em todas as culturas e também entre muitos animais. Ele pode ser usado como método de comunicação e aprendizado, além de proporcionar conforto e aumento da auto-estima. As pesquisas científicas indicam que o toque é necessário para o crescimento e desenvolvimento (Braun; Simonson, 2007).
A massagem aumenta os níveis de serotonina, dopamina, encefalinas e endorfinas no corpo e com isso, há redução da irritabilidade, modulação do ciclo sono/vigília, regulação do humor, aumento da auto-estima e diminuição de processos dolorosos (Fritz, 2002). Além disso, a massagem tem comprovadamente uma influência sobre o sistema imunológico do corpo. (Kolster; Marquardt, 2007).
Receber uma massagem não resulta somente em uma imediata sensação de bem estar, mas acarreta em uma série de benefícios perceptíveis aos indivíduos.

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Massagens Terapêuticas


Massagens terapêuticas são as que usam as mãos ou aparelhos simples para tratar dores musculares, má circulação de sangue e outros problemas que podem ocorrer no nosso corpo. As massagens terapêuticas são diferentes das massagens estéticas já que são usadas como tratamento muscular e não para embelezar ou ajudar a perder peso.

Aqui há uma lista de massagens terapêuticas mundialmente famosas:
Acupressura Massagem feita com pressões seguindo o mapa de acupuntura, mas sem as agulhas. Com leves apertos, ou pressões circulares ela pode aliviar dores ou melhorar o funcionamento dos órgãos internos do corpo.
Anma Tradicional massagem chinesa para equilíbrio energético. É feita sentada, sem óleos. An, significa apertar e o ma, significa esfregar. Usa pressão e massagens para equilibrar os meridianos estudados pela medicina tradicional chinesa e promover um alivio muscular, além de facilitar a circulação de sangue e energia.
Antiestresse :Usa deslizamentos e amassamentos para diminuir o estresse do dia a dia. Estimula, principalmente, a liberação de ocitocina, entre outros hormônios antiestresse. Normalmente é feita com leveza para o paciente não sentir dores. A massagem relaxante normalmente vem da massagem clássica ou sueca.
Ayurvédica Massagem Indiana :(existe há mais de 7.000 anos), engloba tratamentos mentais, psicológicos e físicos. Veda significa ciência e ayur significa vida. Normalmente é feita no chão, com tatami. A massagem ayurvédica também usa muitos alongamentos para aliviar dores e tensões.
Bowen :massagem feita com muita sensibilidade e suavidade para estimular a divisão nervosa parassimpática. É um tipo de massagem relaxante. Foi desenvolvida por Tom Bowen, na Austrália. Esta massagem estimula o sistema de auto-cura inata no paciente.
Desportiva Ajuda a retirar as toxinas do organismo, como o ácido láctico, e aumenta a elasticidade dos músculos. Muito indicada para pessoas amadoras, profissionais ou praticantes de qualquer atividade física. Esta massagem pode variar muito dependendo do esporte praticada e a intensidade do treino. Usa diversos alongamentos.
Do-In Massagem japonesa que utiliza os meridianos para equilíbrio energético do corpo. Usa os pontos de acupuntura para prevenir e tratar enfermidades. Ela restaura e desbloqueia o fluxo de Ki, a energia segundo a medicina chinesa. É muito usada para fazer auto massagem.

Drenagem Linfática Ajuda na eliminação de líquido que, por algum motivo, está retido no organismo. Este tipo de massagem, em geral, usa as mesmas manobras da massagem clássica. Normalmente é muito suave.
Facial Aumenta a elasticidade da pele e a circulação, diminui olheiras e inchaços. Ajuda na eliminação das células mortas. Usa pontos reflexos na face para aliviar sintomas de dor ou estresse.

Gestantes Aumenta a circulação sanguínea e relaxa os músculos proporcionando maior mobilidade ao bebê. Este tipo de massagem pode ser feito com a gestante deitada de lado ou sentada, dependendo do mês de gravidez.
Kinesiologia Faz testes e observa os músculos para ver onde são encontradas a fraqueza e a força da pessoa. Cada músculo representa um órgão. O nome vem do grego kínesis, que significa movimento, e logos, que significa estudo. A finalidade da Kinesiologia é entender e manipular as forçãs que atuam sobre o corpo humano.
Neuromuscular Massagem que usa pressão em pontos nos músculos esqueléticos, muito parecidos com os trigger points. Esta massagem trabalha com alongamentos e pressões também sobre tecidos conjuntivos, principalmente nas inserções musculares.
Quick Massage Massagem rápida de 15-20 minutos na cadeira, sem óleo e diretamente sobre as roupas das pessoas. Muito comum em shoppings ou em escritórios. A quick massage é uma forma muito popular de profilaxia em empresas, aeroportos, eventos e congressos. Uma sessão dura cerca de 15 minutos.
Quiropraxia Trabalha o sistema neuromuscular com ajuda de movimentos da estrutura esquelética. Na Europa os quiropraxistas usam as técnicas junto com a massagem para terem melhores resultados.
Ventosa Usa copos quentes, criando vácuo para levantar a pele e os músculos. Originária da medicina chinesa. O terapêuta provoca sucção de pele para dentro do copo criando vácuo, queimando-se o ar interno. Aumenta a circulação sanguínea.
Reflexologia Pressões no pé ou na mão para estimular e equilibrar a energia das pessoas. Cada ponto tem um órgão correspondente. A sola do pé engloba todos os órgãos do corpo. Por meio de pressões, é possível estimular os órgãos e relaxar o corpo.
Relaxante Usa deslizamentos e amassamentos para diminuir o estresse do dia a dia. Estimula, principalmente, a liberação de ocitocina, entre outros hormônios antiestresse. Normalmente é feita de forma mais leve para o paciente não sentir dores. A massagem relaxante vem da massagem clássica ou sueca.
Respiração Usa técnicas para melhorar a respiração. O método
Lotorp é o mais famoso. A técnica libera a tensão dos músculos responsáveis pela respiração, ajudando o paciente a expelir o ar de dentro dos pulmões. Também inclui técnicas para fortalecer a respiração, que o próprio paciente tem que usar e treinar em casa.
Rolfing Trabalha as posturas corporais, o tecido conjuntivo e os músculos.
SeiTai Quiropraxia japonesa (existe há mais de 300 anos), realinhamento da estrutura óssea, articulações, músculos e tendões. Ela surgiu nas guerras dos samurais, que necesitavam tratamentos de feridos e para membros deslocados após treino e batalha. É muito usada nas artes marcias.
Shantala Massagem para bebês, que traz como benefícios o aumento da circulação, relaxamento, ajuda no crescimento e auxilia gradativamente o desenvolvimento dos movimentos, tornando-os harmônicos e coordenados. Foi criada na Índia.
Shiatsu Significa massagem com dedos, é uma combinação de acupuntura chinesa com pressões nos músculos. Foi criada no Japão e trazida para o Brasil pelos imigrantes japoneses. O massagista usa a palma da mão, o polegar e os dedos para aplicar pressão em várias partes do corpo, aliviando tensões e aumentando a flexibilidade dos músculos e das articulações.
Sueca O mesmo que massagem clássica. Massagem para os músculos que inclui alongamentos. Ajuda a drenar as toxinas do corpo e a recuperar músculos tensos. Aumenta a circulação sanguínea e libera hormônios antiestresse. Foi desenvolvida na Grécia antiga, onde foi usada para tratar os atletas nas antigas Olimpíadas.
Tailandesa Massagem com muitos alongamentos derivados da yoga. O paciente é colocado em várias posições de yoga durante o tratamento. Normalmente, esta massagem é feita no chão, não usa óleo mas, sim, roupas confortáveis. Na Tailândia é chamada nuat phaen boran que significa a massagem de maneira antiga.
Tântrica Massagem sensual para aumentar o estímulo sexual. Ativa o sistema parassimpático que acalma a pessoa e melhora a vida sexual. Muitas vezes feita com o marido e a mulher ao mesmo tempo.
Trigger Points Pontos de gatilho. Alivia pontos doloridos que podem emitir dores e incômodos para o corpo todo. Esses pontos irritados, quando ativos, podem gerar dores longe da origem deles. Vários destes pontos dão dores de cabeça e lombar, entre outras. Na massagem, o terapeuta pressiona o ponto ou cadeia de pontos para alivar as dores.
Tui-Na Massagem chinesa, significa pegar, segurar, amassar. Muitas vezes usada em conjunto com a moxabustão, ventosa e tai chi chuan. Equilibra a energia do corpo, usando os meridianos. Muito comum nas artes marciais.

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Lombalgia



A lombalgia é a principal causa de incapacidade em pessoas de até 45 anos, a terceira mais comum de cirurgias e a quinta de internações. E, em 40% dos casos, os pacientes sofrem de dor crônica
Há dois tipos de lombalgia: a aguda e a crônica. A forma aguda é o "mau jeito" - a dor é forte e aparece subitamente depois de um esforço físico. Em geral, ocorre na população jovem, a forma crônica acomete os mais velhos, com dor não tão intensa porém quase permanente.
Os quadros agudos estão mais relacionados a traumas e esforços não habituais, enquanto os crônicos se enquadram fundamentalmente nas alterações posturais e nos processos degenerativos em pacientes de meia idade.
Na fase aguda, o exercício não é indicado. Neste período, o paciente precisa de repouso e deve evitar os treinos, que poderiam piorar a dor. Uma boa opção para os momentos de crise é deitar de lado, em posição fetal, com as pernas encolhidas. Qualquer movimento de tração, manipulação, torção, alongamento e massagem não são indicados. Mas, tão logo a crise acabe, a prática regular de exercícios deve ser retomada.
Após o tratamento da lombalgia, para evitar recorrência ou piora, medidas de reabilitação, condicionamento físico, correção postural, adequação dietética e controle de peso são muito importantes - e, nesse momento, é ótimo fazer atividades esportivas.

O alongamento é importante pra prevenir lesões,e a massagem, por prevenção e diminuição do estresse é sempre indicada.

domingo, 23 de agosto de 2015

KALARI


Tipo de massagem ayurvédica tradicionalmente utilizada entre os praticantes de uma antiga arte marcial do sul da Índia. A massagem é feita com óleos vegetais e suas manobras são vigorosas e precisas, realizadas com os pés e as mãos, além de alongamentos assistidos, que promovem um relaxamento e bem-estar únicos.

sábado, 22 de agosto de 2015

Massagem é aliada da corrida



As manobras corporais ajudam a relaxar a musculatura, aliviar a tensão e o estresse e a acelerar o processo de recuperação pós-treino. Saiba quando se entregar a esses cuidados
Bom treinamento, musculação, dieta equilibrada, suplementação, tênis adequado. Se você deseja melhorar sua corrida, deveria ainda acrescentar a massagem a essa lista. Um trabalho desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa do Toque da Escola de Medicina da Universidade de Miami, nos Estados Unidos, em conjunto com a Universidade Duke, mediu os índices bioquímicos do organismo após terapia da massagem e encontrou grande redução dos níveis de cortisol (o hormônio do estresse), norepinefrina (neurotransmissor ligado ao aumento de ansiedade) e dopamina (estimulante do sistema nervoso central). A pesquisa apresentou também aumento nos níveis de endorfina (neurotransmissor ligado à sensação de bem-estar) e serotonina (substância calmante e sedativa). Tudo isso colaboraria para a diminuição das dores musculares após um treino ou prova.
A massagem também seria capaz de reduzir espasmos musculares e até o estresse psicológico, acelerando a recuperação e preparando o corpo para correr novamente, podendo, dessa forma, contribuir para melhora do desempenho. Ou seja, é tudo de bom para o corredor!

Antes ou depois do exercício?

Depende do que você espera do procedimento. A massoterapeuta Marcela Toyokawa, do salão Maria Beleza, de São Paulo, diz que uma boa massagem desportiva, realizada antes do exercício, ajuda a evitar problemas especialmente na época mais fria do ano, quando os músculos costumam ficar mais tensos e contraídos. Isso porque promove aumento local da circulação sanguínea e aumento da temperatura corporal, fazendo com que os músculos dos membros inferiores ganhem maior oxigenação. “Essa massagem estimulante, que deve ser realizada imediatamente antes do treino, deve durar no máximo 20 minutos”, diz Marcela.
Já após a prática esportiva, ela favorece o relaxamento, no entanto, deve ser feita em outro momento do dia – e não logo em seguida à atividade física. “Até porque a duração também é mais longa, cerca de 1h30”, explica a massoterapeuta que completa: “A massagem desportiva é feita com deslizamentos ao longo da musculatura, no sentido da fibra muscular e da contração. Ela usa pressão de média a forte, respeitando a tolerância do paciente, afim de atingir a musculatura que foi  exigida no exercício, aliviando a dor, diminuindo o edema (inchaço) e a sensação de ‘peso’ nas pernas”.
Mas atenção: portadores de insuficiência cardíaca ou renal, trombose venosa profunda, infecções, alterações cutâneas na região a ser tratada (feridas, inflamações, eczemas) ou ainda com lesões musculares agudas, como no caso de estiramento ou distensão muscular recente (a massagem prejudicaria a cicatrização do tecido, criando uma espécie de calcificação no lugar do músculo) devem ter cuidado ao optar pelo procedimento, informando previamente o profissional sobre essas limitações.

Cuidados necessários

Antes de se entregar às manobras, preste atenção nessas recomendações:

• O massoterapeuta ou fisioterapeuta deve ser habilitado.
• Esteja livre de anéis, brincos, colares, correntes na hora de encarar a massagem.
• Sinta-se o mais confortável possível na maca, evitando gerar novos pontos de tensão.
• Cada pessoa tem sua tolerância à pressão e à dor. Avise o especialista diante de qualquer desconforto.
• Informe previamente o terapeuta sobre alguma doença que possa ter.

http://www.revista fit. com/

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Massagem Ocidental e a Massagem Oriental



Há "milênios", os mais diversos tipos de técnicas de massagem têm sido usados como um meio de alívio da dor e desconforto.

Foi se desenvolvendo na Índia através da massagem Ayurvedica e da Shantalla. Fazia parte também da cultura dos Chineses, Egípcios, Budistas, Persas e Japoneses, que descobriram que através dos movimentos da massagem, podiam obter o tratamento de várias doenças e lesões.
Durante muitos séculos, a massagem fez parte dos tratamentos médicos, onde era fundamental para qualquer doutor, ter experiência em fricção tanto quanto nos outros métodos de tratamento tradicionais.
Com o passar do tempo, as técnicas foram se difundindo, e culturas que mais valorizavam a saúde física, a potência atlética e a beleza, aplicavam as técnicas de massagem nos atletas antes e depois dos eventos esportivos, pois sabiam que dessa forma, preparariam a musculatura para o evento, e ainda era fundamental para limpar os membros das matérias supérfluas e fluidos produzidos durante as atividades físicas.
Depois, as técnicas se espalharam pela França, Suécia, Inglaterra, Alemanha, Rússia e por toda a Europa, e criaram inclusive um sistema de Ginástica Médica, constituído de exercícios terapêuticos e massagem.
Séculos depois, foi adotada nos Estados Unidos e se espalhou por todo o Mundo. Com essa popularização da massagem, vários outros estilos foram e ainda são criados e adaptados, mas as técnicas foram divididas basicamente em duas escolas, a Massagem Ocidental e a Massagem Oriental.

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

LESÕES NA INSERÇÃO TENDÍNEO



Músculos se transformam em tendões onde se fixam ao esqueleto. Já com 25-30 anos, os tendões começam a ficar menos elásticos, o que pode ser compensado com treinamento e alongamento regular. Consequentemente, rupturas nos tendões acontecem normalmente com pessoas um pouco mais velhas que não treinaram e não fizeram o aquecimento adequado e, de repente, fazem alguma atividade esportiva, por exemplo futebol de várzea.
Um rompimento total é percebido como um “estalido” súbito, seguido por dor. O músculo perde sua função e a lesão normalmente é palpável.
Mesmo numa ruptura menor, a experiência é parecida. A capacidade do músculo é reduzida e às vezes a ruptura é palpável. Lesões nos tendões podem demorar a cicatrizar porque o circulação de sangue não é muito grande.

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Cãibra


Há várias causas possíveis para a cãibra. Provavelmente, é um mecanismo de defesa acessado como último recurso antes de acontecer algo pior. Travar as costas pode servir como exemplo, porque um músculo que se contrai impede rompimentos pouco antes de ser danificado de forma pior.
Em geral cãibras ocorrem em músculos cansados.
Cãibra pode ser um sinal que algo está errado com o músculo. A função muscular pode estar reduzida por causa de:
• Desidratação
• Deficiências minerais
• Maior concentração de sal como consequência da desidratação e suor
• Exaustão
• Restos hemorragias e rupturas
• Cicatrizações
• Resíduos nos músculos
Massagem normalmente não ajuda como tratamento para cãibra, mas tem efeito preventivo. Alongamentos e pressionar a região da cãibra costuma ajudar.

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

FASCITE PLANTAR


Refere-se a uma dor plantar, da fascia plantar. Caracteriza-se por uma inflamação ocasionada por microtraumatismos de repetição na origem da tuberosidade medial do calcâneo. As forças de tração durante o apoio levam ao processo inflamatório, que resulta em fibrose e degeneração das fibras fasciais que se originam no osso.

 A Fasceíte plantar surge com maior freqüência em indivíduos obesos. A pronação excessiva do pé, apresenta maior probabilidade no desenvolvimento desta doença, em virtude do aumento da resultante de força na aponeurose, em conseqüência do alongamento do arco e extensão dos dedos.


 Os tratamento convencionais apresentam ingestão de fármacos e fisioterapia. A abordagem com a massoterapia é em geral secundária, mas seus resultados são satisfatórios. As técnicas mais solicitadas no universo da massoterapia são: Deep Tsue Massage, Massagem miofascial, Massagem ambulatorial  e Massoterapia Clinica.

domingo, 16 de agosto de 2015

Massagem anti-stress



Massagem anti-stress - no ato de tocar e manipular os músculos estamos a liberar a tensão acumulada através dos movimentos , ajudando no relaxamento e descontração dos músculos. Ativando a circulação sanguínea e proporcionando sensação de bem estar geral. Feita dos pés a cabeça com cremes neutros ou com essências terapêuticas

sábado, 15 de agosto de 2015

RUPTURA MUSCULAR



Dependendo do caso é possível massagear uma ruptura muscular apos de 2 dias.
Distensão ou ruptura muscular é um acidente comum para atletas e ocorre muitas vezes em relação a um grande esticamento na força máxima, quando uma parte do músculo é esticada tanto que rompe.
Nos primeiros cuidados se coloca um torniquete que impede o inchaço, encurtando o tempo de reabilitação. A lesão se encontra normalmente na superfície do músculo. Os lugares lesionados mais comuns são no ventre muscular e na parte de transição músculo/tendão.
A lesão frequentemente afeta a unidade motora muscular com o maior liminar, sendo que esta parte trabalha ativamente apenas na carga máxima e, consequentemente, recebe menos treino do que outras unidades motoras. Isto é um dos motivos por ser menos resistente, o outro é que é formado em maior grau de fibras musculares brancas (rápidas), que são menos resistentes.
É comum começar a competir muito cedo após uma distensão ou ruptura muscular, porque treinando no 60-70% da sua capacidade não se sente o machucado e se aparenta totalmente recuperado. Porém, a parte machucada é encarregada apenas no esforço máximo. Portanto, é muito importante aumentar o esforço devagar quando retomar o treino.
É importante começar logo com atividades leves depois de uma lesão. Quando não se sente mais o machucado, deve repousar por mais uma semana pelo menos. Depois, a parte machucada pode ser testada ao máximo no treino e só a partir disso poderá eventualmente retomar a competição. É fácil entrar num círculo vicioso de novas rupturas com mais cicatrizes e deficiências. Se todo o músculo se rompeu, tem que ser costurado para funcionar novamente.
Ao diagnosticar a lesão, a primeira questão é como surgiu. Dor repentina no momento de grande esforço indica distensão/ruptura. Uma “abertura” pode às vezes ser palpável onde a ruptura ocorreu. Há dor e dificuldade de contração. Muitas vezes, um sangramento distal à lesão é visível alguns dias depois do acidente, o chamado hematoma de redução.
Algumas causas possíveis:
Lesão anterior
Treinamento inadequado
Dureza – rigidez
Alongamento inadequado
Cansaço
Esforço máximo
Tratamento
Repouso ativo por alguns dias
Massagem após 2-4 dias ou mais
Testes
Treino muscular que aumenta gradativamente
A massagem só é feita depois que não há mais sangramento interno para não aumentar o fluxo de sangue. A massagem desportiva ajuda a remover excessos de líquidos apos o acidente.

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

ESTIRAMENTO DE VIRILHA



ESTIRAMENTO DE VIRILHA
▬ Uma repentina agulhada na parte superior interior da coxa, normalmente após a execução de um movimento brusco.
▬ Extrema sensibilidade na área. 
▬ Aumento da dor e da rigidez quando em movimento ou em atividade contínua. Em alguns casos, o caminhar pode ser tão difícil que requer o uso de muletas por vários dias.


O que é?
Lesões nos músculos adutores, das pequenas às mais graves, também chamadas de luxações ou estiramentos na virilha, muito embora a virilha, tecnicamente uma área na junção entre o abdômen e a coxa, não seja comumente afetada por esta lesão.

Os adutores são cinco músculos que começam no topo da coxa, no osso púbico, e se estendem ao longo da parte interna da coxa até o joelho. Estes músculos são responsáveis pelo movimento das pernas, que permite uma pessoa andar a cavalo, estabilizar as pernas enquanto corre ou se movimenta de um lado para o outro, bater laterais no futebol, manusear raquetes e praticar e praticar karatê e basquete.


O que causa?
Os músculos adutores podem ser estirados quando se faz um movimento brusco, uma corrida em velocidade, um salto, rodopio ou chute. Correr numa superfície escorregadia pode causar problema.

O que acontece se você não tomar providência
Uma pequena luxação sara sozinha em poucos dias, mas o estiramento dos músculos é dolorido e tende a ser recorrente, por isso a importância do alongamento após os exercícios físicos.


SOLUÇÕES CASEIRAS
Cessar a atividade. 
Ao sentir um repuxão na parte interna da coxa, os exercícios devem ser interrompidos
Aplicar gelo. 
Massagear o local com gelo por 10 minutos, repetindo o cuidados quatro vezes ao dia pelos dois a três dias seguintes.


COMO EVITAR
Fazer aquecimento antes de se exercitar, combinando alguns exercícios de força e de alongamento. Todavia, não praticar exercício se estiver com dor.

• Alongamento tipo borboleta.
Sentar-se no chão com as costas eretas e os joelhos dobrados. Aproximar a sola dos pés com os cotovelos entre as pernas e, num movimento para frente, impulsionar os joelhos contra o chão. Manter-se nessa posição por 20 segundos e repeti-la de 3 a 5 vezes.


Fonte: O Guia de Saúde Completo

Sua rotina de treinamento é intensa? Utilize a massagem desportiva como forma de recuperação muscular



Atletas ou pessoas que praticam exercícios físicos com frequência sabem que a musculatura precisa de preparação e recuperação. A massagem desportiva é reconhecida por tratar (recuperação) e ajudar a alcançar melhores objetivos (preparação) ao esportista. Serve, portanto, para pré e pós atividades físicas e/ou competições.
Na fase de condicionamento, pode ajudar os atletas a recuperarem a musculatura após um treino intenso e também a evitar dores causadas pela fadiga. Neste momento, as manobras devem ser realizadas com mais velocidade e intensidade, para “acordar” a musculatura, elevando a circulação e temperatura local. Após uma competição, pode auxiliar na regeneração muscular, alongando as fibras musculares, eliminando possíveis edemas e toxinas (como o ácido lático) do corpo. Neste caso, a massagem deve ser mais lenta e precisa. Muitos autores acreditam que a massagem desportiva realizada após uma atividade física intensa, promove uma recuperação muscular mais rápida – além da diminuição da dor.
​ A técnica também trabalha nos trigger points (pontos de gatilho), nódulos sensíveis e palpáveis causadores de dores locais. Geralmente localizam-se onde músculo e tecido se conectam, lugar onde a tensão se acumula. Os pontos de gatilho podem estar longe do ponto de origem da dor – e podem causar problemas como enxaquecas, torcicolos e dores nos braços e pernas, por isso a importância de serem trabalhados.
​Como se percebe, a massagem desportiva pode ser benéfica para pessoas que curtem atividade física ou aquelas que se dedicam exclusivamente ao esporte. Em ambos casos é bem vinda, pois tem também um efeito psicológico, ligado ao bem estar, desencadeado pelo toque e pelo relaxamento.
​O que modifica em cada caso é a maneira de ser aplicada e, por isso cabe ao profissional que for executá-la conhecer a pessoa que vai receber a técnica, saber qual esporte pratica e quais áreas do corpo são mais utilizadas – assim poderá fazer uma massagem mais efetiva e correta. Muitos atletas, como os jogadores de futebol, corredores e fisioculturistas, são usuários da massagem desportiva – que geralmente é bem recebida pela maioria das pessoas. E o melhor: existem estudos que comprovam que a técnica ajuda o atleta a aumentar o desempenho e evitar lesões.
​Os principais objetivos da massagem esportiva são: relaxar musculatura, aliviar estresse e possíveis dores, evitar a fadiga, remoção de toxinas, aumento das articulações, diminuir edemas, aumentar o desempenho, prevenir lesões.
​Ideal ser realizada uma vez por semana. Nos casos de preparação para uma prova, pode aumentar para duas vezes na semana ou sempre após o treinamento e competição. Ela é contra-indicada para quem apresenta lesões agudas, doenças cutâneas, feridas abertas, febre, infecções, tumores, trombose, problemas circulatórios ou renais.

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

TERAPIAS COM GELO



Uma forma comum de tratar lesões é usar frio. Porém, não é muito eficaz e deve ser utilizado mais como alívio da dor, porque o frio não penetra o suficiente para parar um sangramento profundo. Pelo contrário, quando o frio for removido, os vasos sanguíneos expandirão, podendo intensificar o sangramento. É só lembrar como o rosto esquenta quando entra numa sala quente num dia bem frio de inverno.
Outro risco é que o alívio da dor engana a pessoa a acreditar que a lesão é menos grave do que realmente é, e que continua praticando esportes ou fazer uma outra atividade. Neste caso, há grandes riscos de piorar os danos.
Quando não há sangramentos internos o gelo pode ser muito eficaz para tratar dores em geral. Pode ser dores de articulações ou dores musculares, fatiga etc. Pode-se usar uma bolsa de gelo apropriado ou gelo dentro de um pano para aliviar a dor, mas nunca diretamente em contato com a pele.
O gelo também é eficaz de usar junto com uma atadura para parar um sangramento interno após uma lesão de esporte por exemplo. Aí uma atadura é aplicada com certa pressão para diminuir o inchaço e o gelo então pode ser colocado por fora da atadura principalmente com uma função analgésica.
A massagem de uma lesão só é feita apos 48 horas ou depois que tem certeza que não ha mais sangramento. Porque a massagem aumenta a circulação do sangue e vai proporcionar um sangramento ainda maior.

sábado, 8 de agosto de 2015

Nervo ciático ( Massagens, fisioterapia, alongamentos )


Há 31 pares de nervos espinhais emergindo da medula espinhal pelos espaços entre as vértebras. Estes nervos se ramificam pelo corpo e controlam os músculos e os movimentos, se ligam à pele e aos membros. Eles também são necessários para conduzir a informação do cérebro para o corpo. Os nervos dorsais servem a parte posterior do corpo, enquanto que os ventrais servem os lados e a frente. Algumas enervações se juntam a outras e formam redes. Uma destas redes é o nervo ciático.
Quando as pessoas reclamam de dores no nervo ciático, elas comumente se referem a uma dor que se propaga ao longo dele. Este nervo é o maior do corpo humano. Os nervos espinhais do L4 e L5 se juntam aos nervos sacrais, passam através do forâmen ciático, abaixo do músculo piriforme e se estendem para baixo do cóccix, se ramificando até chegar aos pés. Dores que aparecem ao longo deste caminho normalmente são chamadas de dores do nervo ciático.
A dor aparece devido à irritação do nervo. Esta irritação pode ser causada pela compressão da raiz do nervo, quando sai do meio das vértebras lombares. Também pode ser causada por uma compressão de algum tecido “mole” durante o percurso até o pé. O mais comum é sentir a dor no glúteo, no lado posterior da coxa, no lado posterior da panturrilha, e em alguns casos, ela pode chegar até os pés. Além da dor, há casos de pessoas que sentem dificuldades de se movimentar e controlar a perna.
Você pode dividir dores ciáticas em dois tipos: a “verdadeira” e a “falsa”. Para descobrir isto, é preciso contatar um profissional competente, que faça testes neurológicos e ressonância magnética.
A verdadeira é causada por uma pressão na raiz do nervo. A causa mais comum da dor ciática verdadeira é a hérnia de disco. Outras causas podem ser: degeneração do disco, tumores ou fraturas depois de acidentes.
A falsa, é causada por uma irritação do nervo na região mais periférica. Normalmente pelo músculo piriforme, por onde o nervo passa embaixo.
A massagem é muito indicada para pessoas com a falsa dor ciática. Ela relaxa a musculatura que está pressionando o nervo, o que traz grande alívio. Mas a técnica não pode curar uma pessoa com a verdadeira dor ciática. Seria impossível curar uma hérnia de disco usando-se apenas as mãos. Mesmo assim, a massagem leve é indicada porque alivia a tensão muscular gerada pela dor no paciente.
Como o nervo ciático pode ser irritado pela musculatura da região posterior do quadril, é importante lembrar-se de treinar os glúteos e alongar. Um tratamento de massagem para o nervo ciático deve ser completado com alongamento dos músculos envolvidos no problema. Posturas e hábitos não saudáveis podem criar problemas vertebrais e musculares, levando às dores no nervo ciático. Por exemplo, dormir em posições erradas, ficar muito tempo sentado, dirigir carro por tempo excessivo ou não fazer exercício.
Normalmente, a dor aparece só em um lado do corpo. Ela varia muito em intensidade e pode aparecer como pontada, queimação, formigamento, eletricidade, constante ou parecida com cãibra.
Há muitos tratamentos que aliviam a dor no nervo ciático. A maioria, melhora sem intervenção cirúrgica. E em vários casos, a pessoa melhora sem tratamento algum. Fisioterapia ou massagem pode ajudar a aliviar as dores e muitos médicos prescrevem anti-inflamatórios ou injeções na fase aguda. Atividade é importante, embora leve e sem sentir dores.

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Massagem Terapêutica



A Massagem Terapêutica tem como foco diminuir dores musculares e tendinomusculares nas diversas áreas do corpo em caso de patologias como hérnia de disco, ciatalgia, tendinite, etc.
Ao friccionar, comprimir e pressionar a musculatura e ao manipular os pontos de pressão, intensifica-se a circulação do sangue, da linfa e dos hormônios, que, por sua vez, fortalece o sistema nervoso e o imunológico, prevenindo desequilíbrios físicos e aliviando tensões musculares.

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Massagem desportiva:



A massagem desportiva usa movimentos e manobras mais rápidas e mais fortes para aumentar a circulação sanguínea, o que traz uma recuperacão mais eficaz depois um esforço físico. Ela pode concentrar a atuação em áreas isoladas para resolver problemas na musculatura, nos tendões ou nas articulações. Não costuma ser aplicada como uma massagem completa, que visa mais um relaxamento geral.

Benefícios

É indicada para lesões musculares causadas pelo esporte. Também melhora a circulação e ajuda a eliminar toxinas que acumuladas nos músculos depois da prática de exercícios.


quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Massagem relaxante e terapeutica



Cuidando da saúde e bem estar!

A massagem relaxante muscular é aplicada com movimentos firmes e intensos sobre o corpo, proporcionando relaxamento muscular, melhoria da circulação sanguínea, alívio de tensões no pescoço e ombros, tratando dores musculares nas pernas e costas e estimulando a produção dos hormônios responsáveis pelo relaxamento.

Sem dúvidas a massoterapia relaxante é a melhor forma de relaxar e acabar com o estresse do dia-a-dia.

Atendimento para pessoas acamadas, idosas, gestantes, todos podem se beneficiar da massagem para prevenção de doenças.

Ligue agora mesmo e vou até você, seja no escritório, empresas para seus colaboradores.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts with Thumbnails