Páginas

sábado, 28 de fevereiro de 2015

O melhor Personal Trainer do mundo em Brasília




Brasília vai receber em março, o Personal Cristiano Parente, eleito o melhor Personal Trainer do mundo, 2014 PTtoWatch Global Winner. Serão 8h de imersão, dicas, conhecimento, experiência e muito mais. 

Local Base Concept Hotel / Dia 21 de Março de 2015 das 8h às 18h. Você vai se surpreender com esse workshop exclusivo em Brasília. Inscrições pelo site:
 www.e-inscricao.com/id/cristianoparente.

A importância das massagens na prevenção de lesões



Todos os atletas, sejam eles corredores de pelotão ou de alta competição, desejam melhorar as suas performances desportivas para poderem ser mais competitivos ou simplesmente se superarem a si próprios. Para conseguirem melhorar, precisam de seguir um plano de treinos adequado às suas capacidades de forma a aumentar a sua resistência, velocidade e força.
O problema é que com o aumento da exigência nos treinos também aumentam as probabilidades de lesões musculares e tendinosas, que podem impedir o atleta de continuar os seus treinos e competições durante algum tempo. Quando um atleta aumenta a sua rotina de treino, quase sempre utiliza os músculos de forma exaustiva, causando stresse nos tecidos. Um dos problemas é que estes atletas, com a ânsia de melhorar, ignoram as dores musculares, o que é um erro completo, porque estas dores iniciais podem tornar-se crónicas e podem até acabar com a sua carreira.
Quanto mais ignorarem uma lesão, mais susceptíveis ficam para novas lesões e dores musculares. Uma das formas de encorajar os músculos a recuperar após o treino é através da massagem desportiva, porque alivia todas as tensões e ajuda a retirar o acido láctico dos músculos.
Com isto o sangue e o oxigênio podem voltar aos músculos e fazer uma reparação eficaz dos tecidos musculares, originando músculos mais fortes e resistentes, Por isso é que as massagens desportivas são tão utilizadas em alta competição, já que ajudam os atletas a prevenir lesões bem como a recuperar do esforço despendido nos treinos e provas Massagens desportivas.
Quando devo fazer?
As sessões de massagem devem ser realizadas sempre após um treino e a sua frequência  depende da carga de treino, Um atleta de alta competição que faça treinos bidiários deve submeter-se a duas sessões de massagem por semana, enquanto um atleta que faça seis a sete treinos por semana, uma sessão de massagem por semana será suficiente. Quanto ao corredor de pelotão que treina três a quatro vezes por semana, uma sessão de quinze em quinze dias é o aconselhável.
 Conclusão
A massagem desportiva é sem dúvida uma das formas mais eficazes de prevenir lesões e promover a melhor recuperação muscular, no entanto, pode ser também um problema se não encontrar um profissional competente. 

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Yoga Massagem Ayurvédica




"A escápula é uma das mais importantes âncoras do nosso corpo, tanto para os tecidos moles como outros ossos. Nela estão fixados músculos que compõem o manguito rotador." A maioria das pessoas acumula muita tensão nessa região, o que se reflete, por exemplo, numa postura encurvada (cifose), da qual decorrem problemas respiratórios e perda da mobilidade de importantes articulações, como a dos ombros e a dos cotovelos. Dependendo do grau de tensão acumulada, são utilizadas diferentes manobras para liberar e relaxar a cintura escapular. Existem pelo menos sete opções de abertura de escápula na YMA.



Yoga Massagem Ayurvédica - A Transformação pelo Toque - de Alda Martinelli - Editora Olhares

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Inclua nas suas rotinas de treino uma boa massagem


Que massagem é uma delícia isso é unanimidade. Mas a massagem pode promover não apenas um sensação de prazer momentânea. Sabia que ela pode estimular músculos, ligamentos e terminações nervosas ajudando a manter sua elasticidade? Que ela também pode ajudar a promover uma verdadeira “faxina” no seu organismo, ajudando a expelir toxinas. Além disso, existem estudos científicos comprovando que uma boa massagem pode melhorar o sistema imunológico. Um estudo recente constatou que em alguns casos massagem pode reduzir a pressão sanguínea e atenuar problemas circulatórios.
massagem realizada antes da prática de atividade física e voltada para esse fim, aumenta o fluxo sanguíneo no local, o que funciona como uma espécie de aquecimento. Esta massagem deve ser feita com movimentos rápidos, como se você quisesse “acordar” a musculatura. Uma massagem pode até promover o aumento da temperatura do corpo e aumentar a atividade cardiovascular.
massagem pós-treino auxilia a eliminar “restos indesejáveis” dos músculos (papo técnico: ácido lático e ácido carbônico) e pode prevenir uma série de desconfortos, por exemplo câimbras. Também pode minimizar as dores musculares experimentadas. Porém estudos indicam que para aqueles que pretendem ganho de massa muscular, não é recomendado realizar a massagem imediatamente após o treino, pois ela supostamente prejudicaria a recuperação muscular. O assunto é controvertido, ainda não há estudos conclusivos, apenas indícios. Entretanto, uma massagem realizada em um período de algumas horas após o treino pode ser extremamente benéfica.

Aproveite essa dica e inclua nas suas rotinas de treino um momento de relaxamento através de uma boa massagem.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Massagem desportiva



É uma técnica indicada principalmente aos praticantes de atividades físicas e atletas. A massagem desportiva age nas dores musculares e lesões, mas principalmente deve ser utilizada para preveni-las. Ela prepara a musculatura para exercícios leves e intensos, aumenta a circulação sanguínea, tonifica o tecido muscular, além de estimular a produção de adrenalina.


Além de auxiliar no tratamento de lesões ela possuí muitos outros benefícios, confira: 

- Previne lesões 

- Deixa a musculatura preparada para treinos
- Melhora a circulação sanguínea
- Elimina toxinas da musculatura
- Tonifica o tecido muscular
- Estimula a produção de adrenalina
- Alivia as dores pós-treino

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Massagem de Relaxamento vibratório


Feita através de um equipamento especial que emite vibrações capazes de alcançar as camadas mais internas da musculatura, onde as mãos sozinhas não podem ir. 

Assim, a técnica promove o relaxamento das fibras musculares, aumento a oxigenação dos tecidos e eliminação das toxinas. O tratamento é atrelado a uma massagem manual com manobras firmes e lentas de deslizamento. 

O Corpo e seus símbolos



“Convido-os a escutar, não minhas palavras, mas o seu corpo. Alguns já disseram que o corpo não mente, mais que isso, ele conta muitas histórias e em cada uma delas há um sentido a ser descoberto, como, por exemplo, o significado dos acontecimentos, das doenças ou do prazer que anima algumas de suas partes. O corpo é nossa memória mais arcaica. Nele, nada é esquecido. Cada acontecimento vivido, particularmente na primeira infância e também na vida adulta, deixa no corpo sua marca profunda...”
(O Corpo e seus símbolos – trecho)


"Perdoai-me se vos pareceu pouco isto que para mim é tudo"

(José Saramago)

sábado, 21 de fevereiro de 2015

BENEFICIOS DA MASSAGEM NA ATIVIDADE FISICA


Um dos principais objetivos da massagem relaxante é promover o relaxamento musculatura tensa. Suas manobras são mais calmas para que o corpo libere hormônios como a ocitocina e endorfinas que são responsáveis para acalmar o corpo.

Os efeitos mecânicos da massagem darão origem há uma série de efeitos importantes:
  • Aumento dos movimentos das articulações;
  • Fibras musculares;
  • Massa muscular  
  • Pele e tecidos subcutâneos;
  • Tecidos cicatricial
O poder do toque e manobras realizadas é capaz de fortalecer o sistema imunológico do corpo responsável por nossa defesa contra doenças.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Hidroterapia pode ajudar após câncer de próstata. Atrito deve ser evitado



câncer de próstata é o mais comum no sexo masculino. Não há regra, existem cuidados que devem estar alertas. Deve se fazer exame de sangue para checar o PSA, que é o marcador hormonal mais fidedigno para detectar o câncer de próstata, e o toque retal, que é imprescindível.
Recomenda- se que se faça aos 40 e aos 45 anos para ter se um paradigma e, de acordo com a sociedade brasileira de urologia, a partir dos 50 anos deve ser realizado anualmente. Os homens são mais refratários para fazer exames, tomar remédios, são mais rebeldes.
Não há nada comprovado quanto ao uso continuo e intenso da bicicleta, da moto, com traumas localizados nesta região. Mas é bom utilizar bermudas acolchoadas com proteção para esta região para pedalar. Esta região não deve estar muita solta, principalmente quando há trepidação, é necessário utilizar suporte para manter esta região protegida. Não deve usar cuecas e calça jeans muito apertadas pressionando o saco escrotal e o pênis. 
As recomendações, além destas, são não fumar, não tomar anabolizantes para aumentar a musculatura, não usar drogas, não ingerir muito álcool, fazer exercícios sem exagero, respeitar o repouso e dormir a quantidade de horas necessárias para acordar bem disposto dentro das possibilidades da vida moderna. Ter uma alimentação saudável e evitar o excesso de peso.Diminuir o estresse, inimigo número um da saúde.
Enfim, ter uma vida saudável é uma prevenção, mas não é garantia absoluta. Temos fator genético que é muito importante, mas de qualquer maneira uma vida saudável protege dos problemas de saúde e ajuda a ter uma recuperação mais rápida.
Os exercícios aquáticos são sempre indicados por não terem impacto, aumentar o retorno venoso, melhorar a articulação e facilitar os movimentos. É possível fazer um trabalho muito intenso na água sem agredir o corpo. A água elimina o estresse através dos métodos de relaxamentos como watsu, jahara e métodos globais.
Caso ocorra o câncer de próstata, é necessário esperar a cicatrização completa e a autorização médica para iniciar as atividades na água. Todas são recomendáveis. Deve se iniciar com a fisioterapia aquática e progressivamente ir para a natação ou hidroginástica, de acordo com a preferência de cada um. Deve se evitar as atividades que agridam essa região.
É importante caminhar na água ou fora da água, fortalecer a musculatura global do corpo, mas sem pressionar esta região.
Fiquem alertas! Qualquer dor no saco escrotal ou no pênis, qualquer alteração como nódulo, espessamento da mucosa, deve-se procurar o urologista. No homem não é tão fácil detectar alterações nesta região. O importante é verificar o PSA através do exame de sangue e o toque realizado com o médico.


http://globoesporte.globo.com/eu-atleta/saude

Curso de Massagem Esportiva em SP



quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Distúrbios neuromusculares e Terapia Massoterápica



Após o reingresso da massoterapia na área de saúde em 1960, muitas coisas (técnicas, conhecimento, princípios e recursos) foram acrescentados a terapia por massagem. Uma das contribuições foi o estudo minucioso sobre os tecidos moles. As informações anatômicas e fisiológicas das intercorrências mecânicas descobertas foram fundamentais para mudar os parâmetros de tratamento em tecidos moles. O professor Patrick Pietroni, (FT),que trabalha com a análise de músculos e seu efeito na disfunção garante que o foco do terapeuta é totalmente outro em relação a quadro álgico, movimento e força. 

Hoje o massoterapeuta deve concentrar-se nas disfunções. A disfunção por sua vez á o campo primordial do massoterapeuta, pois só pode trabalhar para correção, reeducação de tecido e até regeneração caso o profissional entenda através do campo da disfunção. O Dr. Leon Chaitow, maior divulgador da massagem científica na Europa, explica que todo e qualquer distúrbio incluindo aspectos de campos bioenergéticos podem estar atrelados as disfunções. Uma disfunção clássica são ocorrências nos DNM's (distúrbios neuromusculares), que eram classificados na Osteopatia como lesões simples, mas para massoterapia são disfunções de compensação ou clássicas que promovem alterações no grupo neuro-músculo-esqueleto, ou musculo-fascia articulação, que impedem ou dificultam a função motriz de movimento incluindo a biomecânica e cinesiologia, comprometendo finalmente os músculos. 

Após o acometimento o individuo apresenta sinais como: Fraqueza na região, nódulos palpáveis, sensibilidade cutânea, (contratura) banda tensa e presença de "pontos” de dor que podem ser chamados de pontos de Jonnes, que são formações nodulares agudas que se desenvolvem como consequência de continua injuria ao tecido miofacial ou tendíneo. Quando não cuidados esses pontos podem ficar crônicos e tornarem –se “pontos de gatilhos” formando micro-fibroses em trechos de feixes-musculares, podendo manifestar ainda; espasmo muscular segmentar, dor referida ou irradiada e perda de força que ocorre como efeito da disfunção da capacidade do fuso muscular e isquemia local. A novidade é que até os campos de energia da região podem ficar enfraquecidos ou com bioenergia estagnada.

A observação geral é que, em sua maioria as disfunções são manifestas de varias formas, sendo as mais conhecidas como DORT e LER. DORT (doenças relacionadas ao trabalho) ou LER (Lesão por esforço repetitivo). Caso não sendo tratado adequadamente, essas disfunções podem ser levadas para outras áreas do corpo, porque não são consideradas doenças e sim “pré-disposições vivas”, ou seja, elas se “alimentam” da mecânica errada, alimentação inadequada e falta de exercício corretivo quando já manifesta. Portanto, uma disfunção em determinado músculo não tratado irá crescer e se alastrar nas fibras para outras áreas, sendo conhecida como disfunção de grupo.

Tanto Europa quanto parte dos EUA, Massoterapeutas licenciados já trabalham focados nas lesões de tecidos moles ou disfunções clássicas. No Brasil a ABRAMC foi à pioneira nessa abordagem em e continua propagando e divulgando a metodologia para massoterapeutas.


ABRAMC-Um novo conceito em saúde
Massoterapia Clinica-É medicina feita a mão
University of the Westminster -2007
Miami Institute Center-2009
Seminary Fascia ,Virginia/EUA -2010

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

A MASSAGEM AUMENTA A DISPOSIÇÃO FÍSICA


O estudo “The relationship of massage and exercise to mood enhancement” de Weinberg & Kolodny (1988) investigou a relação entre o exercício, a massagem e o aumento da disposição. A mesma proposta de pesquisa foi realizada entre 2008/2009. Os pesquisadores concluíram que a massagem relacionou-se consistentemente com o aumento do humor positivo e com o bem-estar psicológico. 

Acredita-se que a liberação de serotonina aconteça porque a massagem possui o mesmo impulso fisiológico que o exercício que também libera serotonina e ocitocina. Sobre os hormônios, sabe-se que há liberação de hormônio ocitocina (aumento de bem-estar), aumento de hormônio serotonina que diminui o estresse. (a massagem altera a resposta do corpo ao estresse).

 A massagem aumenta os níveis disponíveis de encefalinas e endorfinas, diminui o nível de cortisol, também os níveis de norepinefrina /noradrenalina. Não é a toa que a massagem era chamada de ginástica passiva. 


As técnicas utilizadas no estudo foram os sistemas de massagem clássica, massagem desportiva. O estudo foi um ensaio científico, porém no futuro acontecerão novas pesquisas. No Brasil um grupo de pesquisa já iniciou novos trabalhos neste sentido e em breve teremos novas descobertas.





ABRAMC- 2010
Westminster Reino Unido - 2009
MassageTherapy Foundation - 2009

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Invista em sua saúde agende uma sessão de massagem hoje mesmo




A massagem busca despertar novas sensações, no corpo fisico e relaxar a mente, elevando o nível de prazer físico, mental e emocional. 
Auxilia no Estresse. 
Aumenta a capacidade de disposição física. 
Melhora niveis de ocitocina e endorfina. 
Equilibra o cerebro emocional com o cognitivo. 
Promove a homeostase bioenergética. 
Estimula a libido. 
Melhora a circulação sanguínea e linfática. 
Auxilia na troca celular dentre outros benefícios. 

Invista em sua saúde agende uma sessão de massagem hoje mesmo, e o seu corpo agradecerá... Com mais harmonia, equilíbrio e bem estar.

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Benefícios da massagem relaxante: diminui a pressão arterial e mais Técnica também ajuda a combater o envelhecimento e melhora a circulação e etc..




Massagem, independente do tipo, está quase sempre associada a um momento de relaxamento ou a tratamentos estéticos. Contudo, ela oferece benefícios além de acalmar e afastar a tensão e estresse ou reduzir medidas. essa técnica de massagem relaxante também ajuda a diminuir a pressão arterial, estimula o sistema imunológico, diminui a insônia e previne o envelhecimento.

 “A massagem relaxante é uma técnica que alterna movimentos firmes e suaves visando o relaxamento da musculatura, o que traz uma sensação de bem estar e diversos outros benefícios”. ela age no organismo aumentando a serotonina, uma das principais substâncias do cérebro, o que acaba proporcionando a sensação de bem estar. “A técnica também age melhorando a circulação e trazendo equilíbrio e nutrição celular, eliminando toxinas e diminuindo dor e cansaço muscular”. a massagem acelera a recuperação após os exercícios físicos e acelera em até 60% a regeneração muscular.

Contraindicação
A massagem relaxante não é indicada para quem tem Trombose Venosa Profunda (TVP) e alterações cardíacas e vasculares.


sábado, 14 de fevereiro de 2015

A prática regular e contínua de massagem



A prática regular e contínua de qualquer forma de massagem pode fortalecer o corpo, além de ajudar a prevenir vários problemas que podem ocorrer devido ao excesso de tensão e a alguma fraqueza da nossa estrutura corporal. 

A massagem pode estimular ou acalmar o sistema nervoso e ajuda a diminuir o cansaço.


Massagem Desportiva



A Massagem Desportiva implica a utilização de um conjunto de técnicas específicas orientadas, nomeadamente, para aumentar a rentabilidade dos desportistas e tonificar os tecidos musculares, atuando ao nível da descompressão muscular.

 Esta massagem envolve a manipulação e reabilitação dos tecidos moles do corpo, incluíndo músculos, ligamentos e tendões. 

Este tipo de massagem aplica-se em situações de treino desportivo, pré-competição, competição, pós-competição, pós-viagem, prevenção de lesões e recuperação de lesões. 

Contudo, para se beneficiar de uma massagem desportiva não é necessário ser atleta.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Massagem e alongamento são sempre bons para prevenir dores nos braço



As principais causas de dores nos braços são dores musculares, alguma forma de tendinite ou ainda circulação sanguínea ruim. Outras causas não tão comuns, podem ser bem mais perigosas como um ataque cardíaco, que muitas vezes faz o braço doer.

Um ataque cardíaco é causado pela falta de oxigênio nas células do coração, chamada de isquemia. A maioria dos ataques cardíacos é causada por arteriosclerose - um tipo de gordura acumulada dentro da parede dos vasos sanguíneos - ou trombose - que fecha o fluxo de sangue. Os sintomas de um ataque cardíaco são: dores no peito irradiando para o braço esquerdo (algumas vezes as dores são bem mais difusas, como dores na barriga), problemas ao respirar, enjôo ou angústia. Pode acontecer de a pessoa não sentir qualquer tipo de dor. Quando desconfiar de um ataque cardíaco, é importante chamar imediatamente uma ambulância ou se dirigir para hospital mais perto.

A maioria das dores nos braços não é perigosa e muitas delas têm uma melhora muito boa com a massagem, como a LER (lesão por esforço repetitivo), baixa circulação (formigamento, fraqueza) e cansaço muscular (dor após treino).

LER (lesão por esforço repetitivo) é uma doença razoavelmente moderna. Começou a ser registrada no século 19 durante a industrialização na Inglaterra. Para aumentar a produção, os funcionários das fébricas faziam o mesmo trabalho todos os dias. Por exemplo, apertar o mesmo parafuso. Esta prática deu origem às pesquisas científicas da LER. No tempo medieval, ela era chamada de doença dos escreventes. Hoje em dia, nós sabemos que a LER é uma inflamaçào forte no tendão ou em algumas fibras do músculo devido à sobrecarga de trabalho. Os tratamentos incluem descanso ativo, gelo, massagem, alongamento e fortalecimento do membro.

Posições de trabalho forçadas ou falta de movimento nos braços, podem causar a baixa ciculação no braço. A artéria que leva sangue para o braço passa entre o escaleno anterior e o escaleno médio (dois músculos no pescoço), depois embaixo a clavícula (o osso que fica entre o esterno e a escápula) e depois debaixo dos peitorais menor e maior (o músculo do peito). O fluxo de sangue pode diminuir no braço se alguma estrutura do corpo, por exemplo o peitoral menor, pinça ou encosta demais na artéria. Isto pode levar a fraquezas, cansaço ou formigamento no braço. O tratamento é feito com alongamentos (principalmente na região do peito), massagem nos braços e exercícios para fortalecer a musculatura que não está forte suficiente para aliviar a região do ombro.

O cansaço muscular pode ter muito a ver com a falta de circulação no braço. Ele também pode ocorrer se a musculatura do braço estiver sobrecarregado. Alguns exemplos são os atletas que precisam usar muito da capacidade muscular no esporte ou pessoas que trabalham com algo que exija grande esforço nos braços (como um pedreiro que carrega sacos de cimento). O tratamento é muito simples: ou um dia de descanso ou massagem desportiva para tirar o excesso de ácido láctico da musculatura. Normalmente, a recuperação é muito rápida.

Massagem e alongamento são sempre bons para prevenir dores nos braços. A massagem libera hormônios como ocitocina no sangue, que relaxa a pessoa e traz bem estar. Alongamento, combate o endurecimento dos músculos e alivia tensões em geral.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

A massagem e a depressão


Um dos mais conhecidos benefícios da massagem é a sua capacidade para proporcionar ou melhorar a sensação de bem-estar, e estudos apresentam como promessa, uma possível ajuda para todos aqueles com depressão diagnosticada. A depressão é uma condição que afeta milhões de americanos. Existem muitas diferentes causas e graus de complexidade, tornando-se um desafio díficil para se conseguir tratar com eficácia. Alguns fatores que poderão desencadear a depressão, podem ser acontecimentos traumáticos que tenham acontecido tanto recentemente como no passado, ocultos distúrbios neurais, alterações sazonais, e problemas físicos. Na verdade, aqueles que Foram diagnosticados com depressão também têm uma maior incidência de problemas de saúde. 

Por outro lado, a massagem poderá também aliviar dor crónica, proporcionando assim um estado emocional mais salutar. Embora as causas profundas não sejam ainda totalmente compreendidos, um fato fisiológico da depressão diz respeito a um baixo nível de um neurotransmisor, a serotonina. A serotonina é responsável pela transmissão de mensagens dos nervos e contribui sobremaneira para uma sensação de bem-estar. Baixos níveis de serotonina podem causar dificuldades em lidar com emoções intensas da maneira mais adequada, levando algumas pessoas a agir impulsivamente, ou a comportar-se de forma mais agressiva, agir de forma auto-destrutiva, e ainda torna a lucidez mais obscura no exercer da nossa percepção acerca da realidade. Tem sido demonstrado que a massagem eleva os níveis de serotonina, que acaba por ser um elemento extremamente importante na luta contra a depressão. 

Pesquisas sobre o efeito do stress na depressão mostrou existir uma correlação entre os níveis elevados de cortisol e a redução dos níveis de serotonina. O cortisol é um hormônio que é liberado durante uma situação em que o interveniente se sente ameaçado (necessidade de rápida tomada de decisão entre lutar ou fugir), e é um dos químicos responsáveis pela poderosa explosão de energia que se consegue sentir em uma situação de crise. Prolongados períodos de stress aumentam os níveis de cortisol no organismo. O cortisol é também responsável pela redução da quantidade de serotonina encontrada dentro do sistema nervoso, afetando assim negativamente a sua capacidade de agir eficazmente. A massagem libera a tensão e promove relaxamento, o que leva a uma imediata e significativa diminuição do cortisol, às vezes em mais de 40%. 

Os benefícios fisiológicos positivos da massagem fazem com que seja efetivamente um bom complemento à psicoterapia, e à prescrição de antidepressivos. Uma vez que os sintomas depressivos podem ser tão variados e complexos como a personalidade de cada paciente, o tratamento é muitas vezes um caminho de tentativa e erro e não há garantias de que um paciente irá reagir positivamente à terapia antidepressiva. Embora seja eficaz para muitos, há ainda uma grande percentagem de doentes que ainda não encontraram forma para aliviar seus sintomas depressivos. Uma das possíveis causas poderá ser a incapacidade da medicação alterar a química do cérebro, em dado paciente. Outro motivo comum é a enorme quantidade de efeitos colaterais desagradáveis, como boca seca, visão turva, sedação, obstipação, náuseas, dor de cabeça, causando desconforto e levando os pacientes a abandonar completamente a terapia antidepressiva. Para aqueles que não reagiram bem à medicação de antidepressivos, existem alternativas terapêuticas que têm demonstrado resultados positivos no tratamento de depressão de grau leve a moderada. Estes tratamentos incluem acupuntura, aromaterapia, terapia expressiva e terapia do toque ou massagem. 

Um estudo recente do Touch Research Institute com Duke University mostrou que a massagem é eficaz para reduzir cortisol níveis elevando ao mesmo tempo os níveis de serotonina, durante e depois de uma sessão de massagem. A massagem também ajuda na redução da dor e melhora a sensação de bem-estar. Isto reflete-se pelo aumento acentuado de níveis de serotonina e dopamina encontrados nos participantes do estudo. Os níveis de serotonina foram substancialmente aumentados, em 38%, o que efectivamente contraria os efeitos negativos do cortisol. Além disso, as sessões de massagem tinham uma duração média de 15 a 30 minutos, e foram realizadas com alguma frequência (2 a 3 vezes por semana) ao longo de várias semanas. Estes factos sugerem que a massagem como terapia pode ter sucesso no tratamento de baixos níveis de serotonina tal qual o mesmo objetivo que a prescrição de antidepressivos tem, e muitas vezes tendo um efeito ainda mais imediato.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

A importância da massagem desportiva



Todos os atletas, sejam corredores amadores ou de alta competição, têm o desejo de melhorar a sua capacidade física para poderem ser mais competitivos ou simplesmente se superarem a si próprios. Um plano de treinos adequado é capaz de aumentar a resistência, velocidade e força, mas o problema surge com o aumento da exigência dos treinos, pois pode levar ao surgimento de lesões musculares e tendinosas, que podem mesmo impedir o atleta de continuar os seus treinos e competições durante algum tempo.

Segundo o fisioterapeuta Ernesto Ferreira, “quando um atleta aumenta a sua rotina de treino, quase sempre utiliza os músculos de forma exaustiva, causando stresse nos tecidos.” O excesso de treino e/ou a ausência de alongamento levam às dores musculares, muitas das vezes ignoradas pelos atletas, podendo mais tarde tornar-se crónicas ou em lesões graves.

A massagem desportiva surge assim como uma forma da encorajar os músculos a recuperar após o treino, porque alivia todas as tensões e ajuda a retirar o ácido láctico dos músculos. Assim, o sangue e o oxigénio conseguem voltar aos músculos a um ritmo normal e fazer uma reparação eficaz dos tecidos musculares, tornando-os mais fortes e resistentes.

Na verdade, a massagem é uma das mais antigas formas de terapia e um método fundamental no alívio de dor, relaxamento, estimulação e recuperação muscular, que a nível preventivo, terapêutico ou desportivo. Por sua vez, o desporto, quer a nível amador, quer a nível profissional, é reconhecido como uma actividade de extrema importância e tem vindo a ser praticado por um número crescente de amantes do exercício físico, da qualidade de vida e bem-estar.

Aliar os benefícios da massagem com os da corrida, e tendo em conta o objectivo de preparar, manter e recuperar os atletas para a prática desportiva, levou ao desenvolvimento de técnicas e metodologias específicas que resultaram na criação da Massagem Desportiva.

A Massagem Desportiva é composta por um conjunto de técnicas de manipulação das estruturas músculo-esqueléticas, mas com incidência particular em zonas corporais cruciais à atividade desportiva, adicionando características específicas reforçadas quer a nível da pressão exercida e da localização, velocidade de execução e intensidade, quer ainda recorrendo a mobilizações e alongamentos como complemento essencial.

Cada atleta e cada modalidade tem o seu ciclo próprio e a sua especificidade, nomeadamente quanto aos grupos musculares mais utilizados. Isto significa que a massagem deverá estar adaptada a cada caso.

Após o treino, exercícios de alongamento e diversos tipos de massagem e, inclusive, Acunpultura, são indicados para desactivar nódulos e evitar lesões, estimulando o sistema mecânico e neuromuscular.

A massagem desportiva deve ser considerada como atividade complementar à corrida, tornando-a tao importante quanto a alimentação e suplementação. 

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Como evitar o torcicolo



A dor no pescoço pode aparecer após um traumatismo, um movimento brusco ou não ter causa aparente. Veja como amenizar o problema Você vira a cabeça e, de repente, o pescoço trava. O torcicolo pegou você. Além de limitar o movimento, o problema causa tensão e dor intensa na região cervical, podendo se espalhar para toda a musculatura dorsal. Pouca gente sabe, mas um músculo de nome complicado – esternocleidomastóideo –, largo e robusto, localizado na face lateral do pescoço, é principal envolvido na questão. 
“O torcicolo comum pode ocorrer devido a um trauma, a um movimento súbito, à má postura ou surgir sem nenhuma causa aparente”, explica o neurocirurgião Alexandre Elias, especialista em coluna e dor musculoesquelética, do Centro de Referência em Dor e Neurocirurgia Funcional do Hospital 9 de Julho, em São Paulo. 

A posição ao dormir também pode levar ao torcicolo. Portanto, é preciso cuidado não só com a maneira como você deita, mas com a escolha do travesseiro, que não pode ser mole ou duro demais. “A recomendação quanto a tamanho, espessura e material varia de acordo com a forma com que cada um dorme. Mas seja como for, ele deve ficar embaixo da cabeça, nunca dos ombros, para deixar a cabeça no mesmo alinhamento da coluna vertebral. E ao deitar de lado a orelha deve estar na mesma linha do ombro”, ensina o quiropraxista Jason Gilbert, de São Paulo, autor do livro "O segredo da coluna saudável – Siga os passos para uma coluna sem dor" (Editora Gaia). 

Dá para tratar: Por provocar dor, a primeira medida no tratamento do torcicolo costuma ser medicamentosa. “Pode envolver analgésico, relaxante muscular ou antiinflamatório. Nesse momento não tente forçar ou alongar a região, porque o quadro pode piorar.”, diz o médico Alexandre Elias. Em seguida é indicada uma fisioterapia analgésica, com aplicações de frio e calor. “A gelo tem efeito antiinflamatório. Deve ser feito por 20 minutos no máximo e com intervalo mínimo de uma hora até a próxima aplicação”, explica Jason Gilbert. A compressa quente, por sua vez, ajuda a relaxar a musculatura. Só depois vem a fase de alongar e fortalecer a musculatura do pescoço. “Agora, se o incômodo não cessar, o melhor é procurar um especialista para ampliar a investigação”, aconselha o neurocirurgião do Hospital 9 de Julho. 

Afastadas hipóteses de doenças mais sérias, a quiropraxia – método que utiliza manobras e manipulações em vértebras e articulações – também pode ser um recurso para acabar com o torcicolo. “Sem o uso de drogas ou técnicas invasivas, a prática devolve rapidamente a função normal da coluna ao mesmo tempo em que proporciona efeito analgésico”, atesta Jason Gilbert. 

Prevenção: Para dar mobilidade e evitar maiores problemas na região cervical, invista em algumas medidas simples no dia a dia:
 • Principalmente se você trabalha sentado e diante do computador, a cada 45 minutos movimente a cabeça no sentido de rotação e faça flexão e extensão do pescoço. 
• A tela do computador deve ficar na altura dos olhos, para evitar má postura do pescoço e tensão na região cervical. 
• Aplique uma bolsa de gelo quando o pescoço estiver dolorido e inflamado. 
• Procure identificar a causa do torcicolo para saber como evitar a repetição do episódio. • Evite dormir de bruços ou no sofá, usando o apoio lateral para colocar a cabeça. 
• Não use o telefone entre os ombros e a orelha. Se tiver de fazer uma ligação mais longa e precisar das mãos para digitar ou escrever, por exemplo, utilize um fone de ouvido. 

Fonte: Saude.Ig.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts with Thumbnails