Páginas

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Importância da massagem terapêutica no esporte


A massagem é uma das mais antigas formas de terapia e sua aplicação depende do objetivo pretendido. Assim, conforme a técnica utilizada, o momento de aplicação, a velocidade e intensidade dos movimentos, a massagem, proporciona alívio das tensões e dor, descontração do corpo e mente, ou funciona como uma modalidade terapêutica muito estimulante.

Todas as massagens são terapêuticas, visto que todas proporcionam mais ou menos benefícios na saúde e no bem-estar dos indivíduos. Apresentam-se seguidamente alguns dos benefícios proporcionados pela massagem:
  • Diminuição do risco de lesão muscular e tendinosa;
  • Melhoria do sistema circulatório geral;
  • Diminuição de edemas;
  • Diminuição de tensões;
  • Tonificação do tecido muscular;
  • Alívio da dor;
  • Redução da ansiedade;
  • Promoção da recuperação de lesões e fadiga muscular;
  • Melhoria da mobilidade articular;
  • Estimulação do processo de cicatrização;
  • Entre outros.
Na atividade desportiva a massagem terapêutica é denominada frequentemente por Massagem Desportiva.
A atividade física regular é considerada desde há muito tempo um componente preponderante de um estilo de vida Saudável, que conduz a uma série de benefícios na saúde física e mental.
No entanto, como qualquer atividade, se não for executada dentro de determinadas condições, pode originar alguns problemas, nomeadamente a nível músculo-esquelético.
Na alta competição, estes cuidados estão assegurados por profissionais de diversas áreas. Os maiores problemas ocorrem a nível dos praticantes amadores, por desconhecimento ou na maior parte dos casos, por não terem ou não saberem a quem recorrer de modo a colmatar esta lacuna vital na sua atividade desportiva.
A atividade desportiva de um atleta, desde o treino á competição e durante a mesma, exigem formas de intervenção próprias e adaptadas a cada um destes momentos. A massagem desportiva tem como objetivo preparar, manter e recuperar os atletas, e pode definir-se como uma forma criteriosa e intuitiva de aplicação de massagem, movimentos de estruturas e alongamentos, com incidência particular em zonas corporais cruciais à atividade desportiva do atleta. Portanto a massagem desportiva deve ser adaptada a cada individuo tendo sempre em consideração a sua condição física, o momento de aplicação, a modalidade desportiva, o estado dos tecidos e áreas de tensão, a história médica do individuo e o calendário de treinos e competições.
A massagem Desportiva tem várias categorias: Massagem Eventomassagem de Manutenção e massagem de Tratamento.

Massagem Evento

Massagem Pré evento
A massagem pré-evento é realizada, como complemento do aquecimento (não o substitui). Deve ser realizada a menos de 1 hora da atividade física, e terminar 10 minutos antes do seu começo. Deve ser aplicada depois do aquecimento com um ritmo rápido, podendo demorar 10 a 15 minutos e nunca ultrapassando os 20 minutos (para evitar o efeito sedativo). Os objetivos desta massagem são:
  • Aumento da flexibilidade dos tecidos moles;
  • Diminuição da tensão muscular generalizada;
  • Aumentar a circulação sanguínea nos músculos a serem utilizados na atividade (melhor oxigenação celular);
  • Aumento do sentido cinestésico que ajuda a criar uma atitude positiva (os atletas sentem os músculos mais relaxados aumentando a sua confiança e por consequência diminuição do risco de lesão);
  • Aumento do potencial de performance dos atletas (aumenta o nível de competição).

Massagem Inter-Evento ( entre provas/ competições/jogos)

A massagem inter-evento assiste a recuperação rápida do atleta no esforço despendido durante o exercício, ao mesmo tempo que o prepara para um novo ciclo de sobrecarga muscular, assegurando a manutenção da sua performance máxima.
 Os Objetivos principais desta massagem são:
  • Identificar e manipular zonas de tensão excessiva ou mesmo dor desenvolvidas durante o exercício;
  • Ajudar a melhorar o movimento linfático, proporcionando assim uma maior velocidade de reparação tecidular.

 Portanto a sua aplicação vai ser concentrada nos grupos musculares ou áreas mais solicitadas na modalidade em questão. A sua duração deve estar entre os 5 a 10 minutos e deve ser um pouco mais lenta que a pré-evento evitando sempre o efeito sedativo.

Massagem pós evento

A massagem Pós evento auxilia o organismo dos atletas a restabelecer-se, depois da sobrecarga a que foi submetido durante o esforço físico, reduzindo assim o risco de lesões. Assim esta massagem, reduz a tensão muscular generalizada; devolve a flexibilidade dos tecidos musculares e conjuntivos; facilita a circulação venosa e linfática, minimizando o edema; acelera a reposição dos níveis de oxigénio e a reciclagem dos sub-produtos metabólicos; e a melhora a excreção dos detritos metabólicos produzidos durante o exercício.

Esta massagem tem como objetivos fundamentais: 
  • Minimizar a rigidez muscular e articular tardia;
  • Eliminar pontos localizados de dor que podem ter aparecido durante o exercício;
  • Devolver a tonicidade e alongamento normais aos músculos;
  • Ajudar no retorno venoso potenciando a recuperação metabólica.

Esta massagem deve ser de curta duração, lenta, profunda (pressão progressiva), dirigida a grandes grupos musculares e deve ser aplicada dentro das 2 horas após o final da prova.

Massagem de Manutenção


A massagem de manutenção, representa uma abordagem mais geral sobre o corpo, que é aplicada em ambiente clínico e não no local de competição. Os objetivos desta massagem são:

  • Minimizar os efeitos negativos do exercício;
  • Manter o atleta a treinar e competir nos seus índices mais elevados de rendimento.

A aplicação regular de massagem reduz áreas de tensão e rigidez, que aparecem frequentemente como o esforço físico, mantendo a flexibilidade e o relaxamento dos tecidos, prevenindo a lesão. Esta massagem é personalizada para as necessidades do atleta, direciona-se para os músculos e outras estruturas mais solicitados, mas também ao resto do corpo. Pode ter a duração de 30 a 90 minutos e pode combinar várias técnicas de massagem e terapia.
Massagem de Tratamento
Quando o atleta sofre de uma lesão, o acompanhamento por um profissional licenciado em diagnóstico e terapêutica é imprescindível, para o correto diagnóstico da patologia em causa e para orientação das técnicas terapêuticas necessárias à sua recuperação. Esta abordagem é desenhada especificamente de acordo com o tipo de lesão, etapa de lesão, severidade da lesão e as outras modalidades a utilizar pelo terapeuta. Portanto, neste caso a massagem constitui um complemento da reabilitação do atleta e tem como principal objetivo ajudar à rápida reabilitação do atleta, assegurando um correto processo fisiológico evolutivo de forma a encurtar o tempo de retorno à atividade.

Vantagens em fazer Massagem Desportiva

Tanto os atletas amadores como os profissionais têm objetivos definidos para os quais seguem planos de treino mais ou menos rigorosos. No entanto todos desejam aumentar a sua performance desportiva. Para isso vão aumentando os seus níveis de treino, submetendo o seu corpo a maior esforço. No entanto, a probabilidade de lesão também aumenta com o aumento de esforço. Assim um dos maiores benefícios da massagem desportiva é a Prevenção da lesão. A massagem desportiva de forma indireta também contribui para melhorar a performance dos atletas se tivermos consideração os benefícios que a massagem proporciona:

  • Aumenta a circulação sanguínea e ajuda a eliminar toxinas;
  • Estimula o sistema linfático;
  • Estimula a produção de adrenalina;
  • Aquece os tecidos do corpo;
  • Aumento do desempenho do atleta;
  • Evitar a fadiga muscular;
  • Diminui a tensão e rigidez muscular;
  • Aumenta a flexibilidade e melhora os movimentos articulares;
  • Promove maior concentração;
  • Diminui a ansiedade;
  • Estimula o processo de cicatrização;
  • Tratamento de lesões musculares.
 Cláudia Bento (Fisioterapeuta)
Referências
Cassar,Mario-Paul. Manual de Massagem Terapêutica. 1ª ed. São Paulo: Editora Manole Ltda.; 2001
Pedrosa, Hugo. Massagem Terapêutica. 2009.145p. CEFAD.

De olho na postura


A importância do café da manhã


terça-feira, 29 de outubro de 2013

Massagem de relaxamento


O que é?

A Massagem de Relaxamento é uma massagem profunda e relaxante, que restabelece o equilibrio do corpo e mente. Aplica-se um óleo essencial selecionado e várias técnicas que têm como principal função promover a melhoria da circulação sanguínea, remover substâncias tóxicas, aliviar o stress e restabelecer a área psico-emocional, fisiológica e energética de cada indivíduo.

Benefícios

A Massagem de Relaxamento permite:
. Um relaxamento global no corpo, contribuindo para o bem-estar geral do organismo;
. Maior elasticidade nos músculos tensos e doridos;
. Aumento da circulação sanguínea e aumento do aporte de oxigénio e nutrientes para os músculos;
. Aumento da circulação linfática e melhoria do sistema imunológico;
. Ajuda na eliminação das toxinas;
. Alívio de inchaços;
. Melhorar a respiração;
. Normalizar a pressão sanguínea;
. Melhorar a capacidade de funcionamento e recuperação muscular;
. Um efeito relaxante no sistema nervoso e um sono mais relaxado;
. Diminuição do stress e melhoria do sistema digestivo;
. Recuperar lesões por esforço repetitivo;
. Aumentar o conhecimento do corpo.

Esta massagem está indicada para que problemas

A massagem de relaxamento é especialmente indicada para aliviar e prevenir o stress e fadiga,melhorar a circulação, relaxar os músculos e aliviar tensões físicas e emocionais.

O que se sente no final da Massagem

Sente-se uma intensa sensação de bem estar e relaxamento.

Como conquistar resistência


segunda-feira, 28 de outubro de 2013

domingo, 27 de outubro de 2013

Técnicas de massagem em ombros e pescoço rígidos


Conforme envelhecemos, nossos músculos se tornam menos flexíveis, e o estresse da vida adulta piora a tensão sobre o tecido muscular a cada dia. Trabalhadores que passam muito tempo em frente ao computador sofrem de músculos rígidos, que se estendem da base da cabeça, pelo pescoço e pelos ombros. Aqui estão algumas técnicas de massagem para combater ombros e pescoço travados.

Instruções



  1. 1
    Massageie levemente os músculos, utilizando todos os dedos, a partir do ponto de contato entre a base do pescoço e os ombros. Comece gentilmente e aumente a pressão gradualmente.
  2. 2
    Vá subindo pelas laterais do pescoço, aplicando uma pressão uniforme com os dedos. Gentilmente empurre os músculos do pescoço para cima, em direção à base da cabeça.
  3. 3
    Aplique pressão uniforme utilizando dois dedos enquanto faz movimentos circulares ao alcançar a base da cabeça. Execute esse movimento através da base da cabeça, no ponto onde ela se conecta com o pescoço.
  4. 4
    Utilizando dois dedos, pressione e empurre da base da cabeça, pelos laterais, até a extremidade dos ombros. Faça esse movimento de varredura diversas vezes.
  5. 5
    Massageie os músculos maiores de seus ombros. Comece dos músculos de cima dos braços em direção aos ombros, e continue massageando em direção ao pescoço. Repita esse processo até começar a sentir que os músculos estão se suavizando e se tornando mais maleáveis.

    Dicas & Advertências

    • Esteja ciente de sua postura a toda hora, mais especificamente quando estiver sentado em frente ao computador. Ombros e pescoço rígidos normalmente são causados por uma postura ruim e curva.
    • Faça pausas ao trabalhar para uma automassagem rápida. Isso ajudará a reduzir a possibilidade de seus músculos ficarem travados.
      Escrito por Catherine Johnson Traduzido por Michel Makarios

5 motivos para beber água de manhã


sábado, 26 de outubro de 2013

Massagem desportiva em Brasília



Ofereço massagem terapêutica preventiva a praticantes de esportes que querem prevenir lesões e melhorar seu rendimento muscular. utilizo óleos ou cremes no atendimento, em ambiente tranquilo e adequado para o seu bem-estar. 

É incluído o alongamento passivo para dar ao atleta mais resistência física. se você busca eliminar os efeitos do estresse, do cansaço físico e mental depois do seu trabalho, agende uma sessão de massagem relaxante terapêutica e verifique o resultado.

alimentos que combatem a depressão


sexta-feira, 25 de outubro de 2013

ENTENDA O QUE É E O QUE FAZ A MASSOTERAPIA



Todas as técnicas voltadas para o trabalho manual(manipulativo) em tecido mole e jogo articular são denominadas de Terapia por massagem, cujo profissional habilitado é reconhecido como Massoterapeuta. Em lei o nome original é massagista, por questões de confusão com trabalho com o corpo e sair da área médica, adotou-se o termo Masso - Terapeuta o que descreve melhor a arte e a profissão nos EUA e entrando o termo no Brasil no final dos anos de 1980.

A arte da massoterapia existe no Brasil desde o inicio do século passado, possui lei própria e diversas outras leis agregadas a profissão. Enquadra-se na CBO como família 3221-20, exige-se formação técnica para este profissional segundo o MEC. Possui concursos para diversas prefeituras e alguns Estados adotam concursos para este profissional.


Atualmente o massoterapeuta é o agente de saúde com formação Técnica com carga horária entre 1.800 e 2.050 horas, existe ciência e disciplinas especificas para formação deste profissional. Mesmo adotando nomenclaturas sinônimas como: Masso prevencionista, Massagista, Terapeuta corporal é o profissional em terapia por massagem. É crescente no Brasil a massoterapia utilizando diversas técnicas que vem de encontro ao publico em geral. A filosofia da profissão é naturopata o que exige maior conhecimento de campo de disciplinas biomédicas.



O mercado é crescente para esta profissão e acredita-se que as especializações desta área ganhe maior foco, elevando ainda mais a profissão.



Europa ,Asia e América do norte já possuem formações em nível superior nesta profissão o Brasil apesar de possuir bons profissionais ainda carece de um corpo cientifico e defensor da massoterapia. A área de trabalho para este profissional vai desde hospitais, clinica, centros de reabilitação até trabalhos autônomos. Os massoterapeutas são registrados nas secretarias de saúde de seus estados ligados a Anvisa. O profissional é formado por escola técnica devidamente registrada.




WWW.ABRAMC.ORG.BR

Benefícios do morango


quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Massagem Sueca


Técnica ocidental com inúmeras variações em sua aplicabilidade.
Essa flexibilidade faz dela a mais abrangente das terapias corporais.

A Massagem Sueca atua simultaneamente de  forma direta e indireta no organismo.
  •  Direta: Muscular, Mecânica e de Repercussão Local;
  •  Indireta: Psicológica, Fisiológica e de Repercussão Geral.
 Também conhecida por Massagem Clássica, Massagem Relaxante, Massagem Desportiva ou Modeladora, suas incontáveis variações de velocidade e intensidade, assim como seus efeitos, são ferramentas que permitem ao terapeuta  optar pelo método mais adequado, transformando cada experiência sua em algo único, personalizado, ideal ao que seu corpo necessita naquele momento.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

terça-feira, 22 de outubro de 2013

A massagem é promissora para a recuperação muscular


Investigadores da Universidade de McMaster descobriram que uma breve massagem de 10 minutos ajuda a reduzir a inflamação no músculo.


Como terapia não-medicamentosa, a massagem tem o potencial de ajudar não só os atletas sérios, mas aqueles com inflamações relacionadas com condições crónicas, tais como a artrite ou a distrofia muscular, diz Justin Crane, um estudante de doutorado no Departamento de Cinesiologia na McMaster.

Quando a massagem é bem aceite como terapia para aliviar a tensão muscular e dor, os investigadores mergulharam mais fundo para descobrir que também acciona sensores bioquímicos que podem enviar sinais de redução da inflamação para as células musculares.

Para além disso, a massagem sinaliza os músculos para construírem mais mitocôndrias, os centros de produção de energia das células, que desempenham um papel importante na cicatrização.

Crane afirmou:

“O principal, e que o há de novo acerca do nosso estudo, é que ninguém nunca olhou para dentro do músculo para ver o que está a acontecer durante a e após a massagem, ninguém olhava para os efeitos bioquímicos ou para o que poderia estar a acontecer no próprio músculo.”

“Nós mostramos que os músculos sentem que estão a ser alongados, e isso parece reduzir a resposta inflamatória das células. Como consequência, a massagem pode ser benéfica para a recuperação de lesões.”

Crane afirmou que os investigadores da McMaster foram os primeiros a focar-se numa terapia manual, como a massagem, e a testar o seu efeito usando uma biopsia muscular para mostrar que a massagem reduz a inflamação, um factor subjacente a muitas doenças crónicas.

Para seu estudo, os investigadores acompanharam 11 homens nos seus vinte anos.

Na sua primeira visita, a capacidade dos voluntários se exercitarem foi avaliada. Duas semanas mais tarde, os homens pedalaram numa bicicleta durante mais de 70 minutos, até um ponto de exaustão em que não podiam pedalar mais. Em seguida, repousaram durante 10 minutos.

Enquanto descansavam, um terapeuta massagista aplicou óleo de massagem a ambas as pernas, e depois fez uma massagem durante 10 minutos numa perna, usando uma variedade de técnicas comummente utilizadas na reabilitação.

Foram realizadas biopsias musculares em ambas as pernas (quadríceps) e repetidas 2,5 horas mais tarde. Os investigadores encontraram uma redução da inflamação na perna massajada.

Guindaste admite ter ficado surpreendido por apenas 10 minutos de massagem terem tido um efeito tão profundo.

“Eu não pensava que um pouco de massagem pudesse produzir uma mudança notável, especialmente dado que o exercício realizado foi intenso. Setenta minutos de exercício em comparação com 10 de massagem, é claramente intenso.”

Os resultados sugerem que a massagem terapêutica da dor muscular desponta pelos mesmos mecanismos biológicos, como medicamentos mais dor e pode ser uma alternativa eficaz.

O dr. Mark Tarnopolsky, professor de medicina da Escola Michael G. DeGroote de Medicina, supervisionou o estudo e afirmou:

“Dado que a disfunção mitocondrial está associada à atrofia muscular e a outros processos, como a resistência à insulina, qualquer terapia que pode melhorar a função mitocondrial pode ser benéfico.”

Crane disse que este estudo é apenas um primeiro passo na determinação das melhores terapias para promover a recuperação de uma variedade de lesões musculares.

A pesquisa foi publicada na edição de Fevereiro da revista “Science Translational Medicine”.


segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Ruptura do ligamento cruzado anterior



Ruptura do ligamento cruzado anterior (LCA) é muito comum com cerca de 200,000 rupturas ocorrendo por ano nos EUA, resultando em 80-90,000 cirurgias de reparação. Entretanto não são todos pacientes que são elegíveis para cirurgia, mesmo assim eles desejam permanecer relativamente ativos. Excessiva rotação tíbia é comumente vista em ambas as deficiência do LCA e reconstrução do LCA do joelho e é vista como predisponente para começo de precoce osteoartrite. 


Os autores investigaram se joelheiras articulares estabilizadoras poderiam restringir a rotação tibial em joelhos com deficiência do LCA durante atividades com alta carga, proporcionando assim maior estabilidade. Eles recrutaram 21 homens com ruptura do LCA unilateral, demográficos semelhantes e utilizaram um sistema com 8 câmeras para observar os movimentos do joelho durante caminhada, descendo escadas e durante giro fazendo uso joelheira articular estabilizadora e sem joelheiras.

Eles concluíram que, embora joelheiras reduzam rotação tibial em joelhos com deficiência do LCA, não restauram totalmente os valores normativos. Eles observaram menos rotação tibial com joelheira quando comparada com condições sem joelheira e propuseram que utilizando joelheiras pode trazer benefícios para pacientes com deficiência no LCA, especialmente em atividades atléticas de alta demanda. Eles também encontraram que joelheiras simples sem sistema articular e estabilizador não restaurou rotação tibial na mesma medida que joelheiras articulares estabilizadora, mais ainda tiveram melhoras resultados do que sem joelheira. > From: Giotis et al., Clin J Sport Med 23 (2013) 287-92. All rights reserved to Lippincott Williams and Wilkins. Image taken from: stack.com

Traduzido por: Glauber Barduzzi Fisioterapeuta e Mestrando.

sábado, 19 de outubro de 2013

MASSAGEM RECUPERAÇÃO

A Massagem de recuperação, também muitas vezes designada simplesmente por Massagem Terapêutica, implica a utilização de um conjunto de técnicas específicas orientadas para aumentar a flexibilidade muscular e tonificar os tecidos, dando especial atenção a determinadas partes de corpo. É essencialmente uma massagem localizada com o objetivo da recuperação gradual da zona afetada.

É um tipo de massagem que se destina à manipulação dos tecidos moles com objetivos terapêuticos.

Benefícios da Massagem terapêutica:

  • Recuperação gradual de lesões;
  • Tonificação e regeneração muscular;
  • Regeneração Celular;
  • Eliminação das toxinas nas áreas afetadas;
  • Reabilitação motora;
  • Maior flexibilidade muscular;
  • Diminuição do stress;
  • Ao ter uma acção estimulante do sistema imunitário, melhora o bem-estar geral.

A quem se destina

Esta massagem é essencialmente dirigida a pessoas com necessidades específicas de reabilitação motora / muscular, desde que não apresente qualquer contraindicação para aplicação da mesma.

Exercícios para dor nas costas


sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Sim, NÃO se usa cueca para pedalar


Tem chegado alguns ciclistas para fazer bike fit vestidos com bermuda de ciclismo e cueca por baixo. Muitos relatam que usam há meses, anos. 

Bom, pessoal, não se usa cueca para pedalar. Usa-se apenas a bermuda. Qualquer tecido adicional abaixo da bermuda ajuda a aumentar a temperatura dos testículos pois os aproxima ainda mais da cavidade abdominal. Isso não é saudável para a fertilidade do homem. 

Além disso, quanto mais tecido no perineo, mais precisamente na virilha, maior a possibilidade de irritação da mesma por atrito, visto que a articulação do quadril está em constante flexo-extensão o que leva a face proximal e medial da coxa a se atritar com a cueca (e sua costura) ao passar raspando a borda lateral do selim. 

Fica aí a dica para quem ainda não sabia. O mesmo se aplica às mulheres. Nada de usar calcinha.

Os perigos do sal


quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Pontos de gatilho para massagem e acupuntura durante o trabalho de parto



A acupuntura e a acupressão (o processo de aplicar pressão física a pontos de pressão do corpo, ou pontos de gatilho) têm sido consideradas úteis para muitas condições diferentes, inclusive para auxiliar mulheres grávidas durante o trabalho de parto. 

De acordo com o  site Acupuncture.Rhizome.net, há seis pontos de acupressão que são usados primariamente para mulheres em trabalho de parto. A acupuntura só pode ser realizada por um profissional licenciado, mas a acupressão em pontos de gatilho pode ser empreendida por muitas pessoas, desde que usada com prudência e na hora certa.

Ponto de gatilho 1

O primeiro ponto de gatilho, chamado Jianjing GB-21 na acupressão tradicional chinesa, pode ser usado para estimular as contrações durante o primeiro e segundo estágios do trabalho de parto. No começo de cada contração, una pressão pode ser aplicada no ponto central entre o topo do ombro e a base do pescoço, onde o músculo do ombro é mais alto. Essa área estará mais sensível que as outras áreas ao redor.

Ponto de gatilho 2

O segundo ponto de gatilho pode ser usado se você quiser ajudar o bebê a descer no primeiro estágio do trabalho de parto. Essa área fica entre a extremidade exterior do tendão de Aquiles e a ponta do osso exterior do tornozelo. Aperte o tornozelo da gestante, pressionando a área descrita com seu polegar.

Ponto de gatilho 3

O ponto de gatilho na mão pode liberar endorfinas naturais, que aliviam a dor no corpo. A gestante pode apertar um pequeno pente com os dentes apontando para os vincos da mão, onde os dedos encontram a palma. Isso pode ser usado durante uma contração com tanta pressão quanto julgarem necessário..

Ponto de gatilho 4

O ponto Sanyinjiao SP-6 pode ajudar o cerviz a dilatar. Este ponto fica a quatro dedos abaixo do osso interno do tornozelo, na parte interna da canela. A área estará mais macia que a área ao redor no ponto correto. Você pode aplicar pressão firme por cerca de um minuto numa perna, fazendo o mesmo procedimento na outra cerca de 20 a 30 minutos depois. Continue num padrão alternado até que o trabalho esteja estabilizado e as contrações estejam fortes e regulares. Apenas aperte este ponto durante o trabalho de parto, nunca em outros períodos da gravidez.

Ponto de gatilho 5

O ponto Yongquan KID-1 é usado para um efeito calmante em qualquer momento durante um trabalho de parto. Esse ponto fica na parte inferior do pé, a 1/3 do caminho abaixo dos dedos, onde há uma depressão na sola. Uma pressão interna e para cima em direção aos dedos é a melhor.

Ponto de gatilho 5

O ponto Hegu li-4 é usado para alívio geral de dor ou assistência na regulação das contrações. Esse ponto de gatilho é a área carnuda entre o polegar e o dedo, onde os ossos se encontram, e é sensível, com uma dor incômoda quando pressionada. Essa área nunca deve ser pressionada durante a gravidez, exceto durante o trabalho de parto, por conta de seus fortes efeitos nas contrações do útero.

Ponto de gatilho 6

No nível do topo do vinco glúteo, a cerca de 2/3 do caminho a partir do vinco até a osso do quadril, há um ponto de pressão macio. Se você apoiar as mãos no osso do quadril da mulher, pode aplicar pressão durante a contração conforme ela entra em transição.

Dicas

Certifique-se de ser extremamente prudente com o uso desses pontos durante a gravidez. Lembre-se de aplicar pressão com a articulação, polegar ou cotovelo, se certificando de usar a força do seu torso para evitar a fadiga. Peça para que a mulher faça comentários quanto à necessidade de ajustes na pressão e na localização. De acordo com o Rhizome, é melhor usar os pontos de gatilho com cuidado até que a mulher esteja no seu período completo, porque eles podem fazer com que o útero se contraia e induzir o trabalho de parto.

Escrito por Susan Revermann Traduzido por Giovana Moretti
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts with Thumbnails