Páginas

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Dicas para dores musculares




A massagem, além de ser um ótimo relaxante é eficaz na reabilitação de músculos que sofreram lesões.
O esforço físico produz lesões nas fibras musculares que levam a processos inflamatórios. A massagem estimula a produção de sinais químicos que diminuem essa inflamação. Também estimula a geração de mitocôndrias, pequenas estruturas que funcionam como verdadeiras usinas de energia dentro da célula e assim a massagem também contribui para acelerar a reconstrução de tecidos musculo-esqueléticos afetados por exercícios físicos ou doenças.
Quando uma pessoa realiza esforço físico, seu organismo "queima" glicose, que está armazenada no corpo, principalmente com o oxigênio proveniente da respiração. Essa reação produz energia. Se o exercício estiver além do que o atleta está condicionado a fazer, a queima da glicose através do oxigênio não será suficiente e o organismo queimará a glicose sozinha. Essa reação solitária produz o ácido lático, que é um dos causadores das dores musculares.
O melhor procedimento para evitar sua formação é, depois de fazer um exercício, realizar por alguns minutos outro exercício (correr, pedalar, nadar) em menor intensidade. Esse procedimento ajuda a desintoxicar a musculatura porque uma parte do ácido lático, que também pode servir como fonte de energia, passa a ser queimada.
Outro procedimento é massagear o local dolorido, aumentando a irrigação sanguínea da região e facilitando a eliminação do ácido. "Mas não se sabe realmente se o ácido lático é o único responsável pelas dores que surgem após os exercícios. Elas podem também ser causadas por microlesões no músculo"

terça-feira, 29 de abril de 2014

MASSAGEM TERAPÊUTICA LOCALIZADA



massagem terapêutica pode diminuir a dor nas costas e ajudá-lo a recuperar a sua capacidade de funcionar normalmente. A maioria dos especialistas de hoje reconhecem os benefícios da massagem terapêutica e recomendam a massagem como a melhor maneira de gerir e aliviar a dor nas costas, seja ele crónica ou aguda. 

Uma boa massagem nas costas não irá apenas deixar a região energizada e relaxada, mas todo o corpo será beneficiado.

domingo, 27 de abril de 2014

AMPUKU – A MASSAGEM DOS ORGÃOS INTERNOS



A massagem abdominal ampuku foi desenvolvida no Japão e inicialmente era utilizada como um ramo do Anma, antiga massagem japonesa. Para a maioria das escolas de cura no Japão, como o Shiatsu, a estimulação do "Hara" (barriga), promoverá uma sensação de bem estar em todos os aspectos de uma pessoa.
O HARA - Segundo Shizuto Masunaga, criador do estilo Zen Shiatsu o Hara reflete como um espelho a condição de saúde de uma pessoa. Além disso, o Hara (barriga) é considerado o centro de criação da energia vital, denominada Ki. Todo o fluxo de energia vital que circula pelo corpo, inicia no Hara e depois é distribuída pelos meridianos. No Hara, encontramos vários órgãos internos, como o aparelho digestivo, os órgãos reprodutivos e sexuais. Em nível emocional, esses órgãos internos recebem grande parte da energia tóxica, gerada pelos bloqueios internos, que podem incidir sobre as raízes das doenças.
"Se praticarmos o Ampuku com toque profundo e lento, harmonizaremos a função dos órgãos vitais, eliminando os bloqueios no fluxo Ki e na circulação do sangue. Consequentemente, os músculos e as articulações vão se tornar mais flexíveis e a pele ficará mais hidratada. A urina e as fezes serão eliminadas mais facilmente. E com o aumento da vitalidade até a memória será beneficiada".
O EXAME DO HARA - O diagnóstico é realizado sobre os sistemas energéticos, localizados em áreas especificas da barriga. Através do toque é possível classificar os padrões de desarmonia em cada órgão e como estimulá-lo. Assim é possível reforçar o potencial de cura do organismo, reequilibrando os níveis de energia vital e potencializando o seu fluxo nos meridianos. Após determinar se o desequilíbrio é Kyo (energia deficiente) ou Jitsu (energia excessiva), podemos enfim, aplicar as técnicas de sedação (diminui ou dispersa) e tonificação (aumenta), nos tsubôs (pontos encontrados ao longo dos meridianos), nos canais de energia, no hokai (costas) e no próprio hara.
DESARMONIA KYO E JITSU - A avaliação da massagem abdominal Ampuku tem base no diagnóstico tátil e visual. Quando encontrarmos rigidez, inchaço, rubor, calor excessivo, nas áreas ligadas aos órgãos internos, denota-se um excesso de energia. Ainda, podemos encontrar, no caso citado acima, pulsação da artéria abdominal acelerada. Essa condição pode gerar sintomas como pressão alta, gastrite e ansiedade. Já a deficiência da energia vital pode ser classificada, quando identificarmos manifestações opostas a de excesso. Exemplo: flacidez, frio, palidez, batimento lento da artéria abdominal. Quando deficiente, a energia se manifestará, deixando os pés e as mãos geladas, digestão lenta e etc.
Os benefícios: ajuda a estabilizar funcionamento sistema digestivo, harmonizando ossintomas, tais como a constipação, cólon irritável, gastrite, etc. Melhora as disfunções do sistema respiratório, tais como asma, falta de ar. Também é muito eficaz para dores de cabeça e enxaquecas, doenças reumáticas desconforto, dor e rigidez, stress, etc. 
Atualmente não apenas os shiatsuterapeutas, mas profissionais de sei tai /yawara assim como massoterapeutas utilizam das técnicas Ampuku para avaliações.


ABRAMC

sexta-feira, 25 de abril de 2014

A importância da massagem para atletas e esportistas


Nos últimos tempos a pratica de atividade física vem se tornando uma freqüência entre brasileiros; nas praças, parques e academias, pessoas de todas as idades se exercitam buscando um físico impecável, uma melhor qualidade de vida e até mesmo resultados mais ousados, como de se tornar um atleta profissional.
Mas a vida de atleta não é só treino e alimentação adequada, uma programação de massagem é fundamental para o bom desempenho, isso sem falar no aumento da vida útil do mesmo.
A massagem desportiva é específica para aliviar as tensões musculares e as inflamações dos músculos depois dos eventos desportivos.
É também muito utilizada para aquecer e relaxar os músculos antes das provas, seja em atletas amadores como em atletas de alta competição.
Uma das formas de encorajar os músculos a se recuperarem após os treinos é através da massagem desportiva, porque alivia todas as tensões e o ácido lácteo nos músculos exaustos. Com isso sangue e o oxigénio podem voltar aos músculos e fazer uma reparação eficaz dos tecidos musculares, originando músculos mais fortes e resistentes.
Por isso é que as massagens desportivas são tão utilizadas em alta competição, já que ajudam os atletas a prevenirem lesões por utilização muscular excessiva.
A importância exercida pela massagem na vida de um atleta é reconhecida por médicos, equipe técnica e pelos próprios atletas desde a década de 80 sendo difundia em 1996 nos jogos de verão em Atlanta, Geórgia; desde então o massoterapeuta passou a fazer parte da preparação dos atletas, assim também como a prevenção e tratamento de várias tipos de lesões físicas e emocionais.
 www.massagemesaude.com.br

Suco para gripe


quinta-feira, 24 de abril de 2014

O poder da massagem para melhorar a performance nos exercícios



A massagem pode ser uma grande aliada da corrida, ajudando a aliviar tensões, acelerar a recuperação e melhorar a performance

As massagens são especialmente importantes para atletas, devido à sobrecarga de algumas partes do corpo

O simples toque das mãos pode ajudar a prevenir lesões e torná-lo um corredor melhor. A massagem, além de ser gostosa, faz bem à saúde. A manipulação de tecidos ajuda a relaxar a musculatura, aumenta a circulação sanguínea, eleva a quantidade de oxigênio levado aos músculos e auxilia o corpo a se livrar mais rapidamente de toxinas como o ácido lático.

Esses processos são especialmente importantes para atletas, que muitas vezes sobrecarregam certas estruturas do corpo. "A ação mecânica realizada pela massagem ajuda a aliviar contraturas musculares e a diminuir processos inflamatórios", diz o fisiologista do exercício Paulo Zogaib, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). 

Exceto em caso de fraturas, rupturas de ligamento, distensões musculares ou dor muito forte, a massagem não tem contraindicações e pode ser feita regularmente, ao contrário de outros tratamentos.
A massagem também pode ajudar a prevenir lesões que poderiam surgir com o esforço dos treinos. "A corrida causa microprocessos inflamatórios que são responsáveis pela dor do dia seguinte. A massagem facilita o sono profundo, momento em que ocorre o reparo dos tecidos".

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Massagem desportiva e de recuperação para Atletas



Cada vez mais atletas e pessoas em geral reconhecem vários benefícios da Massagem Desportiva ou Terapêutica, por serem aplicados um conjunto de técnicas manipulativas específicas a cada grupo muscular utilizado na prática de diversos desportos. Para além de tratar e prevenir lesões, restabelece o sistema linfático, diminuindo o tempo de recuperação muscular e de energia, e consequentemente, a melhoria de performance e o aumento de rendimento.

Pode ser aplicada para relaxamento no intervalo das sessões de treino, como tratamento pré-treino ou competições e para recuperação após o treino ou competição.

A Massagem Terapêutica tem como objetivo realizar tratamentos de:
■ Reabilitação;
■ Contrações musculares;
■ Entorses laterais e Bilaterais;
■ Distensões;
■ Problemas articulares;
■ Lombalgias de esforço;
■ Estimulação do sistema circulatório;
■ Hipermobilidade;
■ Defeitos posturais;
■ Roturas musculares e de ligamentos.

As sessões poderão ser de preparação ou recuperação.

Banana


terça-feira, 22 de abril de 2014

MASSAGEM PARA DORES MUSCULARES


A massagem, além de ser um ótimo relaxante é eficaz na reabilitação de músculos que sofreram lesões.

O esforço físico produz lesões nas fibras musculares que levam a processos inflamatórios. A massagem estimula a produção de sinais químicos que diminuem essa inflamação. Também estimula a geração de mitocôndrias, pequenas estruturas que funcionam como verdadeiras usinas de energia dentro da célula e assim a massagem também contribui para acelerar a reconstrução de tecidos musculo-esqueléticos afetados por exercícios físicos ou doenças.

Quando uma pessoa realiza esforço físico, seu organismo “queima” glicose, que está armazenada no corpo, principalmente com o oxigênio proveniente da respiração. Essa reação produz energia. Se o exercício estiver além do que o atleta está condicionado a fazer, a queima da glicose através do oxigênio não será suficiente e o organismo queimará a glicose sozinha. Essa reação solitária produz o ácido lático, que é um dos causadores das dores musculares.

O melhor procedimento para evitar sua formação é, depois de fazer um exercício, realizar por alguns minutos outro exercício (correr, pedalar, nadar) em menor intensidade. Esse procedimento ajuda a desintoxicar a musculatura porque uma parte do ácido lático, que também pode servir como fonte de energia, passa a ser queimada.

Outro procedimento é massagear o local dolorido, aumentando a irrigação sanguínea da região e facilitando a eliminação do ácido. “Mas não se sabe realmente se o ácido lático é o único responsável pelas dores que surgem após os exercícios. Elas podem também ser causadas por microlesões no músculo”


domingo, 20 de abril de 2014

A massagem esportiva



A massagem esportiva vem sendo cada vez mais reconhecida como uma importante modalidade terapêutica e serve não apenas para tratar um determinado problema, mas para ajudar também em cada uma das fases de treinamento do atleta (cada fase com seu objetivo específico).
Entre seus principais efeitos, destacamos a diminuição dos riscos de lesão (pois remove produtos metabólicos e catabólitos, aumenta o fluxo de nutrientes e a circulação, além de aumentar a extensibilidade do tecido conjuntivo,aumenta os movimentos articulares- pelo relaxamento muscular, e ainda facilita a atividade muscular), melhora a consistência do treinamento, promove cura de lesões, reduz espasmos musculares, promovendo a função muscular normal, aumenta a confiança, aumentando a vida útil do atleta na atividade.
As principais indicações para o atleta realizar um programa de massagem são: ajudar tanto no relaxamento (pós treino ou prova), efeito estimulante (pré treino ou prova), alívio de dores, tratamento de lesões principalmente quando há edema (inchaço) e aderências (tecido cicatricial).

Feliz Páscoa 2014




sábado, 19 de abril de 2014

Clínica de preparação física para FA


Massagem Revigorante Anti-Stress



A nova massagem que o vai deixar sem stress, leve e revigorado.
Feita com com óleos em todo o corpo, esta massagem caracteriza-se pelo ritmo intenso, pela pressão forte e pelos vários alongamentos. Depois da massagem vai sentir-se com energias renovadas, pronto para responder às maiores exigências do dia-a-dia.
É a massagem ideal para quem procura libertar-se do stress e também o relaxamento muscular, ficando a sentir-se desperto e leve.
Esta massagem é também terapêutica sendo indicada para diminuir contracturas musculares.
Realiza-se com óleos essenciais com propriedades revigorantes e tem a duração de 55minutos.
Experimente e surpreenda-se com efeito revigorante desta massagem!

Dicas para reduzir a ansiedade


terça-feira, 15 de abril de 2014

Feliz Dia do Ciclista

video

Prevenção de lesões!



Antes de começares a atividade física desportiva, alonga os gastrocnémios (gémeos), puxando a ponta dos pés e mantendo os joelhos estendidos.


Alonga também o quadricípite dobrando a perna e encostando o pé ao glúteo (nádega).

Os adutores também devem ser alongados com a maior abertura de pernas possível.

Exercícios de fortalecimento, como leg press, cadeira extensora, flexora, adutora e abdutora também são importantes.

Todos os exercícios devem ser mantidos por 30 segundos.

Conta sempre que possível com a presença de um profissional de educação física ou de um fisioterapeuta na instrução e na monitorização dos exercícios, para que a prática do movimento seja realizada de forma correta.

Não te esqueças que a massagem é um complemento importantíssimo na prevenção das lesões e na melhoria do teu rendimento!

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Receitas caseiras para diminuir dores musculares



Arnica, suco de melância e massagem com bastão. Entenda como estas três práticas simples podem reduzir dores pós-treino


Acabou o treino com aquela sensação de missão cumprida e quase que na sequência as dores musculares dão as caras tirando sua paz. Praticar exercícios físicos tem seus dissabores. Para fazer com que os músculos fiquem em forma, eles são danificados durante o treino para que as fibras passem por um processo de reparação e fiquem mais fortes. Enquanto se dá este processo, a pessoa terá que lidar com as inevitáveis dores. Antes de apelar para os analgésicos, saiba que práticas simples minimizam dores intensas.

Alguns métodos que são disseminados por aí não são realmente eficazes. O analgésico ibuprofeno, por exemplo, tem pouco efeito sobre a dor relacionada ao exercício, vários estudos mostram que ele pode reduzir a capacidade dos músculos de se reconstruírem após as lesões. 

Técnicas caseiras ajudam a minimizar as dores musculares pós-exercícios. Veja quais são elas e adote no seu dia a dia pós-treino:

# Massagem com arnica - Um estudo publicado recentemente descobriu que, corredores que massageavam as pernas com a substância a cada quatro horas durante três dias, sentiam menos dores depois de um treino, em comparação a outros corredores que não adotaram a prática. Vale lembrar que este tipo de produto é super barato e pode ser encontrado em qualquer farmácia e até mesmo na feira.

# Massagem com rolos de espuma - Massagear a musculatura como se fosse massa de pão por pelo menos 20 minutos com este tipo de objeto reduz as dores de forma considerável após os exercícios. Um estudo publicado em julho deste ano aponta para a eficácia deste tipo de massagem.

# Suco de melancia - Outra forma super eficaz de reduzir as dores musculares após as atividades físicas é o consumo deste suco que, de acordo com um experimento publicado em julho no The Journal of Agricultural and Food Chemistry contém uma boa dose de L-citrulina, uma substância que protege os músculos contra a dor. Ciclistas que beberam cerca de 17 gramas de suco de melancia puro, uma hora antes de completar uma sessão de treino extenuante, tiveram menos dores ao final.

Vale salientar que, nenhum destes métodos elimina as dores, apenas ajudam a reduzi-las. Depois de alguns dias, a dor passará por si, mas caso isso não ocorra, o mais indicado é procurar ajuda médica. Lembre-se: nem todas as dores musculares são decorrentes de exercícios.

sábado, 12 de abril de 2014

Use o rolo para massagear: ALIADO NA RECUPERAÇÃO PÓS-TREINO E AUMENTO DA FLEXIBILIDADE


Incômodos musculares fazem parte da rotina de qualquer atleta profissional ou amador. Mas nem por isso significa que você precisa ficar com pernas doloridas um,  dois ou até mais dias depois de uma corrida longa ou um treino mais intenso.
Há várias maneiras de minimizar o problema. Uma delas aponta como uma das melhores soluções. A automassagem com rolo de espuma ( o foam roller). Esta modalidade acelera a recuperação pós-exercício e está cada vez mais utilizada por atletas profissionais e amadores.
A massagem com rolo de espuma – Foam Roler – deve ser usada duas ou três vezes por semana, após os treinos mais exigentes ou até mesmo em dias que o treino não for tão forte. E a recomendação é para usar o rolo em
massagem  durante 30 a 90 segundos em cada parte do corpo, como: posterior da coxa, quadríceps,  panturrilha, lateral da coxa e quadril, glúteos etc.
Menos lesão, mais desempenho.
A massagem fascial é um dos métodos mais fáceis de aplicar e que gera os melhores resultados. Faça nas áreas mais tensas e onde há mais tecido conectivo. Experimente estes três exercícios com um rolo de espuma.
Experimente estes três exercícios com um rolo de espuma
Foto 1. Deitado de lado, você conseguirá massagear o músculo tensor da fáscia lata e o glúteo médio.
Foto 2. Gire o rolo sobre os quadríceps, pressionando com os braços. Vá até os joelhos e volte.
Foto 3. Deitado com o rolo apoiado sob as costas, além de alongar o peitoral, você massageará a zona posterior da coluna


sexta-feira, 11 de abril de 2014

Cliff English explica a vantagem da massagem desportiva!



Cliff English, é considerado um dos treinadores de triatletas de alto rendimento mais conceituados a nível mundial, tendo treinado e vencido nos últimos 15 anos algumas das maiores competições e títulos mundiais, explica porque a massagem deve ser parte integrante de um plano de treino:

Definitivamente não se pode afirmar que a massagem seja uma forma de recuperação desconhecida da maioria dos triatletas, pois até os mais resistentes são vistos a receber massagem após um evento desportivo.

No entanto, parece que a massagem ainda é vista por muitos como um luxo, tanto que muitos atletas esperam até que cada músculo e tendão esteja tão tenso e contraído como a fibra de carbono das suas bicicletas.
Naturalmente que se esperares até ao limite, apenas irás ter algum alívio, mas pelo contrário, se receberes regularmente massagens de um  terapeuta conhecedor de massagem desportiva, os benefícios reais surgirão rapidamente. Acreditando que levas a sério a tua modalidade e performance, é essencial que integres a massagem desportiva no teu programa de treino.

Para ajudar aqueles que ainda têm dúvidas, Cliff English recorreu à ajuda de Briana Averill, uma terapeuta certificada que trabalha com corredores, ciclistas, triatletas e nadadores que vão desde amadores de fim de semana a medalhados olímpicos.

De acordo com Averill, “A massagem incrementa o fluxo sanguíneo muscular acelerando a recuperação ao eliminar o resultado tóxico dos produtos metabólicos. Adicionalmente, a massagem regular previne a ocorrência de lesões ao melhorar o comportamento fisiológico de áreas que não estão a funcionar em pleno ou a responder de forma eficaz."

A frequência ideal é de duas vezes por semana para um atleta de elite, sendo o mínimo de uma. Para um atleta amador, uma vez por semana será o recomendável, sendo o mínimo aconselhável de uma massagem por mês.

Uma das componentes chave do sucesso das massagens reside no relacionamento entre o atleta e o terapeuta, de forma a que este não só conheça muito bem o seu corpo, mas seja também capaz de trabalhar o tipo e a profundidade de massagem adequada ao ciclo de treino.

Posto isto, sempre que possível, deves agendar a massagem para a semana da competição e imediatamente após esta (altamente recomendado) ou para o dia seguinte. A rápida recuperação permitirá que retornes rapidamente ao teu plano de treino e é uma ótima maneira de manter o teu corpo altamente preparado e com uma excelente performance.

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Massagem desportiva e de reabilitação



A massagem desportiva e de reabilitação foi desenvolvida aquando dos  Jogos Olímpicos na Grécia, há cerca de 700 anos a. C. Nesta época, verificou-se que a prática da massagem proporcionava a recuperação mais rápida das lesões causadas pelo desporto. Eram, sobretudo, os médicos que faziam a massagem, sendo que o próprio Hipócrates, o pai da medicina, defendia a ideia de que um bom médico deveria saber massagear.
Atualmente, a técnica permanece quase intacta, não se diferenciando muito da massagem relaxante, apesar de ser mais intensa e mais rápida, por forma a estimular a limpeza do ácido láctico acumulada na musculatura na sequência da prática de atividade física.

Massoterapia


quarta-feira, 9 de abril de 2014

Massagem tira dores em pontos de gatilho



Os trigger points ativos causam dores musculares que se transferem para outras partes do corpo

Os pontos de gatilho, de acordo com o massoterapeuta Rodrigo Nora, são pontos dentro do músculo ou tendão que é hiperirritado. Esse ponto é dolorido, irradia e projeta dores para outras áreas no corpo e frequentemente provoca alterações no sistema autônomo, como um aumento de secreção de suor, frio, lágrimas, saliva e arrepios.

Esses pontos, conhecidos como trigger points, são pontos sensíveis que podem causar dores no corpo inteiro. Muitas vezes, longe do ponto de origem. “Esses pontos tensos e doloridos ficam adormecidos nos músculos, ligamentos, tendões, articulações e no esqueleto”, comenta Nora. Os trigger points podem causar vários sintomas na estrutura locomotora do corpo. Enxaquecas, torcicolo, tendinite, lombalgias, dores nos braços e nas pernas e dores no nervo ciático também podem ser provocados por eles.

Segundo Nora, os pontos de gatilho podem acontecer com todo mundo. “Muitos têm pontos de gatilho latentos, que não causam problemas, mas podem facilmente ser acionados. Pontos de gatilho ativos, que geram dores, são mais comuns em mulheres entre 30 e 50 anos, mas são encontrados em todas as idades e em homens também.” Um fator que pode ativar estes pontos doloridos são o sedentarismo ou trabalhos repetitivos. Pessoas que são ativas e alongam a musculatura tendem a ter menos risco de ativar esses pontos. “As regiões que podem apresentar pontos de gatilho com mais frequência são a parte superior do trapézio, manguito rotador, esternocleidomastóide, elevador da escápula, iliopsoas, quadrado do lombo e glúteo médio”, diz Nora.

São mais de mil pontos de gatilho no corpo humano, mas a maioria é rara. Talvez, por volta de 60 pontos apareçam com certa frequência. Nora afirma que cada ponto tem a sua área de projeção, que se repete em todos os seres humanos. As dores podem variar entre muito leve e muito forte e podem complicar os movimentos, como em uma crise de torcicolo, por exemplo.

De acordo com o massoterapeuta, as dores provocadas por trigger points são normalmente profundas e contínuas, aumentam e melhoram dependendo da tensão do ponto. Como as dores são, muitas vezes, encontradas longe do ponto de origem, um ponto de gatilho ativo no glúteo pode gerar, por exemplo, dores na perna; um ponto entre as escápulas pode gerar dor de cabeça. As dores podem piorar ou melhorar dependendo da posição e do movimento do músculo. Descansos rápidos normalmente aliviam as dores. Já os descansos longos, como uma noite de sono, podem piorar.

Nora explica que a massagem para os pontos de gatilho começa com deslizamentos leves para preparar o músculo. Depois, são usadas técnicas para remover o ponto. Usam-se pressões, alongamentos e movimentos de torções leves na musculatura. Em muitos casos, as pessoas têm dores durante anos sem saber a causa do incômodo e estas dores são retiradas em uma única sessão de massagem.

terça-feira, 8 de abril de 2014

I Congresso Paulista de Fisioterapia Esportiva



Para o I Congresso Paulista de Fisioterapia Esportiva, convidamos os maiores nomes da Fisioterapia Esportiva dentro da região Paulista e de seleções brasileiras.
Contaremos, dentre outros, com os fisioterapeutas das seleções de Vôlei Feminino, de Tênis, da Para-Olímpica e do TUF Brasil 2013-2014.
O Evento iniciará na sexta-feira no dia 16.05 às 19:15 com a entrega do material e abertura solene. O fechamento será no domingo à tarde. O evento terá número limitado de 250 pessoas, nos quais serão atribuídos desconto de 50% para estudantes.
Valores fixos de R$ 400,00 para profissionais e R$ 200,00 para estudantes.
Para maiores informações, envie-nos um e-mail ou ligue:
contato@resportes.com.br / (11) 97588-2840


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts with Thumbnails