Páginas

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Técnicas básicas de massagem

video

Uma massagem firme, pode ser bastante benéfica, não provocando desconforto no massageado, pese embora o fato de haver quem, pense que o repetido e vigoroso esbofetear e esmurrar possa ser doloroso. Na massagem existem técnicas que vão desde as carícias suaves (Effeurage), até ao “esmurrar” (Tapotement), passando pelo amassamento (Pétrissage) e pela fricção.
São quatro as técnicas básicas de massagem, a saber:
1. Effeurage
2. Pétrissage
3. Fricção
4. Tapotement

Effleurage

Esta técnica, é caracterizada por movimentos longos e suaves como se acaríasse-mos o corpo, usando a palma da mão para zonas mais alongadas e os dedos para zonas de reduzidas dimensões.
Por norma, esta técnica é usada para espalhar uniformemente o óleo pelo corpo (ou zona a massagear).
Usada para iniciar a massagem, suaviza as terminações nervosas e é o primeiro contato entre o massagista e o massageado, é usada igualmente na fase final da massagem para acalmar os músculos, após a aplicação de outras técnicas.
O effleurage é usado como passagem entre duas técnicas mais ativas (pretissage e tapotement), não só para acalmar os músculos, como também para relaxamento do massagista.
É a técnica fundamental para a “ligação afetiva” entre os intervenientes. Caso surjam dúvidas, sobre qual a técnica a ser aplicada em seguida, o effleurage é o elo de ligação.
A pressão a aplicar pelo massagista deve ser suave no sentido contrário à circulação e com uma maior pressão no sentido de retorno.
Quanto mais afastado estiver o coração da zona massageada, maior deve ser a pressão aplicada.
As mãos devem estar em permanente contato 
com o corpo, ainda que alternadamente.


Pétrissage

Esta técnica envolve várias maneiras de amassamento, rolando a pele entre os dedos e puxando pele e músculos.
Assim, são as estruturas fortalecida, sendo-lhes dada a firmeza, através do estimulo das mais profundas camadas de tecido, majorando o fornecimento de sangue à área. O fluxo de linfa é igualmente melhorado.
O amassamento dos músculos, muito semelhante ao amassar do pão, trabalha-se por norma, num só músculo ou grupo muscular de cada vez.
Ao aplicar-mos um amassamento ligeiro, são agarradas as camadas superiores do músculo, ao passo que se efetuar-mos um amassamento mais firme são “atingidas” as camadas mais profundas dos músculos. Assim, são aliviados os músculos tensos, descongestionando tecidos, ajudando ainda a eliminação de todas as toxinas.

Fricção

Na fricção, também chamada de massagem do tecido conjuntivo, é usado um movimento rotativo e penetrante.
É feita uma aplicação direta num local específico, usando polegares, pontas ou nós dos dedos.
Esta técnica deve ser aplicada em zonas onde se verifique retesamento e espasmos musculares nas costas.

Tapotement

Também conhecida como percussão, esta técnica é rápida e estimulante. Pode incluir ventosas (mão em forma de concha), golpear, esmurrar (socar) que, embora dando o aspecto de técnicas dolorosas, devem ser aplicadas sem algias, nem causando equimoses.
Deve ter-se em atenção, para não aplicar esta técnica em zonas onde os músculos sejam de reduzida espessura.
Devem ser aplicados “golpes” rápidos, precisos e ritmados. A empatia entre massagista e massageado é fundamental, devendo o massageado ser indagado sobre a agradibilidade ou não da técnica usada.
É a técnica aconselhada para tonificar e fortalecer a pele, nomeadamente em zonas propensas à celulite, como sejam coxas e nádegas.
Pode ser aplicada, usando as costas da mão ou as mãos em forma de gume, com pancadas rápidas e alternadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts with Thumbnails